Clique aqui e veja as últimas notícias!

CLÁUDIO HUMBERTO

Deputado Marcel van Hattem: “O STF não pode reescrever a Constituição”

Deputado Marcel van Hattem (Novo) sobre a decisão do STF que pode permitir a reeleição da dupla Maia/Alcolumbre
07/12/2020 06:00 - Cláudio Humberto


“O STF não pode reescrever a Constituição”
Deputado Marcel van Hattem (Novo) sobre a decisão do STF que pode permitir a reeleição da dupla Maia/Alcolumbre

Estados e municípios nunca arrecadaram tanto

Este ano ninguém ouvirá chororô de prefeitos para pagar o 13º dos servidores. Estudo da Secretaria de Fazenda do Ministério da Economia sobre a arrecadação de estados e municípios revela que 2020 vai fechar com os cofres municipais recheados. 

É que o governo federal transferiu recursos para cobrir a estimativa de frustração de receitas, na crise da pandemia, e suspendeu a cobrança das dívidas entre março e outubro. A estimativa estava errada, e os governos nunca faturaram tanto dinheiro.

Só em imposto

Consideradas as perdas em abril, maio e junho, a arrecadação dos estados, acumulada até outubro, já havia superado a de 2019.

Em plena pandemia

Até outubro, estados arrecadaram R$3 bilhões a mais que no mesmo período de 2019, e ficaram com R$50 bi a mais em dívidas suspensas.

Na conta

No caso dos municípios, o governo federal desembolsou R$ 43 bilhões de ajuda financeira, desconsiderando a suspensão de dívidas.

Muito no azul

Os 2.229 municípios avaliados, que representam 77% da população, receberam, em média, até agosto, 50% a mais que o necessário.

Vereadores ignoram covid em ‘marcha’ a Brasília

Vereadores de todo o País invadem Brasília, nesta terça (8), para uma marcha da insensatez em pleno repique da pandemia de covid-19. Mas parece irresistível o apelo da festança anual por conta da “viúva”, com passagens, diárias e hospedagens bancadas pelo pagador de impostos. 

Deveriam fazer diferente, afastando o dinheiro público da farra de quatro dias. Além de propor a redução de câmaras municipais, a maioria inútil, e sobretudo a eliminação dos próprios salários, como em países sérios.

Vereador sem salário

Vereadores não têm remuneração na maior parte dos países europeus. Em Lisboa, recebem apenas um jeton pela participação em sessões.

Mundo sem mordomia

Na Suécia, parlamentares não têm secretária, apartamento, assessores, carro oficial, nada. Há apenas alojamento para quem não vive na capital.

Ninguém merece

No Brasil, 20% dos 5,5 mil municípios não arrecadam o suficiente nem para manter câmaras. Muitos, nem para pagar salários dos vereadores.  

Caminho será longo

De acordo com o Paraná Pesquisa, a situação eleitoral de João Doria no Norte e Centro-Oeste chega a ser dramática, para quem pretende se eleger presidente: 1,6% das intenções de voto. No Nordeste melhorou, foi a 2,7%. Jair Bolsonaro soma 37,5% e 26,3%, respectivamente.

Entra governo, sai governo

O total gasto com cartões corporativos no governo Bolsonaro este ano soma, até novembro, mais de R$ 54 milhões e já se aproxima dos níveis dilmistas dessa modalidade de despesas. Está longe do recordista Lula.

Calma nessa hora

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, elogiou o Rio por descartar o lockdown e liberar shoppings 24h. “Expandir o horário de funcionamento dos estabelecimentos é uma forma de diminuir a aglomeração”, disse.

Stanislaw cantou a pedra

É a confirmação da sentença do humorista Sérgio Porto a distribuição de “honorários” a todos os advogados do governo pelo trabalho para o qual já são muito bem pagos. “Locupletemo-nos todos ou restaure-se a moralidade”, ironizava o genial o Stanislaw Ponte Preta. Dito e feito.

Comemoração em casa

O ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento) comemorou a entrega de 300 moradias a famílias de Mossoró-RN. Segundo ele, que até tirou fotos com contemplados do seu Estado, foram investidos R$18,3 milhões.

Aposta na instabilidade

A votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021 está marcada para dia 16, mas se o Congresso de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre não votar a matéria, o governo federal pode ficar sem base legal para pagar despesas obrigatórias, como salários, já a partir de 1º de janeiro.

Vencer é derrota

Apesar do consenso de “especialistas” de que o presidente foi derrotado da eleição municipal, a história é bem diferente em partidos ligados a Bolsonaro: o PP foi um dos grandes vencedores, o PSL quase triplicou de 30 para 85 prefeitos eleitos, e o Patriota cresceu quase 50%.

Hipocrisia textual

“Pessoas que querem extinguir pronomes de tratamento estão apenas ferindo as regras gramaticais e não anulando as diferenças”, disparou o deputado estadual Tenente Coimbra (PSL-SP) sobre “linguagem neutra”.

Pensando bem...

...o Brasil que se assusta com os milhões roubados em Criciúma já se acostumou com os bilhões roubados em outros locais.

PODER SEM PUDOR

Ninguém merece

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) é gente boa, mas um chato de galocha, prolixo e confuso. Certa vez, em 1994, num comício em Jaboticabal (SP), além de chegar atrasado, ele falou com seu tom de voz monótono por uma hora.

 Nem a militância aguentou: as pessoas procuraram encosto nos carros, nos postes, e logo havia gente dormindo. Ele tentou fazer graça: “Gente, eu estou vendo daqui algumas pessoas dormindo. Vou pedir licença para falar mais baixo, porque não quero acordar ninguém...” E deitou falação por mais vinte minutos.