Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CLÁUDIO HUMBERTO

Presidente da Câmara: “Quanto mais custa o Estado, mais punido é o cidadão”

Rodrigo Maia, falando em defesa da manutenção do veto de Jair Bolsonaro
21/08/2020 07:00 - Cláudio Humberto


“Quanto mais custa o Estado, mais punido é o cidadão”

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, em defesa da manutenção do veto de Bolsonaro

 

Centro e choque de realidade salvaram o veto

A manutenção do veto a reajustes para servidores públicos pelo placar de 316x165 votos mostrou a força do “centrão”, na base de apoio ao governo, e reafirma o tamanho real da oposição. Mas também mostrou a força da sociedade, que se manifestou rapidamente contra a decisão irresponsável de 42 senadores, na quarta (19), aplicando um “choque de realidade” na Câmara em relação ao esfolado pagador de impostos, que perdeu o emprego, a empresa ou teve salário e o faturamento reduzido.

Sem chantagem

Mantido o veto, os governadores e prefeitos não poderão fazer farra com o dinheiro da Saúde, mas eles se livraram da pressão de sindicalistas.

Mentira de sempre

A pelegada, que vive de garimpar penduricalhos, enviou mensagem aos deputados alegando uma surrada mentira: o veto “prejudica o pequeno”.

Vozes da indignação

A fala de Bolsonaro de que seria “impossível governar” e o alerta de Paulo Guedes sobre o impacto de R$130 bilhões foram fundamentais.

A voz da sociedade

O duro editorial do Grupo Bandeirantes, apontando a irresponsabilidade do Senado, calou fundo e foi decisivo na decisão da Câmara pró-veto.

Contra direção atual, voto direto avança na OAB

A comissão de Avaliação do Sistema Eleitoral da OAB aprovou voto direto para eleição do presidente e dirigentes da entidade, acolhendo proposta da OAB do Mato Grosso do Sul. Ainda há um longo caminho pela frente, até porque o grupo que controla a entidade, liderado pelo ex-presidente Marcus Vinícius Furtado Coelho, deve manobrar para impedir a alteração do Estatuto da OAB, reconhecendo o direito de eleger pelo voto seus representantes aos mais de 1 milhão de advogados inscritos.

Rito processual

A proposta do voto direto será levada ao pleno do conselho federal da OAB. Se os conselheiros aprovarem, inicia-se o processo legislativo.

Biônico no CF, nunca mais

A implantação do sistema de voto direto vai permitir a escolha dos integrantes da diretoria do conselho federal, incluindo o presidente.

Plenitude democrática

Para o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, autor da proposta, o voto direto vai conferir “plenitude da democracia em nossa instituição”.

Pauperismo jurídico

O ministro Gilmar Mendes disse que o número recorde de ações que o partido Rede emplacou no STF “diz bem dos argumentos de sua área jurídica”. Este é o ponto: juristas observam que, apesar do pauperismo das alegações, o Rede consegue o que quer. O buraco é mais em cima.

STF adora ser usado

O ministro Marco Aurélio expõe o esquema estabelecido no STF: “O Supremo está sendo utilizado pelos partidos de oposição para fustigar o governo. Isso não é sadio. Não sei qual será o limite”. Tiro certeiro.

Oposicionismo cego

O prefeito Rui Palmeira executa grande obra de saneamento em Maceió, beneficiando 30 mil pessoas, a maioria pobre, mas um loteamento de gente rica tenta impedir a obra. A asneira é liderada por uma moradora, vereadora de oposição Katia Born, ex-prefeita que não deixou saudades.

Ops, foi mal

Rodrigo Maia fez mea culpa ontem por haver colaborado para aprovar o truque que transformava em salário o dinheiro para Saúde, vetado pelo presidente. Ele diz que “não fazia ideia” da gravidade da medida.

A volta de Daciolo

Cabo Daciolo, quem se lembra?, deve virar o fenômeno eleitoral na disputa pela prefeitura do Rio de Janeiro. Ele se beneficia do “recall” da eleição presidencial e do senso de humor do carioca.

Tabuleiro de xadrez

Ao apresentar credenciais, esta semana, o embaixador Daniel Scioli presenteou o presidente a Jair Bolsonaro com um tabuleiro de xadrez cujas peças foram esculpidas por artesãos argentinos.

Precisa de oposição?

Apesar de o MDB orientar senadores a votarem a favor do veto ao aumento a servidores, Jarbas Vasconcelos (PE) José Maranhão (PB), Renan Calheiros (AL) e Simone Tebet (MS) votaram contra o governo.

Notícia boa

O número de casos simultâneos de coronavírus no Brasil continua em tendência de queda e chegou a 736.264 ontem. A queda já chegou a 10,1% em relação ao pico de 818.533, registrado em 8 de agosto. Nos EUA, o número de casos ativos subiu 5,3% no mesmo período.

Pensando bem...

...o Congresso manter a proibição a aumento de servidores é tão raro quanto neve no Brasil.

 
 

PODER SEM PUDOR

Ministro sem-tênis

O ministro das Relações Exteriores do governo FHC, Celso Láfer, inaugurou o vexame de tirar os sapatos ao desembarcar em Washington durante visita oficial, conforme revelou esta coluna com exclusividade, em 2001. Mas não foi a única autoridade brasileira a sofrer a humilhação. O ex-ministro Pratini de Morais (Agricultura) foi outro. Um amigo conferiu se ele havia mesmo retirado os sapatos, como Láfer. Pratini respondeu, com o bom humor possível: “Não, meu caro, eu estava calçando tênis...”

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!