Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CLAUDIO HUMBERTO

“O risco é global, nenhum país está protegido”

Jarbas Barbosa, brasileiro vice-diretor da Organização Panamericana de Saúde (Opas)
01/05/2020 04:00 - Cláudio Humberto


“O risco é global, nenhum país está protegido”
Jarbas Barbosa, brasileiro vice-diretor da Organização Panamericana de Saúde (Opas)

Congresso nada; oposição a Bolsonaro está no STF
Jair Bolsonaro coleciona uma sequência de derrotas sem precedentes no Supremo Tribunal Federal (STF), em relação aos antecessores. Ministros mal disfarçam a antipatia pelo presidente e acabam usados por partidos de oposição como instrumento para impor derrotas, anulando decretos, medidas provisórias, nomeações, projetos, campanhas etc. Julgando contra o governo, ministros como o decano Celso de Mello, Alexandre de Moraes e Luís Barroso têm lembrado a Bolsonaro que a vitória nas urnas não garante o livre exercício das suas competências constitucionais.

Deixa que eu chuto
Apesar da origem tucana, Moraes não fica no muro: são cinco decisões contra o governo em 35 dias. Incluindo a “desnomeação” na PF.

Até ato administrativo
O STF barrou ato que devolvia a Funai ao Ministério da Agricultura. E por unanimidade impediu que Bolsonaro definisse políticas de isolamento.

Importante é derrotar
O STF impôs derrota a Bolsonaro e anulou MP que extinguia indecoroso DPVAT, além de impedir a extinção das sinecuras de conselhos federais.

Sem alívio
Por unanimidade, o STF barrou mudar a lei de Acesso à Informação para aliviar a punição a quem não respondesse pedidos durante a pandemia.

Midiático, Doria fracassa no combate à Covid-19
Os questionamentos do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre as medidas adotadas por alguns governadores como o midiático João Dória (SP) decorrem, além da batalha política, dos maus resultados obtidos no enfrentamento à Covid-19. Dória, que optou pelas medidas mais restritivas, inclusive ameaça de prisão a quem saísse de casa, não impediu o estado de se tornar o epicentro da epidemia no Brasil e atingir uma taxa de mortalidade de 8,3%, bem acima da média nacional.

Mau exemplo
A taxa de mortalidade média no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, é de sete em cada 100 infectados. Em SP, essa taxa é 20,3% maior.

Números não mentem
O governador afirma que o estado é o mais preparado, mas com 21,7% da população do Brasil, SP tem 33,6% dos casos e 40,2% das mortes.  

Holofote não salva vidas
Dória reserva parte das coletivas para criticar Bolsonaro e mostra que a preocupação de emplacar na imprensa parece maior que a com o vírus.

Alô, PF, alô MPF
A denúncia chocante de treze deputados estaduais do Amazonas continua sem resposta e nem providência das autoridades federais: o governo chefiado por Wilson Lima é acusado de superfaturar em 300% as compras de materiais e equipamentos de combate ao coronavírus.

O que é ruim, esconde
Ex-vice de Obama e candidato democrata a presidente, Joe Biden foi acusado de estupro, mas os brasileiros não sabem: os correspondentes certamente só se interessariam se o acusado fosse o rival Donald Trump.

A vida como ela é
Se Bolsonaro é desinformado sobre coronavírus, tem uma visão ingênua do interesse de muitos prefeitos no estado de calamidade de municípios, a maioria longínquos. O presidente acha que é para manter o povo em casa, mas é para comprar adoidado sem licitação. E superfaturado.

Poder do vírus
O impacto da pandemia do coronavírus foi brutal sobre a economia do Brasil. Em apenas três meses pulverizou 1,2 milhão de empregos e fez o país voltar ao fim de 2018 em termos de taxa de desemprego.

É do jogo
O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), afirmou que o Supremo Tribunal Federal “precisa defender a democracia” e que “ninguém está acima da lei, nem mesmo os filhos do presidente”.

Recompensa
O deputado Loester Trutis (PSL) e o empresário Ciro Fidélis, de Campo Grande (MS), estão oferecendo recompensa de R$100 mil a quem oferecer pistas que levam aos cúmplices de Adélio, o autor da facada no presidente Jair Bolsonaro. Pedem ligar para o celular (61) 99107-5856.

Franco atirador
Deputado do PDT apresentou projeto para suspender as atividades da bolsa (mercado de ações, títulos ou valores mobiliários) no Brasil, por 120 dias. Ou quer parar de perder ou nada entende de mercado.

Agilidade nacional
Pouco depois de firmar parceria para produzir 14.100 respiradores com indústrias nacionais, o Ministério da Saúde começou a distribuição das primeiras 272 unidades a estados e municípios em maior necessidade.

Pensando bem...
...o distanciamento social fez milagre no relacionamento entre o ministro Paulo Guedes e o Congresso Nacional.

PODER SEM PUDOR

Sempre perto do poder
Político que se preza não perde procissão. Na Paraíba, o deputado Antônio Montenegro, obediente à regra, esteve certa vez na procissão de Santo Antônio, em Piancó. Aproximou-se para ajudar a carregar o andor, mas os quatro lugares já estavam ocupados, um deles pelo senador Rui Carneiro, do MDB. Montenegro puxou o padre num canto e apelou: “Reverendo, eu queria pelo menos que o senhor deixasse eu ir perto da banda de música. Longe do poder é que não posso ficar...”

 
 

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

 www.diariodopoder.com.br

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido