Clique aqui e veja as últimas notícias!

PANDEMIA 2021

Vaticano planeja campanha de vacinação rápida contra a covid-19

O local abriga cerca de 450 pessoas. Não se sabe se o Papa Francisco receberá as doses
02/01/2021 19:28 - Da Redação


A Cidade do Vaticano informou, neste sábado (02), que pretender iniciar uma vacinação rápida ainda na primeira quinzena deste mês de janeiro.

Em relação ao Papa Francisco, maior representante religioso do planeta, o Vaticano não informou se ele receberá as aplicações.

O Papa tem 84 anos e parte do pulmão removido por causa uma doença quando ele ainda era jovem e morava na Argentina, seu país de origem.

Ultimas Notícias

O menor Estado soberano do mundo abriga cerca de 450 pessoas, entre habitantes e trabalhadores. Todo os outros funcionários da Cidade vivem em Roma, nos arredores.

Por meio do comunicado de hoje, a cidade-estado afirmou que a administração das doses será voluntária, e completou comentando a previsão de início da campanha.

"É provável que as vacinas cheguem na segunda semana de janeiro em quantidade suficiente para cobrir as necessidades da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano".

A Santa Sé é o órgão governante da Igreja Católica Romana que opera dentro do território do Vaticano.

Segundo o Vaticano, já foi efetuada a compra de um refrigerador de ultracongelamento para armazenar as doses da vacina, sugerindo que a escolha é a desenvolvida pela Pfizer e BioNTech, que deve ser armazenada a cerca de - 70°C.

Como ordem dos grupos prioritários, terão preferência na fila de imunização profissionais de saúde e segurança pública, idosos e funcionários em contato frequente com o público.

Assine o Correio do Estado