Clique aqui e veja as últimas notícias!

CAMPO GRANDE

UTIs lotadas expõem o estresse de profissionais que estão na linha de frente

Pela primeira vez, ocupação dos leitos de UTI passou de 100% em uma macrorregião
10/08/2020 08:30 - Da Redação


Pela primeira vez em quase cinco meses de pandemia de Covid-19, a ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) passou de 100% em uma macrorregião. 

O fato ocorreu em Campo Grande e, além da demanda maior do que a oferta, também expõe o estresse a que estão submetidos os profissionais de saúde: somente no Hospital Regional, há 44 profissionais afastados.  

Ontem não havia vagas para pessoas que precisavam de tratamento intensivo: conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a ocupação das 234 UTIs ofertadas via Sistema Único de Saúde (SUS) estava em 101%.  

No mesmo dia, dos pacientes em tratamento intensivo pelo SUS na Capital do Estado, 57% eram casos confirmados ou suspeitos de infecção por coronavírus.  

Nesta semana, a Justiça deve tomar uma decisão sobre o pedido feito pela Defensoria Pública para interromper o funcionamento das atividades não essenciais para frear o contágio do coronavírus. 

Na sexta-feira (7), houve audiência com defensores, promotores de Justiça, infectologista, representantes da indústria e do comércio e o prefeito Marcos Trad (PSD). Não houve acordo.