Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CLÁUDIO HUMBERTO

Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura: “A questão ambiental é fundamental”

Ministro Tarcísio Freitas quer que projetos de infraestrutura nasçam com o ‘selo verde’
04/09/2020 07:00 - Cláudio Humberto


“A questão ambiental é fundamental”

Ministro Tarcísio Freitas quer que projetos de infraestrutura nasçam com o ‘selo verde’

 

Parlamento custa 20,5 vezes mais que o britânico

Nisto a reforma de Rodrigo Maia não mexe: com 513 deputados e 81 senadores, cada um custando US$7,4 milhões (R$39 milhões) por ano, o Brasil tem o segundo parlamento mais caro do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos, e chega a ser 20,5 vezes mais caro que o do Reino Unido, considerando Câmara dos Lordes e Câmara dos Comuns. O Congresso custa mais que parlamentos mais numerosos, segundo a organização internacional União Interparlamentar, que estuda o setor.

O caso francês

A França tem 924 deputados e senadores, quase o dobro do Brasil, mas custa 7,4 vezes a menos em salários, mordomias, estrutura etc.

‘Não mexa no meu’

A proposta cosmética do presidente da Câmara não mexe em regalias e truques criados para engordar os ganhos financeiros dos parlamentares.  

De fato, um absurdo

O Congresso brasileiro é sete vezes mais caro que o da Alemanha, que tem bem mais parlamentares: 778. E custa o quádruplo do argentino.

Proposta esquecida

Parlamentar por 28 anos, Bolsonaro defendia na campanha reduzir o número de deputados federais de 513 para 400. Nunca mais falou nisso.

Reforma trata só do futuro, mas já é alguma coisa

Cercada de grande expectativa, a reforma administrativa proposta pelo governo federal é considerada modesta e alheia à necessidade urgente de equilibrar despesas. Não mexe em privilégios e regalias. Assim, o Brasil, que gasta 13,7% do PIB com pagamento de pessoal, vai continuar assim até que todos os atuais servidores públicos deixem de receber inclusive os penduricalhos pornográficos pagos pelo sofrido contribuinte.

Ficou por isso mesmo

Como o setor público não deu qualquer contribuição durante a pandemia, o Brasil deve gastar muito mais em 2021 para bancar seus marajás.

Militares são atingidos

Um dos destaques do projeto é a previsão de transferir para a reserva os militares que ocupem cargos civis de confiança por mais de dois anos.

Ministérios limitados

A reforma também prevê uma limitação, por lei, do número de ministérios e órgãos diretamente subordinados à Presidência da República.

Expectativa no Amazonas

Após a confirmação do afastamento do governador Wilson Witzel, o lobista Alessandro Bronze desanimou na tentativa de livrar o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), do mesmo destino, em razão de acusações idênticas como a compra de respiradores superfaturados.  

Chave de cadeia

O governador amazonense Wilson Lima é acusado de chefiar o esquema e suspeito até de remessa para paraíso fiscal. A investigação já levou oito para a prisão, incluindo sua ex-secretária de Saúde Simone Papaiz.

Quem matou Bruna?

A sargento Bruna Borralho, da PMRJ, foi covardemente assassinada no Rio, domingo. A imprensa ignora, não houve protestos nem de entidades de mulheres, não há campanha “quem matou Bruna?”, nada. Para essa corja oportunista, é como se Bruna merecesse isso por ser policial.

Amazônia é do Brasil

A imprensa internacional escondeu a redução de 5% nos incêndios. E o general Augusto Heleno (GSI) reiterou a Marcel D’Angelo, da BandNews, que o Brasil dispensa “opinião de estrangeiros sobre a Amazônia”.

Batalha por privilégios

Líder do governo, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) prevê tramitação sem resistência da PEC da reforma administrativa, “a não ser de sindicatos que querem manter corporações privilegiadas”. Como sempre.

Ritmo acelerado

O crescimento no número de novos casos do coronavírus assusta até a OMS: a Índia registrou 84,2 mil novos casos nesta quinta, mais que a soma dos novos casos nos EUA e no Brasil (38 mil cada).

Senado de volta

Está marcada para 22 de setembro a primeira sessão presencial do Senado, desde o início da pandemia. Serão analisadas 33 indicações de embaixadores e de três ministros do Superior Tribunal Militar (STM).

Transporte sofreu

Levantamento da Confederação Nacional dos Transportes indica queda de 11,3% no “PIB” do setor, quase o dobro da retração da economia brasileira no primeiro semestre do ano (5,9%), em razão da pandemia.

Pensando bem...

...uma reforma incomoda muita gente, duas reformas incomodam muito mais.

 
 

PODER SEM PUDOR

Candidato sem-vergonha

Quando era político no Rio Grande do Sul, Nelson Jobim foi em 1988 a comício do candidato do PMDB à prefeitura de Tupanciretã. Na região, os candidatos visitavam os palanques dos adversários, dando um tom civilizado às campanhas. Naquele comício, Jobim percebeu a presença no palanque dr. Marcel, candidato do PDS local, e resolveu refletir sobre aquele gesto: “Por que será que o dr. Marcel está no nosso comício?...”

Fez-se silêncio. Sempre com ar reflexivo, repetiu: “Por que será que o dr. Marcel está no nosso comício?...” Quando se preparava para oferecer a resposta à própria pergunta, um bêbado gritou: “Ora, porque é sem-vergonha, tchê!”

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.