Clique aqui e veja as últimas notícias!

SAÚDE EM ALTA PERFORMANCE

Como funciona o marca-passo, dispositivo usado para monitorar a frequência cardíaca de pacientes

Apresentador Cauê Marques entrevista o médico cirurgião cardiovascular, Eduardo Valentim, sobre o marca passo.
11/10/2021 09:00 - Cauê Marques


Hoje, na coluna Saúde em Alta Performance, o apresentador Cauê Marques entrevista o médico-cirurgião cardiovascular, Eduardo Valentim, sobre o marca-passo.

O marca-passo é um pequeno dispositivo eletrônico implantado sob a pele, geralmente abaixo da clavícula no lado esquerdo ou direito do peito.  

Este dispositivo, monitora a frequência cardíaca de pacientes que por alguma doença, possuem um batimento cardíaco mais lento.

Quando isso acontece, ele envia pequenos sinais elétricos indetectáveis para estimular e corrigir isso.

“Geralmente são pacientes idosos, que com o passar dos anos vão tendo um bloqueio atrioventricular avançado (BAV), esses problemas tem a necessidade de colocar o marca-passo. Outros são pacientes pós infarto, e algumas vezes pacientes congênitos, bebês que nascem com uma doença congênita e tem que colocar esse dispositivo.” informa Valentim.

Segundo o médico, o risco do implante de marca-passo é mínimo. “São poucas as intercorrências que temos, é uma cirurgia de 40min, 1h30min, depende do tipo de marca-passo que vai colocar”.

“É um corte pequeno, pulsiona uma veia, coloca dois cabinhos dentro do coração, avalia, vê se está tendo uma boa percepção do estímulo cardíaco, conecta no gerador de marca-passo que deve ter o tamanho de duas moedas de um real e coloca esse aparelho embaixo do músculo ou embaixo da pele”, explica.