Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

CLÁUDIO HUMBERTO

Ricardo Barros: “Nós temos um momento positivo, pois o Congresso é reformista”

Líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, sobre as reformas tributária e administrativa
26/10/2020 11:00 - Cláudio Humberto


“Nós temos um momento positivo, pois o Congresso é reformista”
Líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, sobre as reformas tributária e administrativa

Brasil cria 2 regras tributárias por dia há 32 anos

A reforma tributária se torna mais necessária a cada dia, para destravar o crescimento econômico brasileiro.

Levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra que os legisladores brasileiros tiveram a capacidade de editar 419.387 normas tributárias desde a promulgação da Constituição. 

Segundo o IBPT, são 2,17 regras criadas todo dia útil desde 1988. Sempre para atrapalhar.

Burocracia bilionária

As milhares de regras levam as empresas a gastar R$ 162 bilhões por ano apenas para acompanhar as mudanças na legislação, diz o IBPT.

Sem dúvida

Relator da reforma, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) vê o sistema tributário é "um dos pontos de maior contribuição para o alto custo do país".

Valia para antes

Coordenador do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral disse que as propostas "são ultrapassadas" e não consideram todos os efeitos da pandemia.

Burocracia quilométrica

Cada empresa deve monitorar atentamente 4.377 regras se não quiser ter problemas. Impressas em papel A4, são 6,4 quilômetros de normas.

Brasil importará ‘vacina desenvolvida pelo Butantã’

A autorização da Anvisa para o governo de São Paulo importar 6 milhões de doses de vacinas do laboratório chinês Sinovac provocou estranheza no Palácio do Planalto. 

Afinal, o governador João Doria tem repetido à exaustão o que a vacina é “desenvolvida em parceria com o Instituto Butantã”. 

A importação autorizada na sexta (23) confirma quem de fato desenvolve o imunizante, mas o Butantã continua sendo a principal referência brasileira no desenvolvimento de vacinas e outros fármacos.

Caráter ‘especial’

As autoridades paulistas se apressaram em divulgar que a importação da vacina será realizada “em caráter especial”.

Rótulo brasileiro

Até agora, a participação efetiva do Butantã foi materializada com a divulgação da embalagem da vacina com a denominação “Coronavac”.

Eu compro, você paga

Bolsonaro acha que a grita de Doria objetiva apenas encontrar quem pague a vacina encomendada pelo seu governo ao laboratório Sinovac.

Julgamento inócuo

O ministro Ricardo Lewandowski quer urgência no julgamento do STF sobre a tola ação do PDT que pretende tornar a vacina obrigatória, mesmo sabendo que não haverá vacinas para todos. 

Poderia aproveitar e ordenar, por sentença, que as vacinas se materializem no Brasil.

Holofote não esquenta

O café anda tão frio, na Câmara dos Deputados, que o presidente Rodrigo Maia teve que apelar para palpites na “polêmica” sobre a vacina entre o presidente Bolsonaro e o governador João Doria.

Craque na assessoria

O embaixador Carlos Alberto França, que se despede do Cerimonial, é o novo chefe da Assessoria Especial do Planalto. Precisa manter o preparo físico: terá de acompanhar despachos, levantar dados, preparar e-mails, estudos, tratar da agenda e acompanhar as viagens do presidente.

Aulas no boteco

Um cursinho para concursos e vestibulares de Maceió expôs o ridículo da proibição de funcionamento de escolas, enquanto botecos e restaurantes estão liberados: dá suas aulas em um bar da cidade.

Luzes da indiferença

A Câmara gostou da moleza de “apoiar” causas apenas iluminando suas dependências. A mais nova será trocar rosa do câncer de mama pelo verde do nanismo. Agir, que é bom, aprovando projetos, quase nada.

PEC da sinalização

A PEC 77, de Izalci Lucas (PSDB-DF), foi apresentada em 2019 por Angelo Coronel (PSD-BA) e retira do presidente o poder de indicar todos os ministros do STF. Três seriam “eleitos” pelo Senado, três pela Câmara e cinco pelo presidente. E limita a escolha a ministros de outros tribunais.

Posse virtual

Após ser aprovado no plenário do Senado por 57 votos a 10, em sessão semipresencial, Kassio Nunes Marques tomará posse como Supremo Tribunal Federal (STF), em cerimônia virtual, semana que vem, dia 5.

Retomada

Associação de lojistas de shopping (Alshop) prevê a contratação de ao menos 82 mil empregados temporários para as vendas de fim de ano. A expectativa é de efetivação de cerca de 20% para continuar em 2021.

Pensando bem...

...no Congresso, quando o café esfria, não tem incêndio que esquente.

PODER SEM PUDOR

Canelada no Palocci

Político sem papas na língua, o senador piauiense Mão Santa (PMDB) fez profissão de fé pela medicina, durante visita ao Senado do colega e ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci. 

O que era para ser uma sincera autocrítica como um alerta a Palocci, teve o efeito de uma canelada: “Ministro, o senhor é médico, eu sou médico, nós entendemos tudo de pressão alta e triglicerídeos. Mas de economia, vamos ser francos, nós não entendemos é nada!” Palocci ficou pálido.

 
 

Felpuda


Figurinha cuja eleição estava sub judice trabalha intensamente para ter a votação legalizada. Isso acontecendo, garante uma das cadeiras de vereador. Assim, quem hoje foi proclamado eleito vai para a fila da suplência.

Caso isso ocorra, a figurinha que corre o risco não deverá ficar desamparada, pois deixou secretaria municipal para disputar as eleições e poderá ter a cadeira de volta em 2021. Agora, resta esperar para ver onde vai parar.