Colunistas
DIREITO DO CONSUMIDOR

O alto custo das passagens aéreas e dicas de como agir

Confira o artigo desta quarta-feira (25) de Marcelo Salomão

Marcelo Salomão

25/05/2022 00:05

As férias de julho estão chegando e, no momento em que as restrições sanitárias vêm sendo suspensas e os consumidores cada vez mais seguem retomando o planejamento de viagens, o que temos observado é que os preços das passagens aéreas estão disparando no mercado e a dica é pesquisar e se antecipar para tentar economizar!

Passagens nacionais e internacionais foram atingidas pelo aumento em média de 20%, especialmente para os destinos mais procurados pelos brasileiros. 

De acordo com os especialistas, uma justificativa para a alta de preços é que a guerra entre Rússia e Ucrânia afeta os preços dos combustíveis usados nas aeronaves e também as consequências que as companhias aéreas sofreram com a diminuição drástica de passageiros durante a pandemia. 

Um ponto que merece atenção do consumidor é que, em razão da pandemia da Covid – 19, a remarcação de passagens estava isenta de cobranças, no entanto, desde janeiro de 2022 as companhias aéreas foram autorizadas a cobrar por estas taxas novamente e o consumidor pode optar pelo reembolso em créditos futuros. 

Assim, o planejamento sempre é a melhor opção para o consumidor economizar a não ser em casos extremos em que a remarcação seja de fato a última saída.