Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CLÁUDIO HUMBERTO

Witzel: “Estão criminalizando a advocacia. A OAB tem que se manifestar”

Governador afastado do Rio, Wilson Witzel pedindo socorro da OAB, que se faz de surda
29/08/2020 05:00 - Cláudio Humberto


“Estão criminalizando a advocacia. A OAB tem que se manifestar”

Governador afastado do Rio, Wilson Witzel pedindo socorro da OAB, que se faz de surda

 

Traficantes do Rio já têm ‘exército’ maior que a PM

As facções de traficantes que dividem o controle de cerca de 1.500 favelas do Rio de Janeiro já somam 56 mil criminosos muito bem armados e mais numerosos que a Polícia Militar do Estado, com 44 mil policiais. A estimativa do “exército de bandidos” foi citada nesta sexta (28) pelo procurador de Justiça Marcelo Rocha Monteiro, em entrevista à Rádio Bandeirantes. Ele adverte: a decisão do Supremo Tribunal Federal de proibir a polícia nas favelas fortaleceu as organizações criminosas.

Olho no ‘território livre’

Cresceu a ambição da gangue paulista “PCC” para se estabelecer nas favelas do Rio, como mostrou operação da Polícia Federal dias atrás.

Guerra entre quadrilhas

Com a polícia proibida de agir, tiroteio de 27 horas marcou a tentativa de uma facção “tomar” o morro de São Carlos, no Rio, controlado por rivais.

Povo sob mira de armas

Na decisão do STF, os ministros não parecem informados sobre o drama vivido pela população favelada sob a mira das armas dos bandidos.

Império da lei do cão

O STF nem imagina que pode ser fuzilado morador com roupa amarela, cor rival, em morro controlado pelo “Comando Vermelho”, e vice-versa.

Witzel tentou manter ‘canalha vagabundo’ na Saúde

Wilson Witzel chamou de “canalha” e “vagabundo” o ex-secretário de Saúde Edmar Santos, que virou delator e peça chave no afastamento do governador pelo STJ. Mas o governador afastado do Rio de Janeiro lutou para mantê-lo no governo. Assim que exonerou Santos por corrupção na Saúde, Witzel o nomeou na Secretaria de Acompanhamento da Covid-19, mas a nomeação foi suspensa pela justiça fluminense. Sem o cargo, Santos optou pela delação premiada e entregou o esquema.

Raposa no galinheiro

Alvo de denúncias de fraude na compra de respiradores, Santos foi exonerado e nomeado de novo na mesma edição do Diário Oficial.

Tudo tem limite

Ao suspender a nova nomeação, a juíza Regina Chuquer disse que a “discricionariedade não é um cheque em branco” para o governador.

Aí tem

Para investigadores, o esforço para manter Santos em altos cargos de confiança e agora chamá-lo de “vagabundo” reforça as suspeitas.

O povo não merece

De Leonel Brizola, em 1982, a Wilson Witzel, em 2018, todos os oito governadores eleitos para o governo do Rio de Janeiro foram denunciados em algum esquema. Cinco acabaram presos.

Brincando com fogo

Entrevista do ministro Gilmar Mendes a José Luiz Datena, ontem, enumerando críticas ao comportamento do então juiz Sergio Moro na Lava Jato, fez parecer que em breve o País assistirá, estarrecido, ao STF anulando as sentenças que condenaram ladrões notórios.

No mundo da lua

O astronauta Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) não explicou as cruéis demissões de idosos na Finep, órgão vinculado à sua repartição. Segue com aquele ar de quem ainda não sabe direito que fazer no cargo.

Falta reciprocidade

O argentino Alberto Fernandez é outro peronista que rasga acordos. Agora, ele cria entraves à importação de veículos produzidos no Brasil para fazer demagogia. E o Brasil, como sempre, não faz o mesmo. 

Brasil dá retorno

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, participa neste domingo do “Fórum BandNews: Potencial de Negócios do Brics”, sobre atrativos do Brasil. O evento será gravado e vai ao ar nesta segunda, às 8h30.

Marun recuperado

Após 14 dias hospitalizado na Santa Casa de Porto Alegre, o ex-ministro Carlos Marun finalmente recebeu alta. Ele chefiou a pasta de Governo da administração Michel Temer e hoje é conselheiro da Itaipu Binacional.

Ouçam bem

De acordo com levantamento Tribunal de Justiça de Minas Gerais, entre julho de 2019 e julho de 2020, a ouvidoria do tribunal recebeu 9.907 mensagens, sendo 4 mil reclamações e apenas 84 elogios.

Complexo de inferioridade

Consultoria econômica fez estudo comparando a Alemanha que “discute a indústria 4.0”, e o Brasil, ainda lutando contra a “desindustrialização”. Faltou comparar o desmatamento alemão para garantir o progresso.

Pensando bem...

...quem lembrar o nome do último governador do Rio que não se envolveu em escândalo de corrupção está livre de Alzheimer.

 
 

PODER SEM PUDOR

Diálogo de surdos

O editor Paulo Rocco, presidente do Sindicato Nacional dos Editores e Livreiros, encontrou em 2003, no Rio, o poeta Wally Salomão, espécie de hippie simpático que parecia ter chegado, a pé, do festival de Woodstock, para assumir a Secretaria do Livro e da Leitura, do Ministério da Cultura. Os dois conversaram animadamente durante mais de uma hora, mas, ao final, entre desolado e divertido, Rocco desabafou com um amigo: “Não entendi nada do que ele falou, assim como estou certo de que ele não entendeu nada do que eu disse.”

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...