Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CLÁUDIO HUMBERTO

“Sim à reforma administrativa e ao corte de gastos públicos”

Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) defende o projeto de reforma do governo federal
16/02/2020 05:00 - Cláudio Humberto


“Sim à reforma administrativa e ao corte de gastos públicos”

Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) defende o projeto de reforma do governo federal

 

Petrobras silencia sobre privilégio a banco francês

A Petrobras se recusa a esclarecer os critérios que usou na escolha de um banco francês para vender seus ativos, no âmbito do seu “plano de resiliência” para se afastar da imagem de corrupção. O banco francês Crédit Agricole foi escolhido como “assessor financeiro” em 4 de 5 “oportunidades de negócios” de 2020. Indagada, a Petrobras silenciou sobre o processo de escolha, quanto a ‘gentileza’ vai custar e o que o banco do país de Emmanuel Macron fez para merecer o negócio.  

Muito estranho

Em outros anos, o serviço de “assessoria financeiras” foi prestado por vários bancos, mas este ano só dá o francês Crédit Agricole.

Apaixonados

Em 2019, a Petrobras contratou bancos como UBS e Citi. Em 2018, Bank of America e Itaú, entre outros. Em 2020, só dá Crédit Agricole.

Transparência para quê?

A Petrobras alega que “é prática de mercado”, e que o TCU chancelou a privatização. Mas não explica valores, nem o processo.

Olha a ‘eficiência’

O Crédit Agricole registrava prejuízos no Brasil em 2018, quando perdeu quase R$16 milhões apenas no primeiro semestre do ano.

Ibaneis: STF decidirá sobre destino de Marcola  

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, não quer polemizar com o governo federal sobre a transferência dos mais perigosos bandidos do País, entre eles Marcos Camacho, o “Marcola”, criminoso condenado a 330 anos de cadeia, para o presídio federal de segurança máxima da Papuda, a cinco quilômetros do Palácio do Planalto. “Agora a responsabilidade está com o Supremo Tribunal Federal”, disse ele.

Hordas de bandidos

Marcola atraiu para Brasília outros perigosos bandidos, e há um mês foi descoberto plano ambicioso para “resgatar” os facínoras da Papuda.  

Barroso decidirá

O ministro Luís Barroso, relator da ação pedindo a saída de Marcola do DF, nesta sexta, deu prazo de 72 horas para o Planalto se explicar.

Resgate, nem pensar

O ministro Augusto Heleno (GSI) diz que a transferência desestruturou a gangue, e que o Exército impedirá qualquer tentativa de resgate.

CPI dos Bilhões para Cuba

A deputada Caroline de Toni (PSL-SC) anunciou nas redes sociais que haverá CPI para “investigar investimentos do governo brasileiro na ditadura comunista de Cuba”. O problema é Rodrigo Maia permitir.

Alô, polícia

A Anac fechou os olhos, que malandros, às empresas aéreas low cost que reduziram as dimensões da mala de mão. Agora, gratuito, só o que cabe debaixo da poltrona. Para guardar no bagageiro, só pagando.

Perguntar não ofende

O secretário de Regularização Fundiária do Ministério da Agricultura, Luiz Nabhan Garcia, que exige ser chamado de “ministro”, mandou apurar “o comportamento nada ético” de uma servidora que, durante audiência pública em Marabá, teve a ousadia de lhe fazer perguntas.

Os intocáveis

Projeto do senador major Olímpio (PSL-SP) que acaba a proibição de prender eleitores em período eleitoral recebeu parecer favorável do relator Jorginho Mello (PL-SC). Os candidatos continuarão intocáveis.

A lei sou eu

Após desqualificar decisão do presidente do STF, a federação dos petroleiros, ligada ao PT, questiona até a legitimidade da Petrobras de acionar a Justiça contra a greve política dos próprios funcionários.

Faltam as manchetes

Sempre que erram, as polícias aparecem como vilãs nas manchetes, mas a atuação eficiente evitou 10 mil mortes no ano passado em relação a 2018, segundo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Na ponta do lápis

A meta de arrecadar R$150 bilhões em vendas e concessões pareceu ousada quando anunciada pela Secretaria de Desestatizações no início do ano, mas R$29 bilhões arrecadados em 40 dias a tornaram factível.

Nova tentativa

Depois de ouvir o que não queria no depoimento de Hans River, o PT aposta todas as fichas em Flávia Alves, quarta (19). Ela é dona da Yacows, processada na justiça por River, seu ex-empregado.

Pergunta na invasão

Afinal, os sem-terra vão ou não processar o oportunista que posou com boné do MST em Hollywood, símbolo do “capitalismo decadente”?

 
 

PODER SEM PUDOR

Mulher, o fraco do João

Na campanha de 1982, João Cordeiro de Sobral disputou a prefeitura de Salto do Céu (MT). Boa praça, querido na cidade, ele tinha um problema: era mulherengo. Certo dia, durante um comício, dirigiu-se assim aos candidatos ao governo, Júlio Campos, e ao Senado, Roberto Campos: “Como não podem dizer que sou vagabundo ou ladrão, resolveram explorar a minha fraqueza pelo sexo feminino. Tudo o que dizem é verdade, só esqueceram de dizer que eu sou bom pai e bom marido. Não é, Adalgisa?...” Sua mulher, ao lado, balançou a cabeça, em sinal de concordância, enquanto ele arrematava: “...e nesta praça, as senhoras sabem que foram muito felizes todas as mulheres que desfilaram na passarela do meu coração!...” Júlio e Roberto Campos, incrédulos, anteviram derrota. Mas, nas urnas, Sobral deu um banho nos adversários.

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.