Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

GIBA UM

“Imagine se o presidente vai assinar uma proposta em que os recursos da Defesa sejam maiores do que da Educação. Não faz nenhum sentido”

Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, sobre alucinações no orçamento
20/08/2020 07:30 - Giba Um


“Imagine se o presidente vai assinar uma proposta em que os recursos da Defesa sejam maiores do que da Educação. Não faz nenhum sentido.”

de RODRIGO MAIA // presidente da Câmara, sobre alucinações no orçamento.

 

Jean Wyllys ganha mais uma. Agora contra deputado Éder Mauro (PSD-PA) que foi condenado pela primeira turma do STF, por unanimidade a pagar uma indenização de 30 salários-mínimos a Wyllys por  difamação.

Mais: o ex-deputado hoje mora nos Estados Unidos, mais precisamente no Instituto de Pesquisa Afro-Americana da Universidade de Harvard, onde dá aulas sobre fake news e discursos de ódio contra minorias sexuais e étnicas.

 
 

Trabalho remix

A cantora, compositora e modelo Dua Lipa, que completará 25 anos no próximo dia 22, está na capa da W Magazine. Ela começou sua carreira em 2015, mas somente em 2020 ganhou projeção aqui no Brasil, após a Manu Gavassi se mostrar sua fã durante a participação no BBB20 e marcar a cantora com uma coreografia da música Don’t start now. No chamada da publicação ela ganha o título de “Rainha do Pop na Quarentena”. Em entrevista revelou que em breve estará lançado seu novo álbum com remixes de alguma música do início de sua carreira, onde ainda era desconhecida, entre eles Levitating, que traz as participações de Madonna e Missy Elliott. Outros remixes ganharam a participação de Gwen Stefani e Mark Ronson. Ela tinha a pretensão de fazer uma turnê ainda este ano, mas por causa da pandemia, adiou os sonhos. E emendou: “O que eu percebi durante a quarentena é que você pode levar a diversão para onde estiverem. Se eu puder fazer música para ajudar nisso de algum jeito, então sinto que estou fazendo meu trabalho’.

Influência miliciana

Há grande preocupação por parte do ministro Luis Roberto Barroso, presidente do TSE, com a influência das milícias sobre as eleições municipais em novembro. Por influência, entenda-se o voto de cabresto, adaptado a ferro e fogo à realidade da periferia e das comunidades, ao aumento do número de candidaturas apoiadas ou encabeçadas por milicianos e impulsionadas pelo dinheiro do crime. A presença desse grupos no processo eleitoral foram identificadas em 18 estados. A Suprema Corte acha que este será o primeiro pleito com interferência realmente pesada do establishment paralelo do crime. Nesses dias, o TSE começou a consultar tribunais regionais eleitorais sobre a necessidade de envio de tropas federais para as eleições de novembro. Os ministros do Tribunal também discutem a convocação do Exército para áreas de maior risco. São medidas de efeito pontual, uma vez que o combate às milícias está nas mãos da polícia militar e civil estaduais e, em última instância, da Justiça. Rio de Janeiro e Ceará são os principais motivos para a apreensão de Barroso e seus pares.

 
 

Agora diretora

A atriz Bruna Marquezine ataca de diretora criativa campanha da Colcci no qual é garota-propaganda. Ela foi responsável pela beleza e fotos do ensaio primavera/verão 2021 registradas em sua casa, com um mix de registros com câmeras analógicas e digital. E revelou dificuldade: “Sofri um pouquinho no início, mas pude contar com a ajuda dos meus familiares que estavam passando a quarentena comigo. Não foi fácil, até porque sou muito criteriosa com tudo que faço. Sou muito crítica comigo e sempre quero entregar o meu melhor, mas, no fim das contas, deu tudo certo”. Bruna revelou desejo de ter sua própria marca. “Não diria só de moda, mas adoraria lançar uma marca minha. Surgiram algumas oportunidades, mas ainda não conseguia me dedicar 100% a isso, minhas prioridades eram outras e acho que tem o momento certo para tudo”.

Outro cenário

A aproximação do presidente Bolsonaro a seu antigo partido, o PSL, começa a provocar reflexos nas pré-candidatura a prefeito do  Rio e de São Paulo. Aliados de Marcelo Crivella (Republicanos) articulam para ter um vice do PSL na chapa da reeleição. O nome defendido é o da policial militar e deputada federal Major Fabiana. Em São Paulo, membros da cúpula do PSL querem substituir Joice Hasselmann por Janaina Paschoal na disputa da prefeitura da capital. A deputada estadual pediu um tempo para pensar.

 

In – Sapato social masculino com meia

Out – Sapato socia masculino sem meia

 
 

Fator Huck

Pesquisas internas que circulam entre entusiastas da eventual candidatura de Luciano Huck à presidência mostram que no cenário atual, apenas três nomes nacionais têm projeção entre os mais pobres: Bolsonaro, o ex-presidente Lula e o apresentador. Desse trio, Bolsonaro já se declarou candidato à reeleição e está em pré-campanha. Lula rechaça, mas segundo declaração do ex-ministro Gilberto de Carvalho, teria pretensão de voltar a concorrer, mas para isso precisa recuperar os direitos políticos. Luciano Huck é uma incógnita até para ele mesmo. Uma incógnita que ganha R$ 1,3 milhão por mês na Globo.

Juros baixos

Os membros do Copom chegaram a um terreno em que, se a taxa de juros baixar mais poderá fazer mais mal do que bem. É o que chamam de limite efetivo mínimo para a taxa de juros. Se o BC cortar, poderá estimular mais a economia. O receio, contudo é que uma taxa mais baixa provoque forte migração de recursos entre investimentos, como de fundos de renda fixa para a poupança, de aplicações reais para aplicações em dólares. Esse fluxo poderia desestabilizar os mercados e representam, um risco à estabilidade financeira.

NORDESTE

Principal defensor da flexibilização do teto de gastos, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, é o homem a quem Bolsonaro confiou a missão de recuperar o Nordeste da oposição especialmente do PT. Junto com Bolsonaro, Marinho já visitou de julho para cá, Bahia, Piauí, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de janeiro, Tocantins e vai ao Ceará agora. Ele recebeu do presidente a incumbência de “abraçar o Nordeste”. “Eu disse para ele: Rogério, o Nordeste é seu”.

Retorno lento

Além de ter registrado a saída mais intensa de capital estrangeiro para portifólio em 2020 entre todos os emergentes, a imagem negativa que o Brasil mantém lá fora deve resultar em uma recuperação mais lenta aos níveis pré-crise na comparação com os pares, avaliam economistas. Em junho, mesmo com alguma recuperação, o país registrava uma saída líquida de capital de não-residentes de US$ 25,5 bilhões no fim do primeiro semestre. O rombo é o dobro dos US$ 13,7 bilhões do México, por exemplo.

NA SAÚDE

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, entregou o comando da 12ª Região Militar, cargo que acumula junto com a pasta. Não pretende passar à reserva porque acha que ainda tem uma carreira pela frente, apesar de não poder atingir o status de general quatro estrelas ou general do Exército. Porém, ainda pode ocupar um comando militar e diretorias dentro da corporação. Por enquanto, ele fica na Saúde.

Mil e uma noites

As primeiras conversas entre o Ministério da Infraestrutura e representantes do Fundo Soberano da Arábia Saudita em torno do projeto da Ferrogão não foram animadoras. Os árabes querem garantia de contratação da ferrovia por grandes tradings agrícolas e produtores rurais por meio de acordos de longo prazo. E o fundo árabe considera que o valor do empreendimento, cerca de US$ 1,5 bilhão para 933 quilômetros de trilhos precisa ser ajustado para baixo.

Combate à corrupção

Levantamento nacional da Paraná Pesquisas mostra que 39,6% da população acredita que a atual administração de Bolsonaro é a que mais combateu a corrupção, em relação a governo anteriores. Para 29,8% Bolsonaro fez igual a governantes anteriores e 25% acreditam que o atual  governo fez menos. Esse sentimento dispara para 47,8% na população das regiões Centro-Oeste e Norte. Para 35,3% da população nordestina, o governo atual combateu a corrupção mais que petistas e tucanos. Para 30,3% foi menos.  

BATATA QUENTE

A Conmebol deverá recorrer a um plano emergencial para a venda dos direitos de transmissão da Sul-americana no Brasil. Sem muita alternativa, a entidade estuda comercializar, a preços baixos, somente a competição deste ano, apenas para não morrer com o produto na mão. Posteriormente, seria feito novo leilão, dessa vez com pacotes das edições de 2021 a 2023. A Conmebol ficou com uma batata quente nas mãos depois que a plataforma de streaming Dazn rompeu o contrato de transmissão do campeonato.

MISTURA FINA

  • O RIO Grande do Norte, comandado pela petista Fátima Bezerra é base eleitoral de dois dos ministros mais influentes do governo: Rogério Marinho e Fábio Faria, das Comunicações, que tem pretensão de concorrer ao governo em 2022.
  • A JBS não para de aumentar o seu peso na balança comercial e no balanço de pagamentos do Brasil. Para este ano, mesmo com a pandemia, o mercado já projeta uma receita líquida do grupo próxima de R$ 250 bilhões, o que representa um crescimento de 20% sobre o ano passado. A JBS surfa na alta do câmbio: mais de 85% de sua receita são em dólar. Os inimigos protestam e não comem carne.
  • PRODUTORES rurais vão se valer de um detalhe não correto na narrativa da campanha que pretendem lançar para propagandear o crescimento do emprego no agronegócio. Os postos de trabalho subiram tendo em vista o desempenho do setor – o saldo positivo do primeiro semestre foi de 62 mil novas vagas. Só que o país está na faixa dos 14% do desemprego. De certa forma, o auto elogio servirá como álibi para o agronegócio pleitear mais recursos públicos, especialmente por meio do Plano Safra.
  • “TRANSFERIR pode, o que não pode é financiar”. Roberto Campos, presidente do BC, está preocupado com a interação que poderá ser dada à uma possível transferência de lucros do banco com operações de câmbio para o Tesouro Nacional. E admite temer que, no futuro, a transação venha a ser considerada uma forma de financiamento da União, o que é proibido pela legislação e que resultou no impeachment de Dilma Rousseff.
  • A CHINESA CGGC, que já tem negócios em saneamento no interior de Minas Gerais, vai entrar para valer nas privatizações do setor. Um dos alvos é a concessionaria de Alagoas, que poderá ser leiloada ainda este ano.  
  • OS protestos contra o governo boliviano e os bloqueios nas estradas locais estariam afetando a operação da Coca-Cola na América do Sul. Falta açúcar em fábricas da empresa no continente – boa parte do insumo utilizado pela fabricante de refrigerantes vem da Bolívia e o grupo seria forçado a fazer compras emergenciais em usinas sucroalcooleiras de São Paulo e Mato Grosso.  
  • PESQUISA feita pelo Sincovaga (Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de São Paulo) aponta as principais mudanças de hábito dos consumidores desde o início da pandemia. 64% passam menor tempo de permanência na loja; 49% fazem estoque de produtos de higiene e limpeza; 39% fazem estoque de alimentos; 37% dão  prioridade a itens básicos.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...