Colunistas
ESPORTES

Consenso na eleição da CBF não é o mesmo em negociação da liga de clubes

Confira a coluna do PVC desta segunda-feira (25)

Paulo Vinícius Coelho - PVC

25/03/2022 00:03

Santa contradição, num país polarizado há dez anos houve uma rara unanimidade nesta semana: o novo presidente da CBF. 

Sua competência não é incontestável, mas todos os clubes votaram em Ednaldo Rodrigues para ser o primeiro presidente negro da entidade, mandatário até 2026.

Só duas exceções. A Ponte Preta enviou representante que se apresentou com a xerox de uma procuração, vetada pelas regras. 

Não pôde votar. E a Federação Alagoana, do vice-presidente, Gustavo Feijó, que tentou na Justiça anular o pleito.

Fora isso, todos os presidentes escolheram Ednaldo Rodrigues, eleito com o compromisso de apoio à formação da Liga.

Curioso que o consenso para eleger Ednaldo seja inversamente proporcional à concordância sobre os termos da formação da nova Liga. Seja pela discussão dos direitos de TV, seja pela escolha de qual empresa irá formatar o modelo e trazer um investidor.

Ainda não acabou... Assine o Correio do Estado para continuar lendo essa notícia

Apóie o jornalismo sério, que tem compromisso com a verdade e com a entrega de conteúdo relevante para você todos os dias.
Apenas R$ 9,90 por mês

Quero Assinar

Já é assinante? Faça login clicando aqui