Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GIBA UM

“O líder maior é sempre o presidente, pelo menos enquanto continua lá. Por isso é tão importante: se não souber falar, se tiver dúvidas, que o presidente se cale”

Fernando Henrique Cardoso, sobre a imagem do presidente Bolsonaro
07/07/2020 06:00 - Giba Um


Entre os economistas de plantão não há grande esperança de que os bancos vão se engajar, para valer, em conceder crédito para o universo de micro e pequenas empresas. 

Mais: o custo de falência aumento muito na crise. Até agora, apenas a Caixa, por ser um banco 100% estatal está operando a linha Programa Nacional de apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.
 

O líder maior é sempre o presidente, pelo menos enquanto continua lá. Por isso é tão importante: se não souber falar, se tiver dúvidas, que o presidente se cale”, 

de FERNANDO HERINQUE CARDOSO // sobre a imagem do presidente Bolsonaro.

 

In – Blusas simétricas

Out – Blusas assimétricas

 
 

Família Unida

Seguindo seu conceito de Arezzo Juntas, campanha iniciada em 2018 que ressalta enaltecer os laços femininos, a grife convidou uma das famílias mais queridas para reforçar esses valores. Em nova fase da campanha com direção de Giovanni Bianco a marca reuniu quatro gerações da família Gil; fazem parte Preta, Bela, Maria, Marília, Nara (filhas de Gilberto Gil), Flora, esposa, Dona Nair, Mãe de Flora, Laura, nora de Preta Gil e Flor e Sol de Maria, netas. Durante a filmagem e sessão fotográfica, Flora falou sobre o que o distanciamento social devido a quarentena ensinou a toda família. “Com o distanciamento físico passamos a ficar mais atentas umas com as outras em relação a saúde. Temos de nos ajudar. A Preta vem nos auxiliando muito pela experiência que teve, após contrair e ser curada da Covid-19. Ela tem sido fundamental para tranquilizar a todos”.

Desde 1989

As próximas eleições municipais entram para a história do país, a primeira a acontecer em novembro desde 1989. O palanque eletrônico será o único possível. A campanha terá clima de desinteresse porque a pandemia monopoliza a atenção. E tem a regra que proíbe coligações eleitorais, o que estimula os partidos a lançarem chapas completas nas grandes cidades. Essas eleições não serão marcadas pela nacionalização. A campanha em confinamento tolhe a oposição aos prefeitos. E tem a penúria financeira: quem conseguir com a negociação com o Congresso, tem chances de superar parte dos problemas causados pela pandemia – e largam com vantagem.

 
 

Reta final

Mais uma vez Giovanna Ewbank encantou seus fãs na sua reta final de gravidez. O marido Bruno Gagliasso postou algumas fotos com a legenda “Amor”, para dizer que estão ansiosos para chegada do primeiro filho biológico que deverá nascer nos próximos dias. Giovanna confessou que a barriga já está pesada. “Fiquei meio out do celular. Estou ficando bem cansadinha com essa barriga. Ando com muito sono e cansada”. No sábado um vídeo no canal Gioh (com 379 mil visualizações) mostrou um quiz para saber se eles estão preparados para chegada do bebê apesar do nervosismo do casal, mostra que estão prontos.

Outra Magda

É a segunda dor de cabeça para João Doria. Na primeira, Bia Doria, primeira-dama do estado, achou que “o minhocão era um viaduto”. Agora em entrevista a Val Machiori, não deixa por menos: “Não é correto você chegar lá na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar de que ela tem de sair da rua. A rua hoje é um atrativo”. Até assessores mais chegados referem-se a Bia no paralelo como Magda caseira do governador.

Queimando

O Brasil pode estar queimando ou jogando fora cerca de US$ 2,2 bilhões por ano de lixo eletrônico contendo fragmentos de ouro, prata, cobre e outros metais de valor, de acordo com estimativas de economistas da ONU. Globalmente, a perda – e estimada em US$ 57 bilhões por ano com lixo que deveria passar por tratamento e ser reutilizado.

 
 

Positiva

Em entrevista à GloboNews o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, avaliou que sua passagem pelo governo e sua atuação foi positiva. “Toda atuação do homem público está sujeita a críticas e a gente tem que aceitar, e eventualmente reconhecer erros, mas posso dizer que tentei fazer o meu melhor”. Mais: ele garantiu com os principais entreveros com presidente foi a discordância sobre a política armamentista e a transferência do Coaf para o Ministério da Economia.

Ciclone-voo

Bolsonaro, de máscara, ia sobrevoar área atingida pelo ciclone bomba e conversar com prefeitos de 185 municípios atingidos. O encontro deveria demorar duas horas – no ar e no chão. Ele sobrevoou duas cidades por meia hora e não anunciou aos prefeitos qualquer recurso a ser distribuído para a região. Fez tudo em meia hora e foi embora. Tinha um encontro marcado com o embaixador Todd Chapman, dos Estados Unidos. Almoçaram e festejaram o 4 de Julho, Data da Independência do país norte-americano. Todos sem máscara. 

FLORES

O Planalto vai gastar R$ 84 mil com flores para decorar os prédios da Presidência. Pelo edital, serão compradas “flores nobres, tropicais e de campo” e alista inclui arranjos para mesa, coroas fúnebres e buquês para homenagens. Também serão compradas três árvores de Natal de dois metros de altura, por um total de R$ 4,5 mil. O valor é menor do que o lançado pelo governo Temer de R$ 308 mil.

Melhor não

Renato Feder já estava confirmado como futuro ministro da Educação, mas quando soube que a Abin ia averiguar sua ficha preferiu evitar vexame e caiu fora. Ressurge o nome de Eduardo Deschamps, ex-secretário da Educação do governo de Santa Catarina. O problema que a Abin detectou na empresa de Feder com Justiça refere-se à acusação de suposta sonegação de ICMS. A empresa Multilaser tem contratos com o governo federal, o que também poderia virar alvo da oposição. 

RETRATO

Apesar dos protocolos de segurança sanitária para o retorno presencial às aulas incluírem álcool gel, quase dois milhões de alunos de 10.685 escolas públicas, das 139 mil unidades estaduais e municipais, ainda vivem uma realidade vergonhosa desde o século passado: não tem água limpa para beber e lavar as mãos. E em 4% das escolas não há banheiro e em 3% não tem luz elétrica.

Disputa

Com a pandemia, a Fazenda Boa Vista tornou-se um negócio ainda melhor para a JHSF. Mas nada se compara ao presente que a empresa recebeu quando a XP disse que vai comprar 500 mil metros quadrados em São Roque, comparados aos modestos 30 km quadrados da Boa Vista, para construir a Villa XP. Desde que foi inaugurada a Fazenda Boa Vista tornou-se o palco da competição de milionários: ali, a disputa é para ver quem constrói a casa mais cara, assinada pelo arquiteto mais famoso.

Outro rumo

O chanceler Ernesto Araújo vem acumulando desgastes de tal forma que até a equipe econômica e ministros pragmáticos vem se queixando de sua atuação. O mais provável seria uma transição amigável que durasse até o fim do ano, culminando com a nomeação para uma embaixada importante ou indicação para algum cargo em organismo internacional. o aval que Araújo tem do deputado Eduardo Bolsonaro e de Felipe Martins, assessor presidencial e discípulo de Olavo de Carvalho, porém, ainda, é capaz de segurá-lo no cargo.

NA ONU

Com um ano e meio de governo, depois de uma eleição vertiginosa, Wilson Witzel, quando era juiz seu objetivo era ser ministro do Supremo, o posto mais elevado da magistratura. Depois de eleito, revelou a amigos que seu plano era eleger-se presidente e depois cumprir o mandado – dois, de preferência – virar secretário-geral da ONU. É parte de grande matéria da Piauí.

MISTURA FINA

- A CANDIDATURA de Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo começa a andar para trás no Solidariedade. Paulinho da Força, um dos líderes do partido, defende apoio a Márcio França (PSB), ex-governador de São Paulo. 

- O SECRETÁRIO do Governo, general Luiz Eduardo Ramos, trabalha junto às lideranças do Congresso para acelerar a apresentação da PEC para alterar a Lei de Responsabilidade Fiscal. O ponto central para o governo é a redução de repasses a outros Poderes quando o Executivo arrecadar menos do que o previsto no orçamento.

- COM André Mendonça na Justiça, a relação entre o governo e secretários de segurança melhorou muito. Agora, os estados querem que essa lua de mel se converta em verbas. Por ora, nada.

- LEVANTAMENTO da Coppe/ UFRJ estima que 1,2 milhão de trabalhadores formais com idades a partir de 50 anos, perderão seus empregos no Brasil, em decorrência da Covid-19. Eles representam 18% do total de 6,7 milhões de demissões previstas desde o início da pandemia.

- AS direções da Fiat e da Peugeot no Brasil têm feito as primeiras conversas sobre as operações do novo grupo no país após a fusão mundial das duas montadoras. O pior é que o tema demissões, é predominante.

- FILIADO ao PSB, o ex-ministro do Supremo, Joaquim Barbosa, foi sondado pelo partido para concorrer à prefeitura do Rio. Disse que quer distância de eleição.

- O IBOPE não fará novas pesquisas de boca de urna nesse ano. Seguirá o exemplo do Datafolha, tardiamente, que suspendeu a prática há 14 anos. Os erros nesse tipo de levantamento se tornaram cada vez maiores.

- O SENADOR Major Olímpio terá papel importante – e um tanto prazeroso – na coordenação das campanhas dos candidatos à prefeitos do PSL, especialmente nas capitais. Vai ter tiro, pedrada e bomba no governo do ex-aliado Jair Bolsonaro.

- COM a pandemia as clínicas de estéticas também tiveram que fechar temporariamente as portas. Alguns não obedeceram o isolamento social e continuaram a funcionar (clandestinamente). Com isso, as brasileiras tiveram que apelar para produtos de procedimentos estéticos e novas tecnologias para rejuvenescimento “caseiro”. As paulistanas foram as que mais procuraram esses produtos nas plataformas de compras online, seguidas pelas cariocas, catarinenses e paranaenses.

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.