Colunistas
CLÁUDIO HUMBERTO

Ex-ministro da Saúde: “Missão cumprida”

Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello ao explicar sua saída do cargo

Cláudio Humberto

20/05/2021 07:51

Brasil passa das 60 milhões de vacinas aplicadas

Depois de ultrapassar o Reino Unido e se tornar o quarto país que mais vacina contra covid-19 no mundo, o Brasil superou nesta quarta, a marca de 60 milhões de doses aplicadas pelo País. 

O número equivale a cerca de 28,5% da população brasileira, mas seria suficiente para ter vacinado com pelo menos uma dose todos os habitantes da Itália, um dos países mais afetados pela pandemia, ou todos os adultos de Argentina e Chile.

Destrinchando os números

São 40,5 milhões de pessoas vacinadas com ao menos uma dose e cerca de 20 milhões delas foram imunizadas com a segunda dose.

Passos largos

Em 19 dias de maio, apesar dos três finais de semana, foram aplicadas 12,6 milhões de doses na população, com média diária acima de 661 mil.

Doses disponíveis

Segundo portal independente vacinabrasil.org, o Brasil já tem disponíveis cerca de 90 milhões de doses, das quais 76 milhões foram distribuídas.

Imune às críticas

Apesar das críticas, o Brasil já aplicou 10% mais vacinas que Itália, Chile e Argentina somados. Os três juntos têm 55,31 milhões de doses.

Últimas notícias

Total de casos ativos de covid no mundo cai 10%

Apesar da disparada de casos e mortes observada na Índia, a pandemia aparenta ter sido controlada no restante do mundo, inclusive no Brasil. 

O número de casos ativos no planeta, pessoas doentes ao mesmo tempo, chegou a 18,5 milhões no fim de abril e caiu 10% desde o início de maio, para 16,4 milhões. No caso do Brasil, o pico foi no fim de março, mas a queda, desde então, foi de 18,2%, contribuindo no bom resultado global.

História se repete?

O número casos ativos é o menor em 40 dias e mostra que, após o 500º dia, a pandemia pode estar diminuindo, como ocorreu na gripe espanhola

Com o que se preocupar

Outra boa notícia é a queda no número de casos graves da covid-19 pelo mundo. Atualmente, são 100,8 mil, ou o equivalente a 0,6% dos doentes.

Dois lados da pandemia

A situação na Índia, que hoje tem média diária de 320 mil casos e 4,1 mil mortes ofusca o sucesso da vacinação nos EUA, Brasil e Reino Unido.

Mostrando os dentes

Esteve entre fofoca e “balão de ensaio” a suposta aparição de Pazuello vestido de general, na CPI. “Cachorro grande deve rosnar e mostrar os dentes para manter o respeito”, observou um militar de alto coturno.

Notícia boa se esconde?

Só quatro estados apresentam alta de casos de covid-19, dizem as secretarias de Saúde: Amazonas, Bahia, Paraíba e Piauí. Os outros 23 registraram redução, com destaque para o Acre com queda de 43%.  

Fator surpresa

Os senadores já estavam com seus “improvisos” prontos para criticar a covardia do habeas corpus para ficar calado, mas foram surpreendidos pelo ex-ministro, respondendo a tudo. Surpresos, levaram mais de 90 minutos para começarem a reagir às meias verdades e divagações.  

Desliga, senador

Ao suspender a sessão de ontem, o presidente da CPI Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), teve de avisar o conterrâneo Eduardo Braga (MDB-AM), que a TV Senado havia interrompido a transmissão.

Era o que faltava

A CPI cogita a contratação de uma “empresa de checagem” para conferir eventuais mentiras de depoentes. E pensar que o pagador de impostos sustenta um exército de assessores muito bem pagos dos senadores.

Pedala, Itamaraty

Chegou à Comissão de Relações Exteriores da Câmara a perseguição de Angola a brasileiros, que têm sido surrupiados em seus investimentos e deportados, sobretudo evangélicos. O governo continua hesitante.

Cucaú, 130

O pernambucano Eduardo Queiroz Monteiro comemora os 130 anos da tradicional usina Cucaú, empresa do seu Grupo EQM, cuja história levou o Brasil ao posto de maior produtor de cana-de-açúcar do mundo.

Junto e misturado

A comissão da PEC do voto impresso vai ouvir nesta quinta (20), a pedido de parlamentares do PT, os ex-presidentes do TSE José Neri da Silveira e Sepúlveda Pertence, que virou advogado de Lula.

Pensando bem...

...privatizar estatais é como submeter a dieta aquele sujeito obeso que você passa a vida carregando nas costas.

PODER SEM PUDOR

O engenheiro Fruet

O saudoso deputado Maurício Fruet (MDB-PR) sempre pregava peças nos amigos e até em desconhecidos. Certa vez, em um voo Brasília-Curitiba, percebeu que dois gaúchos ao lado tinham medo de avião. Disse-lhes que era “engenheiro aeronáutico” e que, como eles, seguia para Porto Alegre. 

“Estou ouvindo um barulhinho na turbina”, observou, “mas não deve ser nada...” Levantou-se dizendo que iria falar com o piloto, mas foi ao banheiro. Voltou: “O piloto não ficou nada preocupado com o barulho na turbina. 

Sou engenheiro-aeronáutico, mas não sou louco. Vou descer em Curitiba.” Os dois só não fizeram o mesmo porque, já prontos para desembarcar em Curitiba, Fruet confessou a brincadeira.

Assine o Correio do Estado