Clique aqui e veja as últimas notícias!

GIBA UM

"Faltou a Ford dizer a verdade. Querem subsídios. Querem que continuem dando R$ 20 bilhões para eles, como fizeram nos últimos anos?"

de JAIR BOLSONARO // sobre os motivos que levaram a Ford a deixar o Brasil
14/01/2021 05:00 - Giba Um


Faltou a Ford dizer a verdade. Querem subsídios. Querem que continuem dando R$ 20 bilhões para eles, como fizeram nos últimos anos? Dinheiro de vocês, do imposto de vocês”, de JAIR BOLSONARO // sobre os motivos que levaram a Ford a deixar o Brasil.

A China e a Rússia estão se tornando players globais no fornecimento de vacinas contra a covid-19 para países emergentes e pobres, em meio à emergência da imunização contra o coronavírus.

Mais: do total de 211 contratos de venda ou em negociação de bilhões de doses, por diferentes laboratórios, os dois países respondem por 76, atendendo nações desesperados diante da intensificação das contaminações.

In – Livro: Mais esperto que o diabo

Out – Livro: Racismo estrutural

 
 

Soando clichê

A atriz e cantora mexicana Maite Perroni, 37 anos, ganhou notoriedade ao interpretar Lupita na novela Rebelde (versão original). E mostrou que é uma pessoa diversificada, já foi garota propaganda de várias marcas e tem uma coleção de roupas em parceria com a rede de lojas National Stores. 

Capa de L’Officiel Brasil, ela fala um pouco sobre a vida e carreira. Fazendo sucesso novamente como protagonista da série Desejo Sombrio da Netflix (uma das mais vistas em 2020), garante que cada passo e escolha que fez valeu a pena. E quando pergunta o que mudaria foi direta: 

“‘Pode soar muito clichê, mas eu não mudaria nada em minha vida pessoal ou profissional, porque cada passo que dei me trouxe até onde estou hoje, aprendendo muitas lições. A vida é isso, dar o mergulho, aventurar-se em novas experiências, colocar a alma e o coração no que faz e descobrir o que acontece. E é preciso mudar de rumo”.

Situação complicada

A escolha da senadora Simone Tebet como candidata do MDB para a disputa da presidência do Senado torna mais complicada a situação do Planalto. Rodrigo Pacheco (DEM), candidato de Alcolumbre que conta com apoio de Bolsonaro, também fechou com o PT. 

Agora, de quatro opções que disputavam a candidatura pelo partido, o MDB escolheu que era vista como menos provável e a única que não faz parte da base do governo. E é ligada a grupos que apoiam a Lava Jato – e ao ex-ministro Sérgio Moro. 

Os senadores do MDB estimam que a reversão de cinco a seis votos prometidos a Rodrigo Pacheco, agora apoiado pelo PT, garantirá a vitória de Simone Tebet (MS) na disputa pela presidência do Senado. 

A bancada acha que ela é a opção que somará mais apoio na campanha. Sua liderança, há dois anos, garantiu a vitória de Davi Alcolumbre (DEM-AP) contra Renan Calheiros (MDB-AL).

 
 

De volta ao trabalho

A atriz Mariana Ximenes está de volta ao trabalho, depois de um tempo em Alagoas com o namorado, o empresário e fotógrafo Victor Collor. Antes de sair para uma temporada na cidade natal do namorado, ela gravou algumas cenas extras da novela que está sendo reprisada em edição especial Haja coração

Ao que tudo indica, o final da personagem Tancinha poderá mudar. E na semana passada voltou a gravar a novela Nos Tempos do Imperador, que deverá estrear ainda este semestre. Em seu Instagram publicou fotos de outro trabalho mas sem dar muitos detalhes. 

Outras vacinas

Quando olhamos os números para cada vacina separadamente, o cenário também é preocupante. A BCG, que previne a tuberculose, por exemplo, teve uma cobertura superior a 100% da meta estabelecida entre 2009 e 2015, caiu para faixa dos 95% no ano seguinte e para 94% em 2017 e 2018. 

Já em 2019, caiu para menos de 53%. Doenças graves já erradicadas no país, como a poliomielite, acendem um sinal de alerta: com cobertura superior ou muito próxima de 100% em 2009. 2010, 2011 e 2013. Sofreu pequenas quedas em 2012, 2014 e 2015, mas nunca ficou abaixo de 96%. 

De 2016 em diante, a população vacinada contra pólio cai mais significamente, variando entre 84% e 88%, até chegar ao perigoso total de 51,54% em 2019. Dados do Programa Nacional de Imunização.

 
 

Ao contrário

Nos corredores do Itamaraty circula a informação de que Ernesto Araújo sugeriu a Jair Bolsonaro convidar Donald Trump para uma visita ao Brasil, após sua saída da Casa Branca. 

Seria a primeira vez que um chefe de governo brasileiro se encontraria com um candidato derrotado sem sequer dar um telefonema ou enviar mensagem ao presidente eleito e empossado. Só poderia ser ideia de Araújo, mas de Bolsonaro pode-se esperar qualquer coisa.

Olho na Selic

O Relatório Focus de meados de dezembro mostra que a expectativa do mercado é que a Selic voltará a níveis historicamente altos já subindo em 2021 e 4,5% em 2022 e 6% em 2023. Uma consequência é um Real se apreciando a partir de 2021. 

A expectativa de que o BC vai retornar a uma política “dura” faz com que as taxas de juros a 2-4-6-10 anos subam e empinem a curva de rendimento.

DEMISSÕES

A demanda por turismo apresentou recuperação nos últimos meses, mas as empresas do setor ainda operam em prejuízo. 

Redes hoteleiras e operadoras de turismo, que em 2020 demitiram mais de 20% de seus quadros, preveem mais demissões em massa caso o governo não reveja o encerramento das medidas para conter o impacto da pandemia da covid-19.

Novo ciclo

Com quase 90 mil farmácias no país, o Brasil deve voltar a viver um novo ciclo de investimentos no setor após 2021. Mesmo nesse ambiente de incertezas no mercado de consumo, a demanda segue acelerada. 

Maior preocupação das pessoas com a própria saúde e as ofertas recordes de ações em 2020, que levaram a um aumento de liquidez, devem sustentar a velocidade de aberturas de pontos e elevar a taxa de crescimento das vendas. 

A projeção é de um salto final positivo, entre inaugurações e fechamentos, de cerca de 900 unidades no país neste ano, maior volume desde 2018, segundo Abrafarma.

SUAVIZADA

A União suspendeu, renegociou ou adiou a cobrança de parcelas no ano passado de quase R$ 300 bilhões em dívidas, que tem a receber de empresas e pessoas físicas. 

Desde março, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional adotou medidas de flexibilização da cobrança da dívida ativa com vistas para não estrangular ainda mais devedores que perderam receita na pandemia.

Voltando atrás

A própria presidente do PT, Gleisi Hoffmann, autorizou o partido a embarcar numa história meio surrealista: o pedido feito pela sigla ao STF, nesses dias, para participar de uma ação que tenta anular as eleições no Vasco. 

Com a repercussão negativa do caso, Gleisi tirou o corpo fora, retirou a petição e tentou jogar a responsabilidade nos ombros do ex-deputado petista e ex-presidente da OAB Wadih Damous. 

Há quem esteja preocupado que ela possa ter procedimento semelhantes à coalizão partidária que apoia a candidatura de Baleia Rossi para presidente da Câmara.

Retribuição

Para retribuir o escancarado apoio do bispo Edir Macedo, o presidente Bolsonaro mandou o genro de Silvio Santos, que é titular da Comunicação e comandante da TV Brasil, Fábio Faria, comprar a novela Os Dez Mandamentos da TV da Igreja Universal. 

É um fato inédito ou o governo imagina que a população é tipo “gado”, uma emissora brasileira que não tem o hábito de exibir novelas compra os direitos de uma narrativa para exibir no país onde a mesma trama já foi exibida e reexibida diversas vezes.

ERA DE “98%”

A estratégia de João Doria não resistiu aos números finais da eficácia da Coronavac, 50,38%, apenas um pouco acima do mínimo exigido e muto distante dos 98% alardeados pelo próprio governador de São Paulo em setembro. 

O resultado final foi visto como real motivo para os inúmeros adiamentos do anúncio da taxa e para a demora no envio de dados dos estudos clínicos solicitados pela Anvisa para conceder o uso emergencial.

MISTURA FINA

  • A FORÇA Sindical enviou carta ao governador João Doria colocando todas suas instalações em São Paulo à disposição para a vacinação contra a covid-19. A oferta inclui as sedes dos sindicatos filiados e dez colônias de férias no interior. E o deputado Paulinho da Força vai fazer o maior auê para capitalizar a oferta.
  • A COVID-19 respondeu por um em cada dez acidentes de trabalho no país no terceiro trimestre e foi o principal motivo de afastamento profissional no período. A doença alastrou 10,8 mil trabalhadores de julho a setembro, aumento de 246% em relação aos três meses anteriores. E os três meses seguintes não são muito diferentes. 
  • A RECRIAÇÃO do Ministério dos Esportes entrou no balcão das exigências do PSL para apoiar a candidatura de Arthur Lira à presidência da Câmara. O partido já tem até um indicado para o cargo: o deputado federal Luiz Lima, recentemente derrotado na eleição para a prefeitura do Rio.
  • CORRE entre parlamentares a informação de que PT e PSOL vão solicitar ao Twitter a exclusão da conta pessoal de Jair Bolsonaro na rede, alegando constante disseminação de fake news, notadamente em relação à covid-19. Para Bolsonaro, receber a mesma punição de Trump, é mais prêmio do que castigo.
  • AS ações do Google, Facebook e Twitter após banirem perfis de Donald Trump, considerado grave ataque à liberdade de expressão, caíram muito. O Twitter perdeu US$ 5 bilhões e o Facebook US$ 334 bilhões em valor de mercado.
  • O EX-senador Mão Santa disse, ao empossar os secretários de novo mandato na prefeitura de Parnaíba (PI) que Bolsonaro será reeleito em primeiro turno “porque o povo sabe que ele é o melhor para o Brasil”.
  • A CAIXA Econômica vai tentar uma nova licitação da Lotex até junho. A norte-americana IGT e a inglesa Scientific Games, que haviam arrematado a concessão das raspadinhas da CEF em 2019 desistiram do negócio no fim do ano passado.
  • A SITUAÇÃO do coronavírus não está apenas insustentável no Brasil, o mundo inteiro vive uma segunda onda do vírus, com números mais do que assustadores e batendo recordes. Nos Estados Unidos, o país mais afetado, por exemplo foram 4.327 óbitos num só dia e 17.186 em todo o planeta nas últimas 24 horas, aponta balanço da Universidade Johns Hopkins.