Clique aqui e veja as últimas notícias!

CLÁUDIO HUMBERTO

Arthur Lira (PP-AL): “A pauta não é do presidente e a Câmara não tem dono”

Arthur Lira (PP-AL) critica Maia por ter conduzido mandato na base do “Câmara sou eu”
11/01/2021 07:00 - Cláudio Humberto


Nome de Alcolumbre é tido como aliado inconfiável

O candidato de Davi Alcolumbre à sua sucessão enfrenta a desconfiança dos colegas para se eleger presidente do Senado. Por isso o ocupante atual do cargo insiste para que o governo acione seu guindaste a fim de tentar levantar a candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG). 

Mas, se o presidente Jair Bolsonaro pedir a opinião do ex Michel Temer sobre o senador, como faz sempre, poderá ouvir o relato de como esse “aliado” não resistiu à pressão da oposição para colocá-lo na rua da amargura.

Com aliado assim...

Pacheco presidia a CCJ da Câmara, em 2017, e escolheu a dedo um relator “independente” para a denúncia que poderia cassar Michel Temer.

Últimas notícias

Oposição furiosa

Filiado ao MDB de Temer como Pacheco, o relator Sérgio Zveiter (RJ) atuou no caso como o mais furioso dos adversários do então presidente.

Salvo pelo gongo

O relatório alternativo de Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) prevaleceu e a Câmara rejeitou a denúncia de corrupção passiva contra o presidente.

Ligação a Maia

Desde então Rodrigo Pacheco é visto com reservas. Sua situação ficou insustentável no MDB, mas ele foi acolhido no DEM... de Rodrigo Maia.

Privatização dos Correios continua encalacrada

O presidente Jair Bolsonaro já iniciou a segunda metade do seu governo, mas a prometida privatização dos Correios continua encalacrada. 

Até agora, foram 18 reuniões de representes dos ministérios da Economia e das Comunicações, do BNDES e da própria ECT, mas o máximo que o governo conseguiu foi gastar três meses para contratar uma consultoria a fim de levantar o que o governo deveria saber: o tamanho do problema.

O que se salva

Só o ministro Fábio Farias (Comunicações) foi objetivo: propôs projeto de lei regulamentando a abertura do setor postal para a iniciativa privada.

Nome mete medo

Nata da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos, estes dias, evita citar o nome da providência tão aguardada: privatização.

Sem data marcada

O governo nem sequer fixou data para apresentar o “detalhamento da modelagem” da privatização dos Correios.

Parceria inabalável

Habituado a vencer mais no Supremo Tribunal Federal que nas urnas, o partido Rede emplacou mais uma vitória na mais alta corte: conseguiu obrigar o ministro da Saúde a prestar esclarecimentos sobre o estoque de seringas e agulhas. Nem precisa de votos no parlamento.

‘CGU’ está de volta

Comentarista-geral da União e vice nas horas vagas, Hamilton Mourão relativizou nas redes sociais a marca de 7 milhões de curados da covid. Ele e o jornalismo de funerária só veem relevância nos 200 mil mortos.

Outro negacionismo

São negacionistas para o senador Flávio Bolsonaro (Rep-RJ) quem diz ser impossível fraudar a urna eletrônica. “Hackers invadem STF, STJ, CIA, NASA, bancos... mas a urnas eletrônicas são invioláveis?!”, ironiza.

Exumação

Circula em grupos de zap de deputados notícia de 16 de março de 2017 mostrando que o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP) é citado em planilha apreendida como suposto beneficiário de R$660 mil pagos por 2 anos e 9 meses pelo empresário Marcelo Plastino, que se matou em 2016.

Aparência importa

O economista Igor Lucena disse que a economia não se recuperará “por si só” nos EUA e na Europa. No Brasil, o desafio será manter programas como auxílio emergencial “sem passar a impressão de descontrole fiscal”.

É bom lembrar

Após os protestos “Black Lives Matter” nos EUA, ganhou força a ideia de cortar o financiamento das polícias. A prefeita democrata de Washington D.C. foi uma das apoiadoras do projeto, que culminou com o corte de US$15 milhões do orçamento 2021 da polícia da capital norte-americana.

Projeto importante

Projeto de Carlos Jordy (PSL-RJ) criminaliza a destruição de presídios ou equipamento, como tornozeleira. Para o deputado, é preciso sepultar a lorota de suposto “direito” de destruir o patrimônio para fins de fuga.

Boa notícia

Apesar dos problemas de 2020 decorrentes da pandemia, os pacientes com câncer têm o que comemorar. Além da 1ª imunoterapia incorporada ao SUS, houve recomendação preliminar de 12 novos medicamentos.

Pensando bem...

...quem tem STF, não precisa de Congresso.

PODER SEM PUDOR

Oligarquia nos trinques

Os maranhenses têm diferentes maneiras de mostrar admiração pelo senador José Sarney (PMDB-MA). 

Certo dia, o veterano chefe político acabara de desembarcar em São Luís quando um carregador de malas o saudou com o polegar para cima, sem saber o significado da expressão: “Meu senador! Nossa oligarquia tá assim, ó, ó, ó!...”

Assine o Correio do Estado