Colunistas
CLÁUDIO HUMBERTO

Ministro Adolfo Sachsida: “Meta, objetivo e norte definidos e apoiados 100% pelo presidente”

Ministro Adolfo Sachsida (Minas e Energia) ao pedir estudos para privatizar a Petrobras

Cláudio Humberto

12/05/2022 09:44

“Meta, objetivo e norte definidos e apoiados 100% pelo presidente”
Ministro Adolfo Sachsida (Minas e Energia) ao pedir estudos para privatizar a Petrobras

Lucro abusivo da Petrobras é de meio bilhão por dia

O lucro abusivo da Petrobras nos primeiros 90 dias do ano, de mais de R$ 44,5 bilhões, que revolta do trabalhador mais simples ao presidente da República, torna-se ainda mais chocante quando se verifica que a empresa extrai dos brasileiros um lucro diário de mais de meio bilhão de reais. 

Com esse lucro, poderia comprar, por exemplo, 5.000 “carros populares” VW Gol, construir quase 8.000 casas populares ou pagar Auxílio Brasil de R$400 a 1 milhão e 250 mil brasileiros. Todo santo dia.

Ataque ao País

Na mais recente “live” semanal, Jair Bolsonaro classificou o lucro de “abusivo” e adverte para o risco de a Petrobras “quebrar o Brasil”.

Fundo fortalecido

A posse de Adolfo Sachsida no Ministério de Minas e Energia fortalece a idieia do fundo estabilizador de preços de combustíveis.

Nem se compara

A British Petroleum (BP), a 6ª maior do mundo do setor de óleo e gás, lucrou R$65 bilhões em 2021. A Petrobras, fora do top10, R$106 bilhões.

Gigante ganhou menos

A Shell, que está entre as cinco maiores do mundo, registrou R$31 bilhões de lucro entre janeiro e março. A Petrobras lucrou R$44,5 bi.

Consórcio NE: maconhista é ligado à família Suplicy

Luiz Henrique Ramos Jovino, um dos sócios da HempCare, empresa de produtos à base de maconha que assinou contrato de R$48 milhões com o governo petista da Bahia, para compra de respiradores que jamais foram entregues, foi sócio de dois parentes do vereador Eduardo Suplicy (PT-SP). 

Os sócios do enrolado Luiz Henrique, que é investigado na Polícia Federal, eram Roberto Matarazzo Suplicy, irmão do vereador, e Roberta Matarazzo Suplicy, sobrinha do petista e filha de Roberto.

Tudo em Família

A sociedade foi no badalado restaurante Filomena, que levava este nome em homenagem a mãe do petista, Filomena Suplicy.

Relações próximas

Ainda vigorando a sociedade com a família Suplicy, nomes que hoje figuram no escândalo do Consórcio Nordeste já se ligavam.

Nomes aos bois

Edinho Silva, outro enrolado no escândalo dos respiradores, presidia o PT-SP, de Eduardo Suplicy, que estava no Senado.