Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Cuidados ao viajar de avião durante e após o coronavírus

Empresas aéreas estudam voltar e passageiro precisa estar preparado para viajar caso seja necessário
06/05/2020 08:15 - Naiane Mesquita


Com a queda no número de casos de coronavírus em algumas localidades, as empresas aéreas estão cogitando retornar gradualmente com seus voos, principalmente dentro do território brasileiro. 

A Gol, por exemplo, incluiu no último dia 4 de maio, mais horários de voos as rotas existentes e espera adicionar outros roteiros de viagens até o dia 24, em uma tentativa de voltar à normalidade. Lembrando que os voos internacionais continuam suspensos até o final de junho.

Na mesma linha, porém com mais esperança, a Latam e Azul planejam retornar com a rota São Paulo – Miami o quanto antes. Lembrando que ambas estão com 95% das viagens suspensas, operando apenas com 5% do necessário. 

Outras empresas do setor, planejam voltar gradualmente ainda neste mês de maio, entre elas, American Airlines, Alitalia e TAP. 

Com essas novidades, caso seja necessário viajar, o melhor jeito de se manter longe de contaminação é aprender a ter cuidado. 

Confira algumas dicas:

1 – Use máscara

O melhor jeito de evitar a contaminação direta é com o uso de máscaras. De pano ou descartável, o acessório pode diminuir as hipóteses de contágio se todos os passageiros usarem.

2 – Higiene.

Higienize suas mãos antes, durante e após embarcar em aeronaves. Evite tocar em objetos que não sejam seus, corrimões, assentos de cadeira, entre outros itens. Há pesquisas que indicam que o coronavírus pode ficar vivo em superfícies, portanto, cuidado. 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) permite que, em voos domésticos, o passageiro transporte até 500ml de álcool em gel em sua bagagem de mão. Em voos internacionais, o limite máximo é de apenas 100ml. Ao menos, já dá para higienizar durante a viagem. 

3- Mantenha a distância

Vale para andar na rua ou na fila do banco. Mantenha a distância de 2 metros de outros passageiros. O ideal é a aeronave voar vazia, com grandes espaços entre um passageiro e outro.

4- Não viaje se tiver sintomas

Caso você esteja com sintomas, não viaje e avise a empresa aérea. Como o vírus tem alto nível de contágio, é uma responsabilidade e tanto evitar sua contaminação. Pense no próximo e evite a disseminação do coronavírus. 

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!