Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GIBA UM

“Eu não sabia nem o que era SUS”

confissão do general EDUARDO PAZUELLO // ministro da Saúde, lembrando quando assumiu interinamente a Pastas, a convite de Bolsonaro
13/10/2020 05:00 - Giba Um


Eu não sabia nem o que era SUS”, confissão do general EDUARDO PAZUELLO // ministro da Saúde, lembrando quando assumiu interinamente a Pastas, a convite de Bolsonaro.

Jair Bolsonaro já garantiu presença em pelo menos um evento da campanha de Celso Russomano em São Paulo e de Marcelo Crivella no Rio. Russomano tem capital próprio de votos e só pode agregar. 

Mais: já para Crivella, o apoio de Bolsonaro é vital. A distância dele para Eduardo Paes não vai diminuir só com a entrada em cena de Bolsonaro. A rejeição a Crivella é a mais alta entre todos os candidatos.

In – Doce português: pastel de Belém

Out – Doce português: Pastel de feijão

 
 

Isabelli, bem resolvida

A modelo Isabelli Fontana, 37 anos, que está mostrando sua habilidade na dança (ou não), no quadro Dança dos Famosos do programa de Fausto Silva está na capa da revista digital Quem

Em entrevista conta que é bem resolvida com seu corpo e sua idade e só teme a possibilidade de ser avó. Ela é mãe de Zion, de 17 anos, do relacionamento com Álvaro Jacomossi, e Lucas, de 13 anos, do casamento com Henri Castelli. 

“É uma aceitação diária. O tempo cronológico está mais curto. Minha cara está mudando, meu corpo está mudando. Ao mesmo tempo, não quero ser refém disso”. 

Com espírito sempre jovem, ela acaba de assinar uma coleção de joias e planeja retornar à faculdade de Nutrição. 

“Não quero me aposentar porque amo meu trabalho. A modelo sempre vai estar ali. Talvez no futuro, deixe de estar em primeiro plano. Existem milhares de outras coisas que quero fazer, como faculdade para entender melhor essa área de Nutrição. Gosto muito de alimentação saudável e me imagino agregando valores na vida dos outros”.

Voo de galinha

Apesar das atrapalhadas de Paulo Guedes, a economia está reagindo mais positivamente do que o próprio ministro previa há alguns meses atrás. Ministério da Economia e BC já teriam sinalizações de recuperação do PIB em suas projeções para este ano, com os números caminhando para as casas de -3% e -4%, respectivamente. 

Os indicadores da crise estão todos bem abaixo das expectativas trágicas do seu início. O PIB começou com as projeções que iam até -14%. O FMI estimava contração de -9%. Agora, projeta queda 5,8% alinhando com JB Morgan, Safra e Banco Inter. 

A verdade é que esse crescimento é em grande parte contábil. E como o governo está inerte não passaria de um voo de galinha. É também evidente que a melhora das projeções do PIB ajudará no ambiente de negócios e trará a sensação de distanciamento da crise. 

Outro número ruim e bom é do desemprego. Ruim porque aumentou para 13,8%, maior índice em 25 anos; bom porque é muito mais baixo do que a previsão de até 19% no início da pandemia. 

Em agosto, o número de vagas surpreendeu. Foi o maior resultado de postos de trabalho criados, atingiu 249,3 mil vagas. Foi o maior resultado de agosto nos últimos 10 anos. O auxílio emergencial também teve peso expressivo no aumento dos números.

 
 

Anjo e Diabinha

A rapper Cardi B, completou 28 anos no domingo (11) e ganhou de presente um bolo de cinco andares, com direito a correntes, cobras e glacê de diversas cores, incluindo dourado. 

Dias antes tinha postado no Instagram fotos vestidas de anjo e diabinha onde legendou: “Solteira, malvada e rica. Estou no controle”. 

E recebeu algumas críticas e respondeu à altura: “Parem com a merda Illuminati. São apenas fantasias para um vídeo do Tik Tok, caramba!”. 

Há poucos dias Cardi B fez parceria com a cantora Anita na música Me gusta que já tem mais de 4 milhões de visualizações. A cantora tem uma filha de 2 anos, fruto de seu casamento com o rapper Offset, do grupo Migos, com quem está desde 2017.

Superministro

As especulações alimentadas por fontes fora do Ministério da Economia sobre a possibilidade de desmembramento da pasta evidenciam que o ministro continua sob ataque (interno e do Centrão). 

A versão da mudança significaria enfraquecimento de Guedes. A cartada mais forte que Guedes teria que apostar é na articulação com Rodrigo Maia, o que já está quase acontecendo.

 
 

Confissões

No dia em que o Brasil ultrapassou cinco milhões de casos confirmados de Covid, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello confessou que quando assumiu a pasta interinamente, “não sabia nem o que era SUS”. 

Depois, no lançamento da campanha Outubro Rosa, atrapalhou-se ao se referir ao câncer. “É uma doença muito complicada. Então o câncer tá aí. Ele é... ele está aí. E isso precisa ser compreendido”.

Vendendo

O Ministério da Justiça vai leiloar cerca de 400 cabeças de gado. O rebanho, assim como fazendas e imóveis também apreendidos pela Justiça, pertencia ao empresário João Arcanjo Ribeiro, conhecido como Comendador. 

Arcanjo é acusado de liderar um esquema de lavagem de dinheiro no Mato Grosso, valendo-se da proximidades com políticos locais. É suspeito ainda de ter comandado o crime organizado no estado até o fim dos anos 90.

CARTA NA MANGA

O governo ainda não desistiu de criar o Renda Brasil – uma grande plataforma reunindo vários programas assistenciais do governo, como Bolsa Família, o seguro-defeso e outros que utilizam o Cadastro Único como base de beneficiários. 

A ideia foi congelada e deve ressuscitar entre o fim de 2021 e início de 2022, quando Bolsonaro concorrerá a outro mandato. 

Armas

Numa conversa por videoconferência com nove senadores e encontros presenciais, o desembargador Kássio Nunes, indicado por Bolsonaro para o Supremo, confirmou que tem registro de Colecionador, Atirador e Caçador e por isso, tem em sua casa, no Lago Sul, duas armas de fogo. 

Ele fez relatos de como tem achado que Brasília se tornou mais violenta nos últimos anos. Ele também negou ter sido indicado por influência do advogado Frederick Wassef e disse que “estão criando muitos padrinhos para mim”.

POR ESCRITO

É imprevisível o julgamento sobre a natureza do depoimento de Bolsonaro no inquérito das supostas “interferências” na Polícia Federal. Os próprios ministros do Supremo dão pistas de que a decisão será apertada, mas com provável maioria favorável ao depoimento por escrito. 

A suspensão do caso após o voto de Celso de Mello, na quinta-feira (8) reservou a ele holofotes de sua última sessão e objetivou poupá-lo de eventual derrota.

Olho no etanol

A Agência Nacional de Petróleo continua dificultando a venda direta do etanol pelos produtores aos postos. A ANP vem empurrando o caso com a barriga há anos, mas desde 4 de junho vem desafiando resolução do Conselho Nacional de Política Energética, que define as políticas para o setor, que implementa venda direta. 

A ANP decidiu agora por uma “consulta pública” para discutir a criação de um “distribuidor vinculado” como querem as empresas distribuidoras. A ANP obriga os produtores a vender etanol a distribuidora que nada produzem, só notas fiscais aumentando o preço para o consumidor.

Revelações

No próximo dia 15 será lançado o livro Battle of Brothers, de Robert Lacey, mais um que conta o bastidor da família real britânica. Neste especifico contará o bastidor da vida dos príncipes William e Harry. 

Uma das revelações mostra que William aos 13 anos ficou chocado ao assistir entrevista de sua mãe, a Princesa Diana, revelando que havia vivido um romance enquanto ainda era casada com o príncipe Charles, com oficial do exército James Hewitt. William teria chorado por horas e se recusado falar com sua mãe depois. 

Outra revelação mais chocante fala que o príncipe William teria começado a usar drogas e para dar um choque de realidade teria sido levado para uma visita em um centro de reabilitação em Peckham, onde teria conversado com ex-viciados e imediatamente parou de usar.

SEM PRESENTE

Um levantamento feito Associação Brasileiras de Lojistas de Shopping mostrou que 27% dos consumidores habituais, não compraram presente para o Dia das Crianças. E dos 73% que compraram, 42% gastou entre R$ 50 e R$ 100, 12% até R$ 50 e apenas 7% acima de R$ 100. 

O levamento mostrou também os itens mais procurados foram brinquedos (49%), livraria e papelaria (12%), materiais esportivos, (2%), assim como maquiagem e cosméticos e alimentos e bebida com 2% de procura.

MISTURA FINA

  • O GOVERNO acredita que o impasse em torno do financiamento da Renda Cidadã só terá uma solução depois das eleições municipais. Na visão tanto do núcleo político, quanto da equipe econômica, o momento é de negociar com lideranças do Congresso alternativas dentro do teto de gastos. 
  • OS deputados da oposição Federal têm atacado o governador Ibaneis Rocha pela sua ausência e pelo que chamam de “apagão” do governo do DF nos finais de semana. Mesmo com pandemia, ele não abdicou do “dolce for niente” de passar a maioria dos sábados e domingos em suas fazendas no Piauí.
  • O PRESIDENTE da Enel, Nicola Cotugno, negocia com o governador Ronaldo Caiado uma voltagem maior no plano de investimentos da empresa em Goiás. Os italianos esperam que sejam um cessar-fogo definitivo com Caiado, que esteve perto de cassar a concessão da distribuidora.
  • O TSE informa que mulheres são 33,3% dos 522 mil registros de candidaturas neste ano. Em 2012 foram 31,5% e 31,9% em 2016. Mas, em média, tem sido eleitas para apenas 11% dos cargos.
  • ONYX Lorenzoni é mais um ministro a falar mal de Paulo Guedes. O motivo é o risco de cortes no orçamento do Programa de Aquisição de Alimentos Federal, que tem impacto direto sobre a agricultura familiar.
  • O MINISTRO Paulo Guedes tem telefonado pessoalmente a senadores para “quebrar o gelo” e fazer a aproximação entre Kássio Nunes e os parlamentares. O desembargador já teria conversado com 35 dos 81 senadores.
  • O MINISTÉRIO da Educação já cogita um novo adiamento do Enem, postergado de novembro para janeiro de 2021. Muitos colégios ainda não voltaram às aulas presenciais, dificultando a preparação para o exame.
  • SE a Justiça confirmar a cassação da licença da Linha Amarela – o julgamento deve ocorrer este mês – a Invepar vai partir para a briga com a Prefeitura do Rio. A companhia pretende cobrar uma indenização bilionária ao município pela perda da concessão. O pedido se baseará nas perdas da receita que a Invepar teria até 2037, data de vencimento da licença.

Felpuda


Questão de família acabou descambando para o lado da política, e a confusão já é do conhecimento público. 

A queda de braço tem como foco a troca de apoio político que, de um, foi para outro. Sem contar as ameaças de denúncia da figura central do imbróglio. 

A continuar assim, há quem diga que nenhum dos dois candidatos a vereador envolvidos na história conseguirá ser eleito. Barraco é pouco!