Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GIBA UM

“Se eu mandar um abraço, todo mundo vai pedir”

Jair Bolsonaro, recusando-se a gravar uma mensagem ao lado de um apoiador
24/07/2020 05:00 - Giba Um


A chinesa Cofco que anunciou novas regras de compliance ambiental e rastreamento de toda a soja comprada no Brasil, tem um passado negro quando o assunto é responsabilidade socio-corporativa.

Mais: em 2017, foi multada por manter 13 lavradores em situação análoga à escravidão em Nova Maringá (MT). O Ministério do Trabalho disse ser “a maior operação de resgate de trabalhadores do país desde 2009.

 

“Se eu mandar uma abraço, todo mundo vai pedir e eu vou virar o Silvio Santos aqui”, 

de JAIR BOLSONARO // recusando-se a gravar uma mensagem ao lado de um apoiador.

 

In – Inverno: calças

Out – Inverno: shorts e bermudas

 
 

Mudança inevitável

A atriz Bruna Marquezine, que em breve completará 25 anos, mesmo sem contrato com a Globo continua com seus trabalhos para campanhas publicitárias. Embaixadora da Puma ela participa da nova campanha da marca, com filme e fotos feitas no começo do ano. A campanha tem como mote mudança e nada melhor do que falar do assunto como agora. Na propaganda Bruna definia a palavra da seguinte maneira: “A mudança acontece quando a gente se move e hoje ela é inevitável”. Mesmo sem poder ser “mover” muito as mudanças neste momento da pandemia realmente são inevitáveis. Mais: no canal no YouTube de Giovanna Ewbank, que está de licença maternidade, a atriz é uma das que assumirá o comando e se define como debochada, dedicada e garante que não daria de conta de ter um canal só seu. 

Hamilton embaixador

O vice Hamilton Mourão está assumindo a função de porta-voz do Brasil para assuntos do meio ambientes no exterior. Será uma espécie de embaixador plenipotenciário, notadamente nas questões ambientais. Vai manter contado com chefes de Estado, autoridades governamentais e empresários. O general é um PHD em assuntos da Amazônia, onde comandou a 2ª Brigada de Infantaria da Selva em São Gabriel da Cachoeira (AM) para não falar no fato de que a região está no sangue de Mourão (seus pais nasceram no Amazonas). A escolha de Mourão como “embaixador do meio ambiente” atende à exigência de que o interlocutor para assuntos ambientais no exterior seja alta autoridade. Além da missão internacional, Mourão já deixou sua marca com a proposta de aumento do quadro de fiscais do Ibama e trabalha pela recriação das Coordenações Regionais do ICMBio, órgãos que davam apoio técnicos a todas as 334 unidades federais de conservação do país. Foram extintas em fevereiro por meio de decreto de Bolsonaro, um dos itens da “boiada” de medidas infralegais.

 
 

Superando mais uma

A cantora Madonna voltar a virar assunto no Brasil ao publicar em suas redes sociais um vídeo de uma brasileira conhecida como “Marina Silva de Manaus”, mas que na realidade se chamaria Solange dançando a  Holiday que ela gravou em 1983.  E no vídeo a legenda: “Você está se sentindo sem esperança hoje? A vida parece ser uma má notícia após a outra? O Apocalipse parece estar ali na esquina… Eu acho que muitos de nós sentimos o mesmo. Em dias como este, temos apenas que aumentar a música e dançar”. Dias atrás já tinha chamado atenção ao postar foto de topless e muleta. Madonna está em tratamento desde maio de uma lesão que sofreu no joelho durante sua turnê Madame X. Mais: poucos sabem mas a cantora testou positivo para o Covid-19 no início da pandemia. 

Retrato

Depois de uma série de atitudes condenáveis do presidente Bolsonaro em relação ao combate à Covid-19, agora sabe-se o pior: o governo segurou mais de dois terços da verba emergencial liberadas para combater a doença. Dos R$ 38,9 bilhões previstos, o Ministério da Saúde só gastou R$ 11,4 bilhões até 25 de junho, o que significa que 71% dos recursos ficaram retidos nos cofres da União. Além de não gastar, o governo sonegou dinheiro que deveria ser destinado a estados e municípios. Pior só se tivesse adotado essa atitude como retaliação a adversários políticos.

 
 

Sem “rachadinha”

A deputada federal Joice Hasselmann tem alardeado entre seus colegas parlamentares que seu gabinete é o mais enxuto da Câmara com apenas 15 funcionários. A ex-bolsonarista, que ainda gostaria de tentar a prefeitura da cidade de São Paulo, termina sempre com o assunto dizendo “aqui não tem rachadinha”, que é provocação com endereço certo.

Desempenho

Dois levantamentos, um da consultoria AC Pastore e outro da FGV identificaram que os Estados com maior incidência de vítimas da Covid-19 por habitantes tiveram o pior desempenho econômico nos últimos meses, sugerindo um indício de correlação entre sucesso do isolamento social e o resultado no período. Dizem que não querem afirmar que a queda do comércio foi causada pelo número de mortos. O que pode ocorrer, com mais mortes, é o aumento das famílias com medo de sair de casa e maior incerteza com o futuro da renda.

AUXÍLIO-MORADIA

Um número cada vez maior de servidores federais tem solicitado o recebimento do auxílio-moradia. Uma das razões principais são os cortes da despesas com a manutenção de apartamentos funcionais e consequente deterioração dos imóveis. Estima-se que os gastos com auxílio-moradia apenas para funcionários de órgãos e autarquias do Executivo Federal passe dos R$ 500 milhões neste ano contra cerca de R$ 400 milhões no ano passado.

Cancelada

Sindicatos de motoristas de transporte privado em alguns estados, como Minas Gerais e São Paulo, irão à Justiça pedir que a Uber seja obrigada a pagar um piso mínimo a seus profissionais. A chance é pequena. No Ceará, a Justiça determinou que motoristas de aplicativos recebessem um mínimo de R$ 4,75 a hora trabalhada, mas a sentença de primeira instância foi derrubada pelo ministro Aloisio Corrêa da Veiga, corregedor geral da Justiça do Trabalho. A Uber diz que está se formando sólida jurisprudência de não haver relação de emprego entre a empresa e motoristas parceiros. 

APOIO

Rodrigo Maia, presidente da Câmara é favorável a reforma tributária. Não se sabe se não contexto todo, mas ele garantiu que quem apoiar a reforma  e for candidato a sua sucessão terá seu apoio na disputa. “Se eu tiver alguns votos, o meu candidato vai ser aquele que nos ajudar, aquele grupo de pessoas que nos ajudar, a aprovar reforma tributária. Acho que vai ser um legado muito importante que o parlamento vai deixar para sociedade brasileira”.

“Royalties”

Se depender de Davi Alcolumbre, o Senado votará na primeira quinzena de agosto a adesão do Brasil ao Protocolo de Nagoya. O acordo multilateral estabelece o pagamento de royalties por culturas agrícolas comprovadamente provenientes de outro país. Um exemplo: estima-se que o Brasil terá de pagar à China, cerca de R$ 1 bilhão por ano referentes ao cultivo da soja, oriunda do país asiático. Bolsonaro sempre torceu o nariz para esse acordo.

Na mira do Cade

Guerra no setor da construção civil contra a indústria cimenteira: pool de entidades prepara-se para acionar o Cade, acusando os fabricantes de cimento de formação de cartel. Os maiores alvos são Votorantim, Intercement e Lafarge-Holcin que, juntas controlam 70% do mercado brasileiro. O trio estava entre as seis empresas que, em 2014 foram multadas por R$ 3,3 bilhões por cartelização.

AINDA CIMENTO

Por outro lado, entidades como o Sindicato da Habitação (Secovi-SP), Sindicato da Construção Civil (Sinduscon-SP) e Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracon-SP), acabam de assinar manifesto contra o aumento dos preços do cimento. O Sinduscom-SP) afirma que “houve sincronização de reajustes” dos valores de insumo. Não falou sobre a ação do Cade, o que as demais entidades também optaram por fazer.

MISTURA FINA

- A PRIMEIRA parte do programa de reforma tributária entregue pelo governo federal ao Congresso teve o tema “Quando todos pagam, todos pagam menos”. Não é bem assim. Apesar da iniciativa de substituir PIS/Pasep e Confins inicialmente sobre folha de pagamento, importação e receitas por um único tributo, a CBS, a lista de isenções continua grande e ainda inclui templos religiosos, sindicatos – e, claro, partidos políticos.

- AINDA a reforma tributária: outra exceção à nova regra é a Zona Franca de Manaus, que continua mantida. A alíquota da nova CBS será de 12%, mas bancos, planos de saúde e seguradoras ficarão na forma antiga com alíquota de 5,9%. E partidos políticos também gozam de isenções em Portugal como IVA, IPRJ, imposto sobre sucessões, doações e outros.

- O MINISTÉRIO da Agricultura está em estado de alerta: depois de décadas, a Arábia Saudita voltou a importar carne do Paraguai. Em um mês, teriam sido embarcadas cerca de seis mil toneladas, algo em torno de 10% do total exportado anualmente pelo Brasil aos árabes. Em meio ao boicote internacional a frigoríficos brasileiros, não é um bom sinal.

- ISABELA Oassé de Moraes Ancora Braga Netto, filha do ministro da Casa Civil, Braga Netto, desistiu de ocupar uma vaga na Agência Nacional de Saúde Complementar  (ANS). Ainda filho de militares: Antonio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente Hamilton Mourão, foi promovido no cargo no BB dias após a posse do novo governo em janeiro de 2019.

- O PASTOR Everaldo, líder do PSC, está garimpando um cargo no governo de Leonardo Gadelha. Ex-presidente do INSS no governo Temer, Gadelha foi candidato a vice-presidente da República na chapa de Everaldo em 2014. 

- NOS bastidores do futebol, o torneio que o Flamengo quer realizar em Brasília antes do Campeonato Brasileiro, sob as benções de Jair Bolsonaro e do governador Ibaneis Rocha, já ganhou um apelido. Está sendo chamado de “Cloroquina Cup”.

- O RAPPER e empresário Kanye West, ainda marido de Kim Kardashian, lançou sua candidatura à presidência do Estados Unidos. Só que devido aos problemas expostos com a mulher e afirmação de que ele sofre de transtorno bipolar, deve afundar sua candidatura. Agora, a socialite Paris Hilton também afirma que será candidata à presidência norte-americana.

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...