Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Descubra as belezas da região de Alentejo, em Portugal

Muralhas, castelos e vilarejos convidativos até para andar de bicicleta
22/07/2020 07:30 - Naiane Mesquita


Enquanto a vacina para o novo coronavírus não chega, por enquanto, os turistas podem apenas sonhar com as belezas naturais de regiões peculiares como Alentejo, em Portugal. Considerado o destino mais genuíno do país, o Alentejo é a maior região de Portugal, que encanta os visitantes principalmente pela tranquilidade, praias intocadas e cidades repletas de história, com direito a castelos, monumentos e vilas encantadores. 

Se apaixone pelas vilas de Alentejo:

Mértola
A vila de Mértola é reconhecida por ter sido uma importante cidade do Império Romano e, posteriormente, uma cidade muçulmana. Por isso, o local tem uma das heranças islâmicas mais bem preservadas de Portugal, que incluem uma antiga mesquita e edifícios com resquícios da arquitetura muçulmana. Mértola também fica em meio a um parque natural e tem uma vista deslumbrante para o rio Guadiana.

Serpa
Perto de Mértola está localizado Serpa, uma vila cercada por colinas e vinhedos. Distante 55km de Mértola, a vila conta com um centro histórico preservado, e um passeio por suas ruazinhas de pedras ladeadas por casas muito brancas é obrigatório para quem a visita. Na parte mais alta ficam as construções mais longevas, muitas do período medieval, inclusive a torre do antigo castelo. Serpa também é rodeada por uma muralha do século 13, além de um monumental aqueduto com arcada italiana.

 

 
 

Castelo de Vide

O Castelo de Vide é uma das vilas do distrito de Portalegre, com cerca de 2.300 habitantes. Localizada no alto do morro, a vila tem várias casinhas brancas, ruelas estreitas e cheias de flores, além de um castelo belíssimo. Outro ponto de destaque é o Parque Natural da Serra de São Mamede. Dentro das muralhas do castelo ainda há uma vila e a Igreja de Nossa Senhora da Alegria, do século 17.

Évora

Uma das cidades mais medievais e conservadas de Portugal, Évora é a capital do turismo da região do Alentejo. As muralhas da cidade são do século XIV, mas, diferente dos outras localidades, a vila uma vida agitada, devido aos universitários que estudam na região. Entre os destaques está a Igreja de São Francisco, no estilo gótico e construída por volta de 1510, a Capela dos Ossos, cujas paredes e colunas são cobertas por 5 mil crânios e o Templo Romano, restos de uma estrutura do século II, também conhecida como Templo de Diana

Monsaraz
Já Monsaraz é uma vila situada próximo à fronteira com a Espanha, em uma colina e cercada por muralhas medievais. Com a deslumbrante paisagem alentejana como pano de fundo, a vila tem estreitas ruas de paralelepípedos, casas de paredes brancas e um castelo impressionante, que garante uma vista belíssima para o lago Alqueva.

Arraiolos
A menos de 30 km de Évora, a principal cidade do Alentejo, Arraiolos conta com um castelo circular peculiar e é famosa por seus tapetes, que estão entre os artesanatos mais fascinantes de Portugal. Além destes itens coloridos que decoram vários locais da vila, Arraiolos conta com construções incríveis, como a Igreja da Misericórdia e a Igreja do Convento de Nossa Senhora da Assunção, decoradas com belíssimos azulejos.

Marvão
No ponto mais alto da Serra de São Mamede, a 800 metros de altitude, fica a vila de Marvão, onde predomina um ambiente de tranquilidade. As muralhas que a rodeiam foram construídas nos séculos 13 e 17, e a arquitetura das construções locais abusam do granito, varandas de ferro forjado e janelas manuelinas.

 
 

Bicicleta

Uma das vantagens de conhecer Alentejo é poder realizar muitos roteiros de bicicleta. Grande parte das estradas nacionais, regionais e municipais do Alentejo contam com pouco tráfego, o que as torna ideais para pedalar com tranquilidade e sempre em segurança. É possível percorrer grandes distâncias em estradas secundárias sem encontrar nenhum carro.

Na região também há empresas especialistas em realizar o roteiro de bicicleta. A Live Love Ride, por exemplo, organiza viagens de ciclistas em grupo com guia, em um roteiro especial, passando por atrações inesquecíveis da região e com um veículo de apoio, responsável por levar a bagagem dos viajantes e preparado para auxiliar em caso de necessidade. Além disso, eles também fornecem todo o equipamento necessário.

 

 

Felpuda


Conversas muito, mas muito reservadas mesmo tratam de possível mudança, e não pelo desejo do “inquilino”.

Por enquanto, e em razão de ser um assunto melindroso, os colóquios estão sendo com base em metáforas.

Até quando, não se sabe, pois o que hoje é considerado tabu poderá se tornar assunto em rodinhas de conversas.

Como dizia o célebre Barão de Itararé: “Há mais coisas no ar, além dos aviões de carreira”. Só!