Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CLÁUDIO HUMBERTO

Bolsonaro sobre venda de imóveis do governo federal: “Desinchando o Estado”

Presidente Jair Bolsonaro, ao anunciar a venda de 11 apartamentos funcionais no DF
05/09/2020 07:00 - Cláudio Humberto


“Desinchando o Estado”

Presidente Jair Bolsonaro, ao anunciar a venda de 11 apartamentos funcionais no DF

 

Maia a cada dia mais nervoso: é o fim do mandato

Parlamentares de vários partidos frequentes têm observado que cresce o nervosismo de Rodrigo Maia (DEM-RJ) com a aproximação do fim de sua presidência na Câmara dos Deputados, no início de 2021. A quatro meses do recesso de fim de ano, e com uma eleição no meio, que paralisa o Legislativo, Maia luta contra sua perda de poder. Isso explica o “mimimi” de anunciar “rompimento” com o Paulo Guedes (Economia), enciumado com o protagonismo do mais importante ministro do governo.

Estranhas reuniões

Maia não fala com o ministro desde que o insultou em abril, mas insistia em intrigante rotina de “despachos” com assessores de Guedes.

Jogada política

Maia desqualificava o ministro, após dizer que “não é sério”, reunindo-se apenas com seus assessores. Guedes decidiu acabar com a brincadeira.  

Perda de relevância

A atitude desafiadora de Guedes tem a ver com a perda de relevância de Maia e o desvio do “eixo de poder” para o “centrão”, que o vai substituir.

Cafezinho servido frio

Prestes a entrar na fase em que até cafezinho é servido frito, Rodrigo Maia tenta de todas as maneiras manter seu poder até o fim do mandato.

Xô, ditadura: adeptos de Maduro são ‘non gratae

O Itamaraty declarou ontem os “representantes diplomáticos” do ditador venezuelano Nicolás Maduro “personae non gratae”. Não serão expulsos porque estão sob proteção do Supremo Tribunal Federal: em abusiva intromissão em prerrogativas do governo, o STF anulou a expulsão. É curioso como ministros do STF chamam Bolsonaro de “autoritário” e protejam adeptos de um ditador. Os venezuelanos podem continuar por aqui, mas sem status diplomático e nem imunidades e privilégios.  

Pretexto Posto Ipiranga

Ao vetar a expulsão dos defensores da ditadura, o ministro Luis Roberto Barroso alegou “isolamento social em razão da pandemia”.

Salvo conduto

O ato de Barroso proíbe a expulsão dos venezuelanos enquanto durar o decreto de calamidade da pandemia, em vigor até 31 de dezembro.

Espiões da tirania

A ditadura Maduro tinha o número incomum de 34 “diplomatas” em Brasília, mas a suspeita é que são da polícia política venezuelana.

Duas derrotas

Além da derrota no STF, que cassou vergonhosa decisão da Justiça de Pernambuco impondo censura ao PT, proibindo-o de utilizar a expressão “respiradores de porco”, o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB) sofreu outro revés: o TRE considerou suas postagens “propaganda enganosa”.

É a tecnologia

O ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, um dos maiores especialistas em agronegócio no mundo, disse que nos últimos 30 anos a produção brasileira de grãos cresceu 300% sem precisar desmatar.

Ciúmes de você

A afirmação do presidente do STF, Dias Toffoli, de que “não haveria Lava Jato sem Supremo”, apenas serviu para lembrar como o protagonismo da operação que celebrizou Sérgio Moro incomodou suas excelências.

Cadeia neles

Um leitor idoso de São Paulo, que mora só, recebeu da Enel contas de luz que deveriam ser usadas como provas de tentativas de assalto, nos valores de R$6.010 (julho), R$4.205 (agosto) e R$4.219 (setembro).

Tudo com seu dinheiro

A Petrobras aumentou o preço da gasolina de R$3,90 em maio, para R$4,27 em agosto, auge da pandemia e da crise, mas comemora a doação de combustível a estados (quebrados), como o Acre.

Fim de uma banca histórica

A pandemia também se impôs à tradicional banca de jornais e revistas da Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília, uma das mais movimentadas do País. A loja se prepara para fechar as portas.

Parceria

Se Rodrigo Maia é quem define a pauta no Legislativo, inclusive para esconder projetos que extinguem privilégios no setor público, são os veículos da Globo que pautam a atuação do presidente da Câmara.  

Holofote faz sentido

A atenção ao Teto de Gastos nas últimas semanas tem explicação: o governo Bolsonaro apresentou ao Congresso esta semana o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2021, o “esqueleto” do orçamento.

Pensando bem...

...pior que a política, só a novela Messi.

 
 

PODER SEM PUDOR

Deus e o Diabo na terra do sol

Do tipo que perde o amigo, mas não a piada, FHC gostava de contar uma piadinha envolvendo Antônio Carlos Magalhães. A história começava com a morte de ACM, após 120 anos de poder. “Toninho Malvadeza? Ele é meu!”, reivindicou o diabo. “Também era chamado de Toninho Ternura”, lembra o bondoso Deus. No dia seguinte tocou o celular de Deus. Era o Diabo: “Não aguento mais. O ACM dá palpite em tudo, quer saber as maldades, sugere aperfeiçoamentos. Não dá. Leve ele aí pra cima.” No dia seguinte, o Diabo telefonou para o Céu para saber das novidades: “Deus?” perguntou a quem atendeu. “Qual dos dois?”, responderam.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!