Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

GIBA UM

“Meu governo é composto pelos ministros, presidentes de estatais e dos bancos públicos e em dois anos, não houve corrupção?”

do presidente JAIR BOLSONARO, se isolando do senador Chico Rodrigues
19/10/2020 05:00 - Giba Um


“Meu governo é composto pelos ministros, presidentes de estatais e dos bancos públicos e em dois anos, não houve corrupção?”,  
de JAIR BOLSONARO // se isolando de Chico Rodrigues.  

A OMS se concentra no ressurgimento das infecções por coronavírus na Europa. Em países como Espanha e Itália, o número de infectados já ultrapassa o pico das doenças nos meses mais graves da pandemia do continente.

Mais: o caso da França chama a atenção: o número diário (31 mil) supera o Brasil (27 mil) que tem uma população quatro vezes maior. Apesar disso, o número de mortes é uma pequena fração do período mais grave da pandemia.  

In – Tênis sem cadarço
Out – Tênis com cadarço

 
 

Tudo rosa

Na última quinta-feira (15) a revista Glamour exibiu de forma online através de seu canal do YouTube a quinta edição da premiação Geração Glamour, que premia mulheres que se destacaram durante o ano. 

O show ficou sob comando de Fernanda Paes Leme (primeira foto à esquerda) e Preta Gil. Entre convidadas, apresentadoras e concorrentes uma exigência, que todas estivessem de rosa. 

Pedido feito, pedido atendido e aconteceu um desfile de modelos e tons. Iza (segunda foto) que  foi vencedora da categoria de mulher do ano exibia um look com babados, que também foi opção de Larissa Manoela (terceira foto), num tom mais forte e vencedora do prêmio Geração Z. 

Já a vencedora da categoria Atriz do ano, Agatha Moreira (quarta foto) resolveu optar pelo modelo de alfaiataria deixando a mostra sua lingerie. Já a filósofa Djamila Ribeiro (quinta foto) ganhadora do prêmio de Inspiração exibiu modelo com recorte, ao contrário de Thelminha Assis (última foto) que preferiu um modelo slip dress bem básico.

Entende do Brasil

No início do segundo mandato de Barack Obama ele designou o então vice-presidente Joe Biden a responsabilidade de supervisionar a relação dos EUA com a América Latina. 

E Biden imediatamente focou no Brasil, para onde viajou e construiu uma relação com a então presidente Dilma Rousseff e seu gabinete. Tratou de temas importantes para os dois países, não apenas em termos de relações bilaterais, mas num contexto global. 

Ou seja: Biden já entende a importância da América Latina e do Brasil. Não precisa que ninguém explique para ele. Mais: O Brasil deverá atingir em 2020 o segundo maior nível de dívida pública de um grupo de 40 países emergentes e de renda média, segundo estimativas do FMI. 

Nas projeções do Fundo Monetário Internacional, o endividamento bruto brasileiro alcançará a marca de 101,4% do PIB, atrás apenas dos 120,3% do PIB previsto para Angola e muito acima dos 62,2% do PIB esperado para a média desse grupo de economias. Nas projeções do Fundo, o Brasil deverá ter déficit primário até 2025.

 
 

Viciada em filtro

A atriz Giulia Costa, 20 anos, filha de Flávia Alessandra e Marcos Paulo confessou estes dias no Instagram que é viciada no filtro do aplicativo. “É o que sempre falo. A gente tem que estar se sentindo bem. 

Eu estava tirando filtro, porque sempre gosto de evitar, porque acaba que eu ia me ver sem filtro, abria a câmera sem filtro e eu falava: ‘meu Deus, eu estou feia!’. Comecei a me viciar com filtro, sabe?! Não, não era isso que eu queria”. 

Estudante de Cinema da PUC do Rio ela também fez outro desabafo: não está malhando. “Estou praticando ioga, mas malhando não estou, não estou motivada e não sei se vou voltar tão cedo, infelizmente”.

Contra a União

Quem tiver a curiosidade de ler o anexo de riscos fiscais, que acompanha o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) para 2021, vai verificar que o total das demandas judiciais contra a União, considerando aquelas de risco possível, se elevou de R$ 1,645 trilhão em 2018 para R$ 2,204 trilhões em 2019 – um crescimento de 33,9%. 

O anexo informa que o resultado foi influenciado pelo forte crescimento das ações de risco provável no período, que se elevaram de R$ 117,6 bilhões em 2018 para R$ 664,1 bilhões em 2019, uma variação de 410%.

 
 

Homem de Alcolumbre

O senador Chico Rodrigues, já apelidado de “cuecão”, é homem da campanha de “reeleição” de Davi Alcolumbre, presidente do Senado. É um dos articuladores do projeto que altera a Constituição para atender o desejo de Alcolumbre de se manter no poder. 

O senador que enfiou o dinheiro à derriére atuava como garoto de recados de Alcolumbre, fazendo um corpo a corpo em favor da tese de reeleição.

Perde força

Perde força o linchamento do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, liderado pelo grupo de ONGs que perderam poder e muito dinheiro no governo Bolsonaro, com seguidas vitórias de Salles na Justiça.

Mais: Salles está apertando o Ibama para que ele conclua até dezembro os estudos ambientais relativos à construção do segundo trecho da Ferrovia de Integração Centro-Oeste. O projeto está a carga da estatal Valec. Além da importância logística, Salles enxerga um valor inatingível no empreendimento: manter em alta seu ibope junto ao agronegócio.  

DELÍRIO

Paulo Guedes virou um animal que faz metamorfose e agora está dominado por um otimismo religioso. Só fala que “o Brasil está muito bem visto lá fora”, “respondeu fulminantemente  à crise”, “voltou a crescer em velocidade alucinante” e outros delírios. 

Se alguém perguntar sobre números de crescimento, Guedes vai disfarçar e adotar uma resposta que não se encontra em institutos de crescimento.

Sabatina

A Comissão de Constituição e Justiça agendou para a próxima quarta-feira (21),  a sabatina de Kássio Nunes Marques, que começará às 8h com a leitura do relatório do senador Eduardo Braga (MDB-AM) e só depois os 27 membros poderão fazer perguntas. 

Cada senador terá até dez minutos para formular seus questionamentos. Após todas as perguntas será iniciada a votação secreta. Se o nome de Kássio passar pela sabatina será encaminhado para votação no plenário do Senado, precisando de 41 votos para ter seu nome aprovado para o STF. 

Mais: além dos senadores, os cidadãos podem participar da sabatina enviando perguntas e comentários pelo Portal e-Cidadania.

MAIS CARAS

Na corrida municipal paulista a campanha de Bruno Covas é a maior até agora, quando comparado com os demais 11 candidatos. Ele declarou até agora R$ 5,3 milhões, a maior parte (R$ 5 milhões) repassada pelo diretório nacional do seu partido. 

Celso Russomano declarou receita de R$ 500 mil, repassado pelo diretório estadual do partido. A segunda mais cara é de Jilmar Tatto com R$ 4,4 milhões recebidos do diretório nacional do PT.

Agreste

O governador Renan Filho negocia com o BNDES a formatação do modelo de venda da concessão do saneamento do Agreste de Alagoas. Recentemente, o estado privatizou os serviços em 13 municípios. Renan não tem muita escolha. Com o covid-19 o caixa alagoano secou. Faltam recursos para manter os serviços de tratamento de água e esgoto em todo o estado.

Em falta

Quem diria a famosa cerveja está em falta em algumas prateleiras das cidades brasileiras. Um estudo feito pela Neogrid mostrou que a falta do produto em agosto chegou a 12,08%. Explicando: não é que não existem cerveja no mercado é que o consumo de algumas determinadas marcas aumentou devido ao isolamento social e se agravou com o calor das últimas semanas. 

Com as pessoas em casa devido a pandemia o consumo aumentou cerca 3,9%. Aliás, um levantamento da Unicamp, Fiocruz e a UFMG, mostra que o aumento por bebidas alcoólicas no Brasil nesta pandemia foi de 18%.  

FINAL

Um caso que se arrasta na Justiça Militar desde o primeiro mandato de Lula está chegando a um final. Quatro controladores de voo envolvidos numa paralisação ocorrida em 2006 serão julgados pelo Supremo Tribunal Militar nesta semana.

As chances de condenação do quarteto por motim e risco à navegação aérea são consideradas altas. O caso teve muita repercussão na época. O presidente Lula desautorizou a ordem de prisão dos grevistas, dadas pelo então comandante da Força Aérea, Juniti Saito.

MISTURA FINA

  • O MINISTRO Luís Roberto Barroso afastou o senador Chico Rodrigues por 90 dias, mas a decisão só vale se o Senado confirmar. Já interferências do STF no Poder Executivo, no entendo, têm eficácia imediata.
  • SE Chico Rodrigues (DEM-RR) for afastado em definitivo de suas funções como senador, quem assumirá seu lugar será seu primeiro suplente, Pedro Arthur, que por “coincidência” é seu filho. É a primeira função política de Pedro. O mandato de Chico vai até 2026, ou seja, se for impedido de suas funções seu filho de 41 anos ficará no lugar. E poderá tentar um eleição no mesmo ano que se encerra o mandato.
  • A PEDIDO da ministra Tereza Cristina (Agricultura), o Ministério da Justiça e a Polícia Federal vão fazer operações especiais para conter o contrabando de arroz na fronteira com a Argentina. Ou seja: por um efeito colateral, o produto tende a subir mais ainda no mercado interno.
  • GUILHERME Boulos, candidato à prefeitura de São Paulo, que vem apresentando maior performance a cada pesquisa, não mexerá, se eleito, nos tributos municipais. Irá aumentar apenas o Imposto Sobre Serviços (ISS) para as instituições financeiras da cidade.
  • CHIQUINHO Scarpa é candidato a vereador pelo PSD em São Paulo, partido de Gilberto Kassab. Esta semana, gasta sola de sapato na periferia e no metrô. Kassab acha que ele pode se tornar um daqueles fenômenos eleitorais.
  • O SENADOR Alessandro Vieira (Cidadania-SE) acionou o STF para impedir a nomeação de Jorge Oliveira no TCU. Alega “pressa”. O ministro José Mucio que ocupa a vaga, já ingressou com pedido de aposentadoria.
  • A RENDA per capita do brasileiro dobrou entre 1900 e 1940 e quintuplicou entre 1940 e 1980. Nada menos que uma metamorfose. Imaginem se o crescimento do período de 1940-80 tivesse sido mantido nos 40 anos seguintes. Nossa renda per capita hoje seria cinco vezes a de 1980, isto é, R$ 130 mil em vez de R$ 34 mil atuais.
  •  A RECOMENDAÇÃO do Conselho Nacional de Educação para que os alunos sejam automaticamente aprovados por conta da pandemia encontra resistência no Ministério da Educação. O ministro Milton Ribeiro deve anunciar uma decisão em relação às escolas federais até o início de dezembro.

Felpuda


Outrora bons de votos – faziam adversários temerem o confronto nas urnas –, agora, por mais que tentem, alguns políticos não conseguem, nem de longe, alcançar patamar de outros tempos e voltar ao que eram. 

O pior é que, a cada disputa, a preferência popular só vem diminuindo. Neste ano, a eleição municipal demonstrou que muitos já estão com prazo de validade vencido e rótulo gasto.

E faz tempo, hein?!