Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Com fechamento de Polo da Covid-19, 20 unidades de saúde farão testes para a doença

Unidade receberam volume de materiais de teste para suprir demanda do Polo Ayrton Senna
24/09/2020 18:00 - Ana Karla Flores


Polo de atendimento para o combate à Covid-19, localizado no parque Ayrton Senna em Campo Grande, fechará no dia 30 de setembro. Os testes rápidos que eram realizados no local foram enviados todas as unidades de saúde e apenas 20 delas terão o exame de RT-PCR.

Quem apresenta sintomas do Coronavírus pode procurar pelas Unidades de Saúde da Família Bastião, Parque do Sol, 26 de Agosto e Tiradente para fazer agendamento para coleta do material.

No início desta semana equipes das unidades Dona Neta, Moreninha, Vila Nasser, Oliveira, Nova Bahia, São Francisco, Aero Itália e Albino Coimbra receberam treinamento para iniciarem a coleta do swab (RT-PCR). 

“Com esse treinamento, unidades de todas as regiões da cidade passarão a fazer o exame”, disse a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), em comunicado.

AYRTON SENNA

O polo dentro do Parque Ayrton Senna foi aberto em abril e desde então foram realizados cerca de 40 mil atendimentos e testes. De acordo com o secretário de Saúde do município, José Mauro de Castro Filho, o local realizava testes de Covid-19, aferição de temperatura, encaminhamentos e fornecimento de medicamentos. 

Foram encaminhados 150 pacientes atendidos no local para hospitais e pronto-atendimentos. 

“A capacidade operacional é de 200 procedimentos ao dia. Nos meses de junho e julho chegaram em torno de 600 ao dia, sendo que hoje são cerca de 180 procedimentos ao dia, ou seja reduziu mais de 60% em volume de atendimento”, explica Castro.

 
 

ESTÁGIO DA PANDEMIA

O secretário da saúde ressalta que o número das internações na Capital se mantém em nível alto. 

Embora o número de óbitos tenha reduzido, segundo ele em 30%, ainda há uma média de 130 casos e quatro mortes diariamente e Castro salienta que ainda não é o momento de relaxar as medidas de prevenção. 

“São sete meses de pandemia. Quando as pessoas observam os números caindo é natural que achem que o problema acabou e isso não é verdade. Inclusive, a gente tem que ter mais atenção agora”, declarou.

Campo Grande contabilizou 28.924 casos confirmados nesta quarta-feira (23), com um aumento de 246 novos casos. 

São 266 pacientes internados, onde 72% possuem comorbidades. No total, foram 513 mortes em decorrência do novo coronavírus, mantendo a taxa de letalidade em 1,8%.

 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido