Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FLEXPARK

Pandemia faz aumentar utilização de aplicativo para estacionar em Campo Grande

Na Capital, 75% dos motoristas aderiram ao aplicativo da Flexpark no lugar do chaveirinho
10/09/2020 16:00 - Da Redação


Aplicativo da Flexpark é alternativa para usuários que querem facilidade na hora de estacionar em locais que tem o parquímetro. Segundo a empresa, já são cerca de 200 mil veículos cadastrados na plataforma.

A pandemia do novo coronavírus mudou o comportamento do campo-grandense também na questão do estacionamento. Muitos trocaram o chaveirinho pelo aplicativo da Flexpark.

Implantado desde novembro de 2017, o aplicativo nasceu como alternativa para simplificar a vida dos motoristas, mas, por causa da pandemia do novo Coronavírus, a plataforma têm ganhado cada vez mais usuários.

Segundo o diretor da Flexpark, Hélion Porto, mesmo já existindo há algum tempo, a divulgação do aplicativo aumentou no início deste ano e acabou sendo um facilitador em meio à crise da covid-19.

Isto porque os usuários tem preferido evitar o contato com superfícies comuns, além de reforçar o distanciamento.

"A gente entende que as pessoas têm dificuldade com o novo, porque todo mundo está acostumado com o chaveirinho azul, mas a intenção do aplicativo é trazer comodidade.", ressaltou Hélion.

Desde sua criação o aplicativo já possui cerca de 150 mil cadastrados, o que corresponde a 75% do condutores da Capital.

Dentro da plataforma o usuário também consegue realizar a recarga, que pode ser feita por meio de cartão de crédito ou débito, transferência bancária e até por emissão de boleto.

Ainda de acordo com Hélion, a empresa entende que o período é de transição, por isso os orientadores da Flexpark estão espalhados pela região central auxiliando os condutores com dúvidas na hora de usar o parquímetro.

Cadastro

Para usar o aplicativo basta fazer o cadastro usando seu número de CPF e uma senha.

Ao criar a conta, o usuário deve registrar o número das placas dos veículos que utiliza e, a partir disto, sempre que for estacionar ativar a placa necessária por meio de um click.

Lembrando que, atualmente, em Campo Grande, a tarifa cobrada por hora nos parquímetros é de R$2,70.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!