Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Etiópia é apontada como destino do futuro para o turismo

País tem história impressionante e cultura única
01/07/2020 07:30 - Naiane Mesquita


A revista Forbes apontou a Etiópia como um dos destinos turísticos que podem se destacar após a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Parece impossível se levarmos em consideração apenas a luta contra a pobreza e a desigualdade do país, mas as belezas naturais e a cultura única são capazes de tornar o local apto para o próximo destino de férias dos aventureiros. 

A Etiópia tem uma história única, de todos os 54 países da África é o único a jamais ter sido colonizado por europeus, por isso, mantém suas raízes e tradições fortes. A trajetória da humanidade como a conhecemos pode ter começado no seu território, já que alguns dos fósseis mais antigos de Homo Sapiens foram encontrados na região. 

Addis Ababa

A capital da Etiópia é a cidade de Addis Ababa. Cercada por montanhas, a cidade faz fronteira com o Grande Vale do Rift. É na capital que está localizado o Museu Nacional do país, que exibe a arte etíope, o artesanato tradicional e uma réplica de Lucy, a famosa hominídeo considerada uma das mais antigas do mundo.  

Entre as paradas obrigatórias está a Catedral da Santíssima Trindade, onde está a sepultura do imperador Haile Salassie, do século XX. O estilo se aproxima do neobarroco. 

Continuando o roteiro, no centro da cidade está a Praça Meskel, enquanto o bairro Piazza é um ótimo ponto de encontro para quem gosta de jazz. 

Quando a pandemia passar, o Merkato, mercado ao ar livre, com quilômetros de comprimento será uma ótima pedida. O local tem muitos vendedores, inclusive, de café, especiarias e artesanato. É nesse ponto que está a Grande Mesquita de Anwar. 
Outro ponto da história do país que vale muito a pena conhecer é a Catedral de São Jorge, de formato octogonal, foi concluída em 1911 e distingue-se pelos murais coloridos do artista nativo, Afewerk Tekle. Em volta da cidade está o Mount Entoto, coberto de eucaliptos, com 3200 metros de altura. 

 
 

Axum

A cidade de Aksum ou Axum está localizada ao norte da Etiópia, na Região Tigré, e é considerada de grande importância para a história por ter sido a capital do antigo Império de Axum. As ruínas são consideradas Patrimônio Mundial da Humanidade. 

 
 

Gondar

A cidade de Gondar foi a última capital do Império Etíope e está localizada na província de Beghemidir. Estabelecida pelo imperador Sertse Dingil em 1580, a cidade de Gondar tem muitas ruínas e castelos remanescentes do período de ouro. Gondar é também um notável centro de ensino eclesiástico na Igreja Ortodoxa Etíope.

 
 
 

Lalibela

Lalibela mostra um pouco do que foi a civilização etíope durante a época medieval. Há diversas igrejas monolíticas, esculpidas em rocha viva, por ordem do rei Lalibela. Na época, os cristãos tinham por tradição visitar ao menos uma vez na vida a cidade de Jerusalém, que estava dominada pelos árabes, Lalibela decidiu construir uma réplica de Jerusalém em seu reino. Hoje, a cidade trata-se de uma das cidades mais sagradas para a Igreja Ortodoxa Etíope, junto com Axum.

 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...