Clique aqui e veja as últimas notícias!

CLÁUDIO HUMBERTO

Witzel: “Estão criminalizando a advocacia. A OAB tem que se manifestar”

Governador afastado do Rio, Wilson Witzel pedindo socorro da OAB, que se faz de surda
29/08/2020 05:00 - Cláudio Humberto


“Estão criminalizando a advocacia. A OAB tem que se manifestar”

Governador afastado do Rio, Wilson Witzel pedindo socorro da OAB, que se faz de surda

 

Traficantes do Rio já têm ‘exército’ maior que a PM

As facções de traficantes que dividem o controle de cerca de 1.500 favelas do Rio de Janeiro já somam 56 mil criminosos muito bem armados e mais numerosos que a Polícia Militar do Estado, com 44 mil policiais. A estimativa do “exército de bandidos” foi citada nesta sexta (28) pelo procurador de Justiça Marcelo Rocha Monteiro, em entrevista à Rádio Bandeirantes. Ele adverte: a decisão do Supremo Tribunal Federal de proibir a polícia nas favelas fortaleceu as organizações criminosas.

Olho no ‘território livre’

Cresceu a ambição da gangue paulista “PCC” para se estabelecer nas favelas do Rio, como mostrou operação da Polícia Federal dias atrás.

Guerra entre quadrilhas

Com a polícia proibida de agir, tiroteio de 27 horas marcou a tentativa de uma facção “tomar” o morro de São Carlos, no Rio, controlado por rivais.

Povo sob mira de armas

Na decisão do STF, os ministros não parecem informados sobre o drama vivido pela população favelada sob a mira das armas dos bandidos.

Império da lei do cão

O STF nem imagina que pode ser fuzilado morador com roupa amarela, cor rival, em morro controlado pelo “Comando Vermelho”, e vice-versa.

Witzel tentou manter ‘canalha vagabundo’ na Saúde

Wilson Witzel chamou de “canalha” e “vagabundo” o ex-secretário de Saúde Edmar Santos, que virou delator e peça chave no afastamento do governador pelo STJ. Mas o governador afastado do Rio de Janeiro lutou para mantê-lo no governo. Assim que exonerou Santos por corrupção na Saúde, Witzel o nomeou na Secretaria de Acompanhamento da Covid-19, mas a nomeação foi suspensa pela justiça fluminense. Sem o cargo, Santos optou pela delação premiada e entregou o esquema.

Raposa no galinheiro

Alvo de denúncias de fraude na compra de respiradores, Santos foi exonerado e nomeado de novo na mesma edição do Diário Oficial.

Tudo tem limite

Ao suspender a nova nomeação, a juíza Regina Chuquer disse que a “discricionariedade não é um cheque em branco” para o governador.

Aí tem

Para investigadores, o esforço para manter Santos em altos cargos de confiança e agora chamá-lo de “vagabundo” reforça as suspeitas.

O povo não merece

De Leonel Brizola, em 1982, a Wilson Witzel, em 2018, todos os oito governadores eleitos para o governo do Rio de Janeiro foram denunciados em algum esquema. Cinco acabaram presos.

Brincando com fogo

Entrevista do ministro Gilmar Mendes a José Luiz Datena, ontem, enumerando críticas ao comportamento do então juiz Sergio Moro na Lava Jato, fez parecer que em breve o País assistirá, estarrecido, ao STF anulando as sentenças que condenaram ladrões notórios.

No mundo da lua

O astronauta Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) não explicou as cruéis demissões de idosos na Finep, órgão vinculado à sua repartição. Segue com aquele ar de quem ainda não sabe direito que fazer no cargo.

Falta reciprocidade

O argentino Alberto Fernandez é outro peronista que rasga acordos. Agora, ele cria entraves à importação de veículos produzidos no Brasil para fazer demagogia. E o Brasil, como sempre, não faz o mesmo. 

Brasil dá retorno

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, participa neste domingo do “Fórum BandNews: Potencial de Negócios do Brics”, sobre atrativos do Brasil. O evento será gravado e vai ao ar nesta segunda, às 8h30.

Marun recuperado

Após 14 dias hospitalizado na Santa Casa de Porto Alegre, o ex-ministro Carlos Marun finalmente recebeu alta. Ele chefiou a pasta de Governo da administração Michel Temer e hoje é conselheiro da Itaipu Binacional.

Ouçam bem

De acordo com levantamento Tribunal de Justiça de Minas Gerais, entre julho de 2019 e julho de 2020, a ouvidoria do tribunal recebeu 9.907 mensagens, sendo 4 mil reclamações e apenas 84 elogios.

Complexo de inferioridade

Consultoria econômica fez estudo comparando a Alemanha que “discute a indústria 4.0”, e o Brasil, ainda lutando contra a “desindustrialização”. Faltou comparar o desmatamento alemão para garantir o progresso.

Pensando bem...

...quem lembrar o nome do último governador do Rio que não se envolveu em escândalo de corrupção está livre de Alzheimer.

 
 

PODER SEM PUDOR

Diálogo de surdos

O editor Paulo Rocco, presidente do Sindicato Nacional dos Editores e Livreiros, encontrou em 2003, no Rio, o poeta Wally Salomão, espécie de hippie simpático que parecia ter chegado, a pé, do festival de Woodstock, para assumir a Secretaria do Livro e da Leitura, do Ministério da Cultura. Os dois conversaram animadamente durante mais de uma hora, mas, ao final, entre desolado e divertido, Rocco desabafou com um amigo: “Não entendi nada do que ele falou, assim como estou certo de que ele não entendeu nada do que eu disse.”