Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CLÁUDIO HUMBERTO

Procurador-geral: “Relatório de inteligência não é investigação criminal”

Augusto Aras, procurador-Geral da República, para quem o “dossiê” não é bem assim
20/08/2020 07:00 - Cláudio Humberto


“Relatório de inteligência não é investigação criminal”

Augusto Aras, procurador-Geral da República, para quem o “dossiê” não é bem assim

 

Sem votos, Rede ‘governa’ com a ajuda do STF

O partido Rede Sustentabilidade nada de braçadas em um Supremo Tribunal Federal (STF) disposto a criar embaraços ao atual governo. Sem votos, o Rede tem só um deputado. No caso do “dossiê”, que afinal não é “dossiê”, segundo a Procuradoria Geral da República (PGR), é a 8ª ação do Rede no STF que cancela prerrogativas do presidente, cassa atos, governa sem votos. O partido consegue tudo, anulando medidas provisórias e até nomeação de auxiliares, apesar de ações limitadas e de advogados não se mostram nem mesmo bons leitores de texto, na sustentação oral.

Vale até causa ruim

Além dessa história do “dossiê, o Rede anulou no STF a extinção do DPVAT, cartório indecoroso que enriquece alguns poucos empresários.

Eleito não governa?

O Rede também conseguiu do STF a suspensão do ato presidencial que transferia a demarcação de terras indígenas para a área de Agricultura.

Parceria fortalecida

Outra medida do presidente, que dispensava órgão públicos de publicar editais em jornais, também foi revertida pela parceria Rede/STF.

Consegue o que quer

O veto à MP sobre punição de agentes públicos em ações contra covid-19 e o abusivo inquérito “contra fake news” também estão nessa conta.

Apesar do pessimismo, há quem cresça na crise

Apesar das previsões catastróficas de apenas alguns meses atrás, incluindo o chute criminoso de “1 milhão de mortos no Brasil” até este mês por covid-19, a economia tem apresentado sinais importantes de recuperação, mesmo com o cenário muito desfavorável para outros setores. Apesar da pandemia, supermercados (5,4%) e farmácias e perfumarias (2,8%) devem faturar em 2020 mais que no ano de 2019.

Queda inevitável

Ainda assim, das noves atividades do varejo pesquisadas pela Fecomercio-SP, sete devem encerrar o ano com baixa nas vendas.

Pior cenário

Lojas de vestuário, tecidos e calçados lideram as perdas, com previsão de -25,2% no faturamento, em relação a 2019.

Viés de alta

O setor de materiais de construção também deve apresentar queda no faturamento (-17,6%), mas já apresentou sinais de recuperação em julho.

Protesto armado não pode

No julgamento do caso do “dossiê”, o procurador-geral Augusto Aras lembrou que a Constituição permite a livre manifestação, mas a segurança pública e até a segurança nacional ficam ameaçadas “quando pessoas armadas se reúnem em protesto político, como o grupo “antifa”.

Para a vítima, nada

O ministério público move ação para que uma blogueira irresponsável pague indenização de R$1,3 milhão a um “fundo”, por divulgar nome e endereço da menina estuprada de 10 anos. Para a garotinha, nada.

Vai entender

O Imperial College de Londres, que perdeu credibilidade ao projetar 1 milhão de mortos por covid-19 no Brasil até agosto, agora diz que a tendência é de desaceleração de infectados e de óbitos. Desconfie.

Fortaleza reduz óbitos

Mais uma má notícia para o jornalismo de funerária: Fortaleza chega a 14ª semana com tendência de queda consistente no número de mortes por covid-19. Segundo o prefeito Roberto Cláudio a capital cearense saiu do pico de 87,6 óbitos por dia, em média, para 1,1 na última semana.

Papo motoqueiro

Campeão de votos, o deputado estadual Capitão Contar (PSL) fez sua campanha em uma motocicleta por todo o Mato Grosso do Sul. “Cadê a moto?”, gritou o motociclista Bolsonaro, ao vê-lo no aeroporto terça (18).

Fundamental

O chanceler Ernesto Araújo reiterou apoio do Brasil à realização de eleição do presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento nos próximos dias 12 e 13. O Brasil defende o banco reforçando o papel na recuperação econômica do continente em torno de valores democráticos.

OMS chinesa

Enquanto na Inglaterra, jovem foi multada e proibida de receber visitas por três meses após festa para 100 pessoas, o festival de música em Wuhan, origem da pandemia, na China, sequer foi criticado pela OMS.

Anote aí

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou a TAM (atual Latam) a indenizar um casal em R$20 mil por danos morais, após submeter os clientes a um atraso de 12h em voo de Nova York a Belo Horizonte.

Pensando bem...

...nada como uma pesquisa favorável e um leitão sobre a mesa para acalmar opositores.

 
 

PODER SEM PUDOR

O salário do governador

José Aparecido de Oliveira governava o Distrito Federal, em 1985, e não conseguia trabalhar com o barulho de grevistas, diante do Palácio do Buriti. “Vou lá!” decidiu, irritado. Atravessou a rua sozinho e encarou os manifestantes. “Quanto você ganha?”, provocou um deles, às suas costas. Ele se voltou, num gesto rápido, e disparou, dedo em riste: “O que você nunca vai ganhar, porque não gosta de trabalhar!” Os manifestantes caíram na gargalhada. Aparecido ganhou o respeito deles, obtendo o fim da greve e, sobretudo, daquele barulho infernal.

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!