Clique aqui e veja as últimas notícias!

GIBA UM

“Nosso posto Ipiranga é insubstituível”

de JAIR BOLSONARO // afastando novos boatos de que Paulo Guedes estaria para deixar o governo.
01/12/2020 05:00 - Giba Um


O Ministério da Justiça manda avisar que deverá poupar este ano cerca de R$ 150 milhões com a venda de bens apreendidos do tráfico, ou seja, 60% acima do valor arrecada do ano passado. 

Mais: o Ministério informa que, até agora, a cifra arrecadada foi de cerca de R$ 125 milhões. A safra do crime organizado inclui veículos, laptops, joias, relógios, entre outras mercadorias.

In – Macacão feminino canoa.

Out – Macacão feminino saruel.

 
 

De repente 30 anos

A atriz Carla Diaz, acaba de completar 30 anos: ela que começou aos 4 anos na TV, mas ganhando destaque somente aos 7 ao interpretar Maria na primeira versão de Chiquititas e explodindo ao viver a Khadija Rachid em O Clone faz um balanço de sua carreira ao chegar a nova idade. “Eu não consigo imaginar como seria minha vida sem exercer meu ofício. Não foi e não é fácil. E acredito que esses desafios também existam em outras carreiras. Mas ter persistência e vontade de se reinventar diariamente, com muito estudo, faz parte de nós, artistas”.

 Mais: ela que descobriu um nódulo benigno na tiroide durante a pandemia descreve o alívio. “Foi um momento de autoconhecimento enorme, porque tive que parar para olhar e cuidar de mim. Todos estamos acostumados com a rotina, ligados no automático e muitas vezes não percebemos o que o nosso corpo está falando. De certa forma, a pandemia me obrigou a fazer esse movimento”.

A favor da reeleição

Na comemoração da vitória de Eduardo Paes no Rio, o prefeito eleito levantou o braço de seu aliado Rodrigo Maia. Na reta final das eleições cresceu a articulação do grupo pró-Maia para confronto da presidência da Câmara em disputa com o Centrão. 

Os sinais vêm do relativo silêncio público de Maia que contrasta com sua atividade de bastidores viabilizando a reforma tributária ainda este ano. O sucesso da empreitada significaria um aval para a candidatura de Maia que deve ser permitida pelo STF. 

Ou, no mínimo, sua liderança no processo sucessório. Esquerda e direita estão juntas numa pesquisa da Modal/Mais/Ap a favor da reeleição de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre para a Câmara e Senado. A ambição da dupla do DEM ignora artigo da Constituição, mas eles falam em “maioria de votos no Supremo”.

 
 

Em busca da fama

Assim como em todas as edições de reality-show existem alguns “personagens” que ganham destaque, como no caso da edição do BBB20 onde as três primeiras colocadas (Thelma Assis, Rafa Kalimann e Manu Gavassi) estão colhendo os frutos de sua participação, outros correm atrás da fama. 

E desta mesma edição outras sisters querem também seu lugar ao sol. Inspiradas no filme Meninas Malvadas Bianca Andrade, Marcela McGowan, Flay e Ivy Moraes posaram vestidas de “mamãe Noel” aproveitando o clima que se aproxima. Dias atrás também postaram fotos de lingerie vermelha, com uma integrante a mais que também participou do BBB, Mari Gonzalez.

Recordes

“Muita coisa aconteceu no mercado de trabalho este ano: desemprego, informalidade, salário, jornada reduzidas, entre outros”. O balanço é de Marcelo Neri, da FGV Social, que acha que o resumo da ópera dos últimos 12 meses mostra a piora da renda per capita do trabalhador brasileiro com queda de 5,8% e aumento de 6,1% da desigualdade, atingindo novo recorde histórico. 

Por outro lado, o desemprego no país subiu para 14,6% entre julho e setembro, a maior taxa trimestral desde o início da série histórica medida pelo IBGE em 2012. São 14,1 milhões de pessoas em busca de trabalho. Índice do Estado do Rio, de 19,1%, ficou acima da média nacional.

 
 

No escuro

A falação de Eduardo Bolsonaro contra a China mereceu uma resposta pouco elegante da embaixada do país. E Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores soltou nota em defesa da diplomacia. Agora, há quem aposte que Bolsonaro voltará à carga. Ele vem sendo instruído pelo guru de Virgínia, Olavo de Carvalho.

Obras inacabadas

O governo recebeu um laudo de 14 mil obras inacabadas. O número já saiu para quase 24 mil obras encalacradas. E agora já chegam na casa de 30 mil. Por enquanto, só João Doria garante que entrega as empreitadas micadas de seu estado. 

E diz que, desde o início de seu mandato, concluiu ou adiantou quase 200 obras. Faltam umas 50 intactas, quase virgens.

SURPRESA

O ministro Luiz Fux devolveu a grandeza ao posto de presidente do Poder Judiciário, ao mandar para o plenário todas as ações penais e inquéritos. Fux resolveu que casos da Lava Jato voltarão a ser julgados e não apenas descartados pela turminha. 

E faz recomendação aos larápios do dinheiro público. “Se tiver mala de dinheiro a imprensa vai descobrir, não adianta tentar esconder”.

Sem verbas

O governo federal cortará o financiamento de 3.265 Centros de Atendimento para Enfrentamento à covid-19, instituídos em maio a pedido das secretárias municipais de Saúde a fim de ampliar o acesso ao atendimento precoce de pessoas com sintomas de infecção pelo coronavírus. 

Outros 130 Centros Comunitários de Referência para Enfrentamento da covid-19 também serão afetados. Sem verbas, boa parte desses equipamentos corre o risco de fechar já que dificilmente os municípios teriam dinheiro para mantê-los.

SURRA

O apoio de Lula foi decisivo no segundo turno, mas no sentido negativo. Das 18 disputadas (15 do PT) citadas pelo petista nas redes sociais para pedir votos, os candidatos do petista ganharam apenas cinco. 

A derrota do PT se somou aos maus resultados dos principais partidos de esquerda, que saíram das eleições deste ano com cerca de 370 prefeituras a menos em relação a 2016.

Encolheram

O PT foi oficialmente substituído este ano pelo PDT e pelo PSB como os principais representantes da esquerda brasileira, mas os três partidos saíram reduzidos nas eleições de 2020. 

Todos elegeram menos prefeitos e vereadores entre as eleições de 2016 e 2020, cenário dos partidos de centro e dos representante da “velha política”. Não há mais partidos de esquerda entre os cinco maiores do país.

Condenação

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal, negou na semana passada, recurso de Lírio Parisotto à condenação pela agressão física de sua ex-mulher Luiza Brunet. O empresário foi condenado a serviços comunitários por dois anos, deverá se apresentar todos os meses ao fórum da Justiça. 

Luiza diz que “depois de quatro anos, posso dizer que virei uma página da minha vida”. Luiza denunciou Parisotto em 21 de maio de 2016, em Nova York, por tê-la agredido verbalmente e deferido um soco no seu olho direito, que ficou inchado.

QUEM PAGA

A causa do apagão do Amapá ainda não foi determinada, mas a maior punição já foi aplicada pelo governo Bolsonaro ao pagador de impostos, que terá de bancar a conta de luz dos amapaenses. 

A empresa LMTE, da Gemini (Isolux), responsável pelo apagão será premiada com o recebimento integral do valor da conta de energia. O custo bilionário da negligência será bancado com a volta do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre o crédito e cartões de crédito de quem já é explorado pelos bancos.

 

MISTURA FINA

  • ENTIDADES representativas dos funcionários dos Correios se mobilizam para lançar uma campanha contra a privatização da empresa. Vão usar como mote o lucro da estatal, que deve bater em R$ 1 bilhão neste ano.
  • AINDA a privatização dos Correios: a Casa Civil deverá enviar ao Congresso até dia 10 de dezembro o projeto de lei de privatização da estatal. A essa altura, olhando-se para 2020 é para cumprir tabela. Rodrigo Maia já sinalizou o Planalto que a proposta só será votada no ano que vem. 
  • GUILHERME Boulos tinha certeza de que “viraria” o placar para a prefeitura de São Paulo. Ficou muito abaixo de sua previsão. Mas, ele já faz novos planos. Pode concorrer ao governo de São Paulo ou ao Senado. Aliás, Marcelo Crivella também quer concorrer ao Senado.
  • O GOVERNADOR do Rio, Cláudio Castro, quer se desfazer da Ilha de Brocoió, pertencente ao estado. Seu maior atrativo é o palácio de veraneio do governado. Pezão e Wilson Witzel também tentaram vender a ilha. E não apareceu comprador.
  • WILSON Witzel tem sido pressionado pela mulher, Helena, a renunciar antes de seu julgamento final. Seria um ato político e ela acha que ele poderia reconstruir sua vida pública depois de algum tempo. Ela usa o exemplo de Fernando Collor, aliás, o senador agora denunciado pela Lava Jato.
  • SE o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, conseguiu deixar estocado, sem uso, mais de seis milhões de testes de coronavírus em plena pandemia, imagina o que ele seria capaz de fazer se fosse general e cuidasse da logística de uma Força Armada durante uma guerra.
  • MAIS de 40 anos depois de chegar a Porto Alegre sem ter onde dormir e sem dinheiro no bolso, o goiano de Piracanjuba Sebastião Melo (MDB) tem fama de lutador. Acaba de ser eleito prefeito da capital gaúcha, escanteando Manuela D’Ávila.
  • EM São Paulo, 30,8% dos eleitores não votaram. Foram 2,72 milhões de eleitores que se abstiveram, parcela maior do que a população do que aquela que votou em Guilherme Boulos (PSOL) que teve 2,13 milhões de votos.
  • O MDB de Sarney, o PP de Maluf, PSD de Kassab e PSDB de Fernando Henrique Cardoso elegeram mais de 2.550 dos cerca de 5.5 mil prefeitos.