Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS

Saúde alerta sobre ligações e SMS falsos de cadastro para vacinação

Apesar de não ser obrigatório, prefeitura de Campo Grande recomenda cadastro para evitar aglomerações. Dados só devem ser informados na plataforma oficial
20/01/2021 09:42 - Agência Brasil, Da Redação


Ministério da Saúde emitiu uma nota alertando que não liga e não envia SMS para que os cidadãos se cadastrem para tomar a vacina contra Covid-19.

De acordo com a pasta, as ligações do tipo são golpe com objetivo de clonar aplicativos de mensagem e reiterou que não faz agendamento de vacinação, não solicita dados das pessoas nem envia quaisquer tipos de códigos para usuários do sistema de saúde.

Nas ligações, os golpistas tentam extrair dados pessoais com promessas de agendar a vacinação. Numa das modalidades, pede-se que seja confirmado um código enviado por SMS, que dá aos golpistas acesso ao aplicativo de mensagens do dono do celular.

Últimas notícias

“O Ministério da Saúde não telefona para marcar vacinação e jamais pede esse tipo de confirmação de dados”, afirmou a pasta.

Se alguém receber ligações ou mensagens pelo celular com promessa de agendamento e solicitando dados pessoais ou outras informações, a orientação do Ministério da Saúde é que a pessoa não forneça qualquer dado e denuncie a autoridades competentes.

A vacinação contra Covid-19 já começou em maior parte do país, após a distribuição de um primeiro lote de 6 milhões de doses. As autoridades sanitárias alertam, no entanto, que neste primeiro momento somente públicos prioritários estão sendo imunizados.

Como os trabalhadores de saúde na linha de frente e idosos em casas de repouso são prioridades na vacinação neste momento, “a população geral não deve procurar os postos de saúde”, frisa o Ministério da Saúde.

Campo Grande

Para acelerar o processo de identificação das pessoas pertencentes aos grupos prioritários para imunização contra o coronavírus, a Prefeitura Municipal de Campo Grande, lançou nesta segunda-feira (18), um sistema de identificação online. 

Neste primeiro momento, somente pessoas acima de 75 anos e profissionais de saúde podem fazer sua identificação.

Durante o processo, os usuários precisam informar dados pessoais e os profissionais de saúde devem anexar um comprovante de vínculo no site, que pode ser a imagem da carteirinha do conselho de classe ou holerite, e um documento oficial com foto para os dois casos.

A prefeitura destaca que o cadastro de identificação não é um agendamento, mas garante atendimento mais rápido, evitando aglomerações. Além disso, informações e dados pessoas só devem ser repassados a plataforma oficial da prefeitura.

Aqueles que não conseguirem preencher as informações solicitadas poderão ir até os locais de vacinação com os documentos em mãos. 

Passo a passo

A pessoa apta a receber a vacina deve acessar o portal, realizar o seu cadastro uma única vez e preenche os dados obrigatórios exigidos pelo Ministério da Saúde;

Antes de finalizar a identificação, a pessoa deverá enviar pelo sistema os documentos de identificação obrigatórios para a vacinação (carteira de conselho da categoria; e/ou documento com foto; e/ou documento de vínculo empregatício; dentre outros);

Finalizada a identificação, a pessoa poderá se dirigir até os locais de vacinação definidos pela Sesau/Prefeitura de Campo Grande, e informar aos responsáveis nesses locais que já realizou a identificação pelo sistema;

Assine o Correio do Estado