Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GIBA UM

“Se não houve vazamento, ela tem bola de cristal; uma coisa ou outra”

RODRIGO MAIA, sobre as informações vazadas da deputada Carla Zambelli sobre operações da Polícia Federal contra governadores
12/06/2020 05:00 - Giba Um


“Se não houve vazamento, ela tem bola de cristal; uma coisa ou outra”,  
RODRIGO MAIA // sobre as informações vazadas da deputada Carla Zambelli sobre operações  da Polícia Federal contra governadores.

Nos bastidores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o entendimento é que esses processos de cassação da chapa Bolsonaro-Mourão são juridicamente frágeis e não têm chance de prosperar.  

Mais: os ministros não são tão categóricos quanto às quatro outras ações, que investiga o impulsionamento ilegal de mensagens via WhatsApp – iniciativa supostamente financiada por empresários bolsonaristas.

 
 

Meu nome é trabalho

Penélope Cruz está na capa da revista britânica Red Magazine. Em meio a pandemia e com fotos e entrevistas feitas antes do isolamento, ela confessou que precisava de um tempo para cuidar ela. “Eu não sou tão boa nisso porque sou uma pessoa muito nutritiva por natureza, tenho que me lembrar de criar um tempo para mim mesma. Não é algo que me ocorre naturalmente, tenho a tendência de fazer o oposto, mas estou trabalhando nisso!”. Mãe de dois filhos (Leonardo, 9 anos e Luna de 6 anos), ela é uma das poucas atrizes que não parou de trabalhar. Em breve, poderá ser vista no filme Wasp Network – Prisioneiro da Guerra Fria que entra no catálogo da Netflix no próximo dia 19. Mais: ela ainda está esperando acabar o isolamento para começar a gravar En Los Margenes  (em inglês, On The Fringe) com direção do argentino Juan Diego Botto.

“Mãe Zambelli”

A operação da PF que investiga fraudes na compra de respiradores no Pará ainda estava em curso, mas a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) já foi ao Twitter, intitulando-se “Mãe Zambelli” para avisar que São Paulo, cujo governador, João Doria, é inimigo de Bolsonaro, poderá ser uma dos próximos alvos. Ela já teve o papel de avisar, em outra operação da PF no Rio, que o governador Wilson Witzel era um dos alvos. Anunciou um dia antes dos policiais revistarem o Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador do Rio. Há quem aposte que a intenção de “Mãe Zambelli” e amedrontar governadores que se opõem a Bolsonaro, especialmente ao determinarem medidas de isolamento para evitar a disseminação do coronavírus, como não quer o presidente. E, claro, mostrar intimidade com o poder. As previsões da deputada lançam uma nuvem sobre a atuação da PF e sobre o presidente que ela gosta de defender. O tuite dela é exatamente o contrário do que Bolsonaro precisa para afastar suspeitas nos inquéritos do STF.

 
 

Mulher coragem

A atriz Suzana Alves, 41 anos, a eterna Tiazinha, mostrou que é mesmo uma mulher de coragem.  A primeira foi assumir seu personagem sexy no Programa H (apresentando por Luciano Huck), na Band, em 1997. Depois foi largar sua personagem e se dedicar a sua carreira de atriz, e mostrar seu lado empresária,  onde até 2018 foi sócia de um estúdio de Pilates. Agora, ao assumir seus fios brancos nas redes sociais em uma das fotos legendou: . “Efeitos de não fazer raiz do cabelo na quarentena. Liberdade e coragem. Quem por aí também está deixando as madeixas brancas e mesmo assim está feliz?”. Em outra foto também compartilhou o lado grisalho de seu marido, o ex-tenista, Flávio Saretta (39 anos).

Provocação pura

As eleições nas universidades para escolha de indicados a reitor podem (e são) sempre polêmicas. Já o governo baixar  Medida Provisória para delegar esta função ao ministro da Educação, Abraham Weintraub (logo ele), é pura provocação, especialmente porque a MP poderá ser devolvida ou suspensa em plenário pelo Congresso. Rodrigo Maia, presidente da Câmara, gostaria que o governo recuasse e retirasse a MP. Sob a justificativa risível da epidemia, significa uma intervenção nas instituições no estilo da ditadura militar. Tendo à frente um bolsonarista radical, que rejeita o princípio constitucional de autonomia universitária.

In – Verduras: mostarda
Out – Verduras: rúcula

 
 

Por um fio

O governador Wilson Witzel está por um fio. A Assembleia Legislativa aprovou abertura do processo de impeachment contra ele, que não teve nem os votos de seu partido, o PSC. Foi goleado por 69 a 0, um placar para fazer inveja a qualquer seleção brasileira. Essa unanimidade indica que Witzel está com um pé fora do Palácio Guanabara. Ele perdeu secretários e até o líder do governo na Alerj votou contra o ex-aliado. O mandado de buscas derreteu o governo.

Combinado

Há quem estranhe muito o ataque de Olavo de Carvalho a Bolsonaro, com direito a termos chulos, não combina com o presente que ele irá receber (um livro didático para alunos do ensino médio das escolas públicas. Outros apostam que a história é outra: o livro poderia ter sido uma ação isolada de Abraham Weintraub ou as barbaridades ditas por Carvalho teriam sido combinadas com família Bolsonaro, via Eduardo, com intenção de afastar a associação extrema do filósofo com a família. Afinal, faria parte do “novo normal”.

FERINDO A LEI

Pego de surpresa com o desaparecimento repentino de informações sobre a pandemia, a Controladoria-Geral da União tratou de advertir o governo internamento que qualquer omissão de dados poderia significar descumprimento a lei. A CGU reconhece a falta de experiência da nova equipe do Ministério da Saúde, mas avisou que a obrigação do órgão é resolver problemas – e não para criar novos. Daí o recuo do governo e estabelecimento de novos horários.

Cerco

Só a força de Paulo Guedes é que poderá manter Solange Paiva Vieira à frente da Susep. O Centrão, via o ex-deputado Armando Vergílio, do Solidariedade, já indicou ao Planalto dois nomes para o lugar dela: Joaquim Medanha e Paulo dos Santos. Os dois são velhos conhecidos da autarquia. O primeiro indicado pelo Centrão foi superintendente da Susep; o segundo, ocupou uma diretoria de Administração. Não deixaram saudade junto ao corpo técnico. Mas Solange não vive sua melhor fase. Há pouco tempo, vazou a informação de que, numa reunião, ela teria dito que a morte de idosos por Covid-19 ajudaria a melhorar as Contas da Previdência. Solange nega. No governo Bolsonaro, a declaração está longe de ser demeritória.  

PARA AGRADAR

O presidente Bolsonaro está de todas as formas tentando o apoio do maior número de congressistas temendo um pedido de processo de impeachment. O foco claro é o Centrão, para onde tem distribuído vários cargos de segundo e terceiro escalão. Agora o Capitão tenta um golpe mais alto e cria o Ministério das Comunicações e escolhe o deputado Fábio Faria (PSD-RN) para ocupá-lo.

Mais mortos

Segundo projeção feita pela Casa Branca, se o Brasil não mudar algo no combate e prevenção ao novo coronavírus em agosto será o campeão de mortes causadas pelo vírus. Projeção é baseada num dos  principais modelos matemáticos usados Casa Branca, que mostra que em 10 de março no Brasil havia 10 mil mortes registradas, e em 9 de junho este número praticamente triplicou quase 39 mil mortos. Se as projeções estiverem certas em agosto o Brasil terá 137,5 mil mortos e os Estados Unidos 137 mil.

Mulher incluída

O estrago do governador do Rio ficou maior  com a revelação de que sua mulher mantinha vínculos com o maior fornecedor do estado. Em plena pandemia, Witzel se envolveu num escândalo de saúde. Ele anunciou a construção, de sete hospitais de campanha. Só entregou um, sem condições de receber pacientes. Ele se destacou positivamente quando decretou medidas rígidas de isolamento social. Depois, tentou uma trégua com a família Bolsonaro, que não topou. Hoje, se arrisca seguir o caminho dos cinco antecessores que foram parar na cadeia.

SOBREVIVÊNCIA

Acusado de corrupção, o governador do Amazonas, Wilson Lima, tenta sobreviver ao processo de impeachment. A Operação Apneia reforçou a esperança de que a PF apure outras denúncias de corrupção contra o governador. Na TV, a operação da PF foi noticiada como “a segunda chance contra governadores críticos de Bolsonaro”. É como se fosse atenuante e fosse só detalhes a corrupção na pandemia e a dinheirama apreendida. As apostas são de que o destino de Lima está selado.

MISTURA FINA

  • APÓS a Operação Apneia humoristas de plantão (profissionais ou não) já começaram as gozações dizendo que este ano não era o ano para Wilson.  Afinal de contas, os dois governadores Wilson do Brasil (Witzel do Rio, e Lima do Amazonas) estão sobre a mira de operações da Polícia Federal. E provavelmente terão o mesmo destino.
  • PESQUISA do Instituto Orbis revela que a maioria absoluta dos brasileiros (67,7%) é contra uma eventual intervenção militar sobre os poderes. Já 21,7% defendem um golpe militar no Brasil. Outros 10,6% não souberam avaliar. No Sudeste, a parcela contra um eventual golpe dispara e chega a 70,2% e apoio a um golpe é reduzido para 18,6%.
  • O GOVERNO poderia enviar uma proposta de reforma tributária ao Congresso Nacional no início de julho ou início de agosto. O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, fez o anúncio em seminário promovido pela Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil. A decisão é de Paulo Guedes, ministro da Economia e o assunto vem sendo conduzido internamente pelo secretário especial da Receita Federal, José Tostes e pela assessora especial do ministro, Vanessa Canado.
  • O ANO de 2020 nem chegou à metade e o 2021 da Ciência e Tecnologia já corre risco. O secretário-executivo do Ministério, Júlio Semeghini Neto, teria sinalizado a dirigentes de órgãos vinculados à Pasta a previsão de uma redução no Orçamento para o próximo ano de 30%. Neste ano, o orçamento da Pasta não era grande e o ano que vem, ameaça virar pequeno  demais a ponto de se discutir a importância e utilidade do ministério.
  • EM meio aos embates entre Bolsonaro e o STF, Augusto Aras, o PRG, tem outro motivo de preocupação. O secretário-geral do MPF, o subprocurador Eitel Santiago, testou positivo para o novo coronavírus e está internado num hospital de Brasília. Aras já foi aconselhado a fazer o exame. Eitel era presença assídua no seu gabinete.
  • COMERCIANTES já esperam que assim como na Páscoa e Dias das Mães, as vendas para os Dias dos Namorados, comemorado hoje no Brasil, caiu consideravelmente. Mesmo assim, com a pandemia, 53% dos apaixonados pretendem comemorar a data de alguma maneira segundo levamento do Startup de serviços digitais Iq.  26% dos entrevistados disseram que gastariam até R$ 60 reais, 31% gastaria de R$ 60 a R$ 120, 16% de R$ 120 a R$ 240 e 9% acima de R$ 240.
  • AINDA sobre o levantamento IQ: 33% dos apaixonados disseram que pretendiam que encontrar com o parceiro. Destes que irão se encontrar 27% falaram que iriam comemorar a data assistindo lives, 45% assistindo filmes ou séries e 28% poderiam realizar jantares românticos em casa.

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.