Colunistas
BRASIL DA LIGA DOS CAMPEÕES

Início das semifinais teve mais jogadores brasileiros do que ingleses

Confira a coluna do PVC desta sexta-feira (29)

Paulo Vinícius Coelho - PVC

29/04/2022 00:05

É mesmo espantosa a distância observada por meu amigo e vizinho de coluna, Juca Kfouri, entre a qualidade das semifinais da Liga dos Campeões e a da fase de grupos da Libertadores. Só não é novidade.

Quando Kaká era o melhor do mundo e o Milan, o principal clube da Europa, já era duro o contraste entre as tardes de Champions e as noites de Brasileiro.

Há 15 anos, quando o Brasil teve pela última vez um jogador eleito pela Fifa o melhor do planeta, as semifinais da Liga dos Campeões tiveram dez ingleses, sete italianos e dois brasileiros –Dida e Kaká.

Os semifinalistas eram três clubes ingleses e um italiano.

Ainda não acabou... Assine o Correio do Estado para continuar lendo essa notícia

Apóie o jornalismo sério, que tem compromisso com a verdade e com a entrega de conteúdo relevante para você todos os dias.
Apenas R$ 9,90 por mês

Quero Assinar

Já é assinante? Faça login clicando aqui