Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Conheça Cajamarca, cidade peruana com banhos incas e prédios históricos

Localizada a 900 km da capital Lima, a cidade de Cajamarca no Peru é repleta de história inca
26/08/2020 08:30 - Naiane Mesquita


Localizada a 900 km ao norte da capital Lima, a cidade de Cajamarca no Peru é repleta de história e lendas urbanas. Foi no território que ocorreu a queda definitiva do Império Inca e a conquista dos espanhóis, por volta de 1533.

Para se ter uma ideia da importância histórica da cidade foi lá que o imperador Inca Atahualpa foi morto, em plena praça principal. Antes da conquista dos espanhóis, a região era repleta de pequenos luxos, como a construção de banhos termais – localizados a 7km do centro da cidade – e que ainda estão abertos para os turistas. 

Enquanto parte das ruínas incas permanecem erguidas, a cidade ainda tem outros atrativos históricos, como as construções espanholas. Em Cajamarca há diversas igrejas do período colonial, como a Igreja de Belén, a Igreja Recoleta e a Igreja San Francisco.  

 
 

Lendas

Inclusive, o antigo imperador Inca é responsável por uma das lendas da cidade, a de um ouro perdido. Segundo os relatos populares, Atahualpa foi enganado pelos espanhóis que prometeram sua liberdade em troca de joias e ouros. Apesar de ceder à chantagem, ele acabou tendo o ouro roubado e sendo morto do mesmo jeito. 

Porém, a sentença de morte ocorreu antes do último carregamento de ouro chegar e, portanto, ele foi escondido em uma caverna secreta na rota de mercadorias utilizada na época. 

Passeios na redondeza 

De longe é a estrutura que mais chama a atenção ao se buscar pela cidade na internet. Kuntur Wasi é um sítio arqueológico com construções erguidas pelo povo Inca provavelmente no ano de 1.100 a.C. 

Kuntur Wasi fica na colina de La Copa, localizada na província de San Pablo, Região de Cajamarca, Peru, portanto, a visita dura em média 1 dia. A construção mais importante do local é o edifício principal em forma de pirâmide retangular com quatro terraços que termina em um nível superior. Na área superior da pirâmide, existe uma praça retangular em formato de arena vermelha que foi decorada com tinta branca e laranja. Adjacente a esta praça existe uma plataforma de pedra cuja altura original ultrapassou os dois metros e provavelmente suportava as estruturas de algum templo. Na parte norte da pirâmide, há uma grande escadaria de pedra que dá acesso ao topo.

Durante as escavações foram encontradas quatro tumbas na primeira plataforma principal, jarras com asa em forma de estribo, compoteiras e panelas de cerâmica relacionadas à Cultura Cupisnique, bem como peças de ouro e talheres com elementos decorativos relacionados ao sítio arqueológico de Chongoyape, localizado no distrito do mesmo nome.

Carnaval

Quem gosta de Carnaval pode apostar na noite peruana de Cajarmarca. Na cidade as festas costumam ocorrer no mesmo período do Brasil, entre os meses de fevereiro e março.  

 

Felpuda


Nos bastidores, conversas, ou melhor, quase sussurros, dão conta de que compromisso assumido teria prazo de validade se acontecer a vitória de aliado.

A partir de então, o papo passaria a ser bem, mas bem diferente mesmo, pois, com acordo cumprido, novos objetivos passariam a ser fonte dos desejos, e sem nenhuma moeda de troca.

No caso, não haveria mais sequer um fio de bigode. Tipo, cada um na sua.