Cidades
CORUMBÁ

Viagens por aplicativo desafiam monopólio no transporte em MS

Trecho entre a Capital e Corumbá é alvo de várias disputas e gerou ação na Justiça e plano diretor do setor

Rodolfo César

17/12/2021 08:30

Em Mato Grosso do Sul, um trecho de viagem de pouco mais de 400 km é causador de várias discussões e disputas, inclusive, judiciais. 

Para viajar entre Campo Grande e Corumbá por via terrestre, o caminho é um só, pela BR-262, e até pouco tempo também era apenas uma só empresa que oferecia o serviço de transporte intermunicipal. 

A Andorinha mantém esse monopólio há mais de uma década e essa viagem chegou a ter uma das passagens mais caras do Brasil. 

Atualmente, com o surgimento dos aplicativos BeeBus e Buser para transporte coletivo, a concorrência passou a ser grande contra esse domínio, inclusive com disputa por preço que chega a ter mais de 60% de diferença.

A ligação entre a Capital e Corumbá representa o acesso para a fronteira e também o destino para quem deseja conhecer o Pantanal. 

O trecho rodoviário é atrativo porque gera passageiros não só do Brasil, mas de bolivianos e de estrangeiros de outras nacionalidades que decidem entrar no Brasil por meio da Bolívia e acabam seguindo para São Paulo e cidades da região Sul. 

Venezuelanos, haitianos, argentinos, colombianos estão nessa lista.

Ainda não acabou... Faça login ou cadastre-se para continuar lendo essa notícia gratuitamente

Receba também acesso a outras notícias exclusivas. É rapidinho e não pediremos seu cartão de crédito :)

Quero Me Cadastrar

Já tem cadastro? Faça login clicando aqui