Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CLÁUDIO HUMBERTO

“Deve ser instrumento de acolhimento, jamais de tortura e humilhação”

Gilmar Mendes (STF) sobre a atuação da Justiça no caso da audiência de Mariana Ferrer
04/11/2020 08:16 - Cláudio Humberto


Vitória de Biden não afeta as relações bilaterais

No caso de vitória do democrata sorvetão Joe Biden, o governo brasileiro já não terá o tratamento especial concedido pelo republicano Donald Trump ao colega brasileiro, que foi recebido no Salão Oval e depois homenageado em jantar, na Flórida, em março. 

No mais, as relações históricas de amizade entre Brasil e Estados Unidos não devem sofrer alterações, até porque há interesses comerciais que devem prevalecer sobre discursos eleitorais a respeito da questão ambiental na Amazônia.

A vez dos diplomatas

Definida a eleição, a hábil diplomacia brasileira buscará o entendimento, priorizando o que aproxima e não o que separa os dois países.

O caso argentino

Os presidentes do Brasil e Argentina não se suportam, mas a diplomacia deu um jeito de normalizar as relações. Ambos são parceiros históricos.  

Mais o que fazer

O comentarista Hamilton Mourão, vice-presidente nas horas vagas, lembrou ontem que eventual governo Biden terá muito mais o que fazer.

Pauta indigesta 

Os EUA precisam ajustar suas relações com organizações multilaterais, a Europa e a Rússia e definir suas disputas comerciais com a China.

Ainda sem vacina, mundo aprende a combater covid

O mundo foi surpreendido pelo coronavírus e, sem saber como lidar com vários sintomas, viu a média diária de mortes disparar até 7.027, cerca de 10% da média de 70 mil casos. 

A proliferação da doença e o aumento da testagem levaram a média a subir 564%, superando 500 mil casos diários, mas a experiência adquirida por profissionais de saúde no combate à pandemia e a busca incansável por novos tratamentos dos sintomas reduziram a mortalidade a 1,32% enquanto a vacina não chega.

Curas em alta

Segundo o Worldometer, a taxa de recuperados em abril chegou a 77,5% e só subiu desde então, atingindo o máximo de 96,56% nesta segunda.

Triste marca

Apesar da alta exponencial no número de casos no segundo semestre, o dia 17 de abril ainda detém recorde de óbitos com 8.514 vidas ceifadas.

Aqui continua caindo

No Brasil, a maior média de casos foi de 46.263 e óbitos 1.097, ambas no fim de julho. Atualmente caíram para 20.379 e 360, respectivamente.

Brasil vence a covid

A média móvel de mortes segue a tendência de baixa no Brasil e caiu para 360, segundo dados do Worldometer. É a primeira vez que fica abaixo de 400 e é a menor média em mais de seis meses.

Planos mudam

A dupla do DEM Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, já aposta suas fichas em eventual permissão do Supremo para se reelegerem. A PEC da reeleição se inviabilizou e só restou a interferência do Judiciário.

Moral baixíssima

A tentativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de impor pauta de votações em sessão extraordinária foi por água abaixo. Em outra mostra da perda de poder de Maia, a sessão foi cancelada por falta de quórum.

Censurado há 54 dias

Está fora do ar há 54 dias o site e-Cidadania, do Senado, e junto com ele a ferramenta de avaliação popular dos projetos de lei. O sistema “caiu” após a PEC da reeleição Maia/Alcolumbre receber 99% de rejeição.

Choque de realidade

A convite do governo, o encarregado de negócios da Embaixada da França fará uma turnê do Amazonas. A ideia é “conhecer melhor os compromissos do governo com o desenvolvimento sustentável”.

Confusão agendada

A Guarda Nacional dos Estados Unidos foi acionada em 16 dos 50 estados norte-americanos. Serão distribuídas mais de 3,6 mil tropas em todo o país para garantir a lei e ordem, após a eleição desta terça (3).

Alguns dias

O governador do Illinois, JB Pritzker, um dos chefes de governos estaduais nos EUA que pediu auxílio da Guarda Nacional, que é uma força de segurança federal, aposta que a apuração “pode levar dias”.

Vale a intenção

Sem a menor expectativa de shoppings e comércios lotados para vendas de fim de ano, empresas apostam em vales-presentes. A ValeCard prevê alta de 15% no uso dos vales para substituir os presentes de Natal.

Pensando bem...

...nos EUA, como no Brasil, os institutos de pesquisa se utilizam de uma velha malandragem: na véspera da eleição, “ajustaram” seus números.

PODER SEM PUDOR

Vivo revelador

O ex-senador Ernandes Amorim (RO) sempre se queixou da perseguição da imprensa contra parlamentares. 

No final de 2000, em discurso, avisou que a TV Senado impede os jornalistas escrevam o que querem: “Antes falavam mal e a população não tinha como saber a verdade.” 

A então senadora Heloísa Helena (PSOL-AL) observou, sorrindo: “Bobagem, os senadores continuam mal falados, só que a TV agora mostra tudo ao vivo!”

 
 

Felpuda


Comentários ouvidos pela “rádio peão”, em ondas curtas, são de que figurinha só ganharia apoio dos colegas caso pessoa agregada fosse “curtir a aposentadoria” de uma vez por todas. Como seu acordo político acabou naufragando nesta campanha, agora dito-cujo estaria querendo recuar e não ceder o lugar. 

Isso até poderia acontecer, se não fosse a sua, digamos, eminência parda. Afe!