Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

GIBA UM

“Não quero ser cabeça de manjuba. Quero ser cérebro da baleia. Disputo para ganhar”

de MÁRCIO FRANÇA, ex-governador e candidato à prefeitura de São Paulo, dizendo que “não é comunista, nem bolsonarista”
26/10/2020 06:00 - Giba Um


“Não quero ser cabeça de manjuba. Quero ser cérebro da baleia. Disputo para ganhar”,  
de MÁRCIO FRANÇA // ex-governador e candidato à prefeitura de São Paulo, dizendo que “não é comunista, nem bolsonarista”.

Romeu Zema recorreu ao Bolsonaro a tentativa de um empréstimo da ordem de R$ 7 bilhões. Na mesa a proposta de securitização dos royalties que o governo mineiro tem a receber das vendas de nióbio até 2032.

Mais: ele tentou vender os recebíveis no mercado, mas a pandemia acabou com a operação. Agora, Zema está convencido de que Paulo Guedes, com quem vinha negociando, sentou em cima do assunto.

In – Bolo napolitano
Out – Bolo noiva

 
 

Contagem regressiva

A atriz Sthefany Brito, 33 anos, que pode ser vista na TV na pele de Amaralina na edição especial de A Flor do Caribe, está ansiosa para a chegada de seu primeiro filho e já conta os dias. 

Na reta final de sua gravidez ela compartilhou em suas redes sociais fotos do ensaio. A atriz também está na capa da revista Caras Brasil onde revelou a expectativa para o nascimento do filho. 

“Espero ser muito parceira do meu filho, mas sempre colocando limites! Só peço sabedoria para educar com valores e para que ele seja um ser humano consciente, com empatia e respeito pelo próximo”. 

Revelou também o desejo de fazer uma tatuagem depois da gravidez. “Um dia vou tatuar, mas de uma maneira especial”. 

Antônio Enrico é fruto do relacionamento de 9 anos com o empresário Igor Raschkovscky.

Bens bloqueados

Não é apenas o governador de São Paulo, João Doria que teve seus bens bloqueados devido a um processo referente a seu tempo (curto) de prefeito. 

Celso Russomano teve contas bloqueadas em quatro bancos, um edifício penhorado no litoral paulista e veículos incluídos em cadastro judicial que impede a comercialização dos bens. 

É acusado de dar calote em uma empresa que alugou para ele um edifício onde funcionou o Bar do Alemão, em Brasília.

Russomano figurava como sócio e administrador do estabelecimento e a dívida total, em valores corrigidos, ultrapassa R$ 7,2 milhões, conforme autos da Justiça do Distrito Federal. 

Mais: Russomano desidratou e caiu sete pontos na pesquisa do Datafolha e passou para o segundo lugar na corrida à prefeitura de São Paulo, mesmo apoiado por Jair Bolsonaro. Bruno Covas lidera e venceria Russomano no segundo turno. 

A coordenação da campanha de Celso vai continuar investindo na estratégia de alinhamento total à agenda política e ideológica do presidente que o elegeu seu candidato à prefeitura de São Paulo, para se contrapor ao grupo de oposição do seu governo em São Paulo liderado por João Doria.  

 
 

Sonho realizado

A cantora Iza que há poucos dias divulgou que lançará em março do ano que vem  uma coleção em parceria com a Olympikus está realizando mais um sonho. É capa de Elle Brasil que marca a volta da revista impressa que tinha deixado de circular em 2018. 

“Sempre amei essa revista e não acredito que dessa vez eu estou na capa, e ainda dividindo esse lugar com tantos outros nomes maravilhosos! Feliz demais por fazer parte disso”. 

Além de Iza a publicação tem outras três capas : Gilberto Gil, Djamila Ribeiro e Katú Mirim. Em entrevista fez uma confissão: “Comecei a cantar muito mais por medo de ver o sonho passar, de não dar mais tempo de correr atrás, do que coragem”. 

A revista por enquanto terá somente 4 edições anuais e será publicada pela Papaki Editora.

Riso amarelo

Jair Bolsonaro tirou Eduardo Pazuello da cama, no hotel onde se hospeda em Brasília, para aparecer numa gravação a seu lado, onde tenta levar o desconforto da novela da vacina chinesa para o terreno do humor. 

Foi correndo até lá, porque haviam informado que Pazuello ia pedir demissão, tendo como avalistas os militares do governo. Pazuello esboçava um sorriso amarelo, enquanto Bolsonaro fazia piadas e depois perguntava: “Na semana que vem, lá então?”. 

O general continuava sorrindo amarelo, dizendo “Um manda, outro obedece”.

 
 

Com a OAB

No condomínio de lealdade montado por Bolsonaro para a indicação de Kássio Nunes ao STF, não estava incluída a OAB. 

A Ordem dos Advogados do Brasil não esteve entre as instâncias consultadas pelo presidente, mas nenhum outro ministro chegará à Alta Corte com tantos fortes vínculos com a instituição. 

Na sabatina, Kássio falou até do carrinho de cachorro-quente que teve em Teresina, mas não da parceria com o ex-presidente da OAB, Marcos Vinicius Coelho Furtado, maranhense de nascimento, mas criado no Piauí.

Fluxo positivo

Depois de saída recorde de capital externo da bolsa nos últimos meses, os investidores estrangeiros parecem ter identificado uma oportunidade de compra no Brasil e voltaram a alocar recursos em ações listadas do lado de cá. 

Em outubro, o fluxo está positivo em R$ 2,25 bilhões, segundo dados do mercado secundário da B3. Se o mês terminasse agora, seria o maior aporte de estrangeiros desde setembro de 2018, quando a entrada de capital ficou em R$ 3,28 bilhões. 

O ingresso, contudo, ainda é limitado em relação à fuga de R$ 85,20 bilhões acumulados até agora.

GARANTIA

Fornecedores do governo federal poderão, a partir desta semana, tomar crédito oferecendo em garantia os contratos ativos que têm com a União. 

A medida tem potencial para movimentar cerca de R$ 39 bilhões na forma de antecipação de recebíveis, conforme projeção do Ministério da Economia. 

A operação será digital, feita por meio de uma plataforma batizada de Antecipações. As empresas que têm recebíveis da União registram no site o número desses contratos.

Pacote difícil

Os Estados Unidos despejaram cerca de US$ 60 bilhões de ajuda para as empresas aéreas, sendo parte do dinheiro não reembolsável. E há discussões para estender o socorro ao setor, que poderia receber mais US$ 25 bilhões. 

Os EUA respondem por cerca de 20% da aviação comercial do mundo. No Brasil, o governo transferiu para o BNDES a tarefa de construir uma solução para as dificuldades das companhias aéreas. 

Paulo Guedes desenhou um pacote que depende de investidores privados, proposta considerada de difícil implementação. As empresas receberam o projeto, mas ninguém aderiu até agora.

MUITA TENSÃO

Mais um indício de que o governo Bolsonaro enfrentará uma dura queda de braço com o Paraguai em relação a Itaipu. 

O presidente paraguaio, Mario Benitez, indicou o ministro das Relações Exteriores, Frederico Gonzáles para o Conselho da hidrelétrica binacional. 

Ele é ferrenho defensor de que o Paraguai venda a terceiros a cota de energia de Itaipu que lhe cabe. O Brasil é contra.

Primeiras prisões

Demorou mas aconteceu na manhã de sexta-feira (23) as primeiras prisões referente ao esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. 

O ex-deputado estadual Silas Bento (PSDB) e seu filho Vanderson Bento (PTB), que era candidato à vereador na cidade de Cabo Frio foram encaminhados a prisão. 

Silas  se tornou réu por associação criminosa, peculato, extorsão e lavagem de dinheiro. Vanderson, virou réu pelos mesmos crimes, exceto lavagem de dinheiro.

Não entendeu

O cantor Caetano Veloso estava contratado para fazer uma live em prol da candidatura de Manuela D’Ávila à prefeitura de Porto Alegre a ser realizada no dia 7 de novembro. 

Só que não acontecerá: o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul proibiu a live. Caetano  desabafou: “O TRE do Rio Grande do Sul, por 4 a 3, impediu a realização do evento de arrecadação de recursos que pretendo organizar para ajudar a Manuela D’Ávila e o Guilherme Boulos a recolherem fundos para as suas campanhas. 

Respeito a decisão, mas confesso que eu não entendi”.

NA FRENTE

China e Estados Unidos vivem em pé de guerra nas mais diversas áreas devido a incompatibilidade de pensamentos entre seus chefes de governo. 

Só que pela primeira vez desde que foi criado o cinema a China alcançou o primeiro lugar nas bilheterias cinematográficas. 

A arrecadação da China acumulada em 2020 foi de US$ 1,998 bilhão enquanto os EUA acumulou US$ 1,937 bilhões segundo dados da Artisan Gateway.

MISTURA FINA

  • OS municípios podem chegar ao fim de 2020 sem usar grande parte dos recursos que tem em caixa carimbados para combater a covid-19. Isso representa cerca de metade dos R$ 42,2 bilhões de repasses extraordinários feitos pela União às prefeituras este ano, montante que pode retornar ao governo federal.
  • O PREFEITO Bruno Covas está radiante com sua arrancada e previsão de que também venceria Celso Russomano no segundo turno. Os coordenadores de sua campanha estão na dúvida se colocam no ar a figura de João Doria apoiando Bruno ou não. Se tudo correu bem até agora sem o governador fazendo pose no horário gratuito, para que arriscar e provocar Bolsonaro é um caso a se pensar.  
  • EM rodas mais intimas, André Esteves diz que o BTG quer ser o maior banco do Brasil. Publicamente, ele diz que não é nada disso, muito modesto. Em uma reunião do Conselho, contudo, ele falou que a mudança do paradigma bancário decorrente das oportunidades do universo digital favorece o banco, que será o maior do Brasil.
  • O PDT de Carlos Lupi foi ao Supremo Tribunal Federal para dar aos governadores estaduais o direito de obrigar a população a tomar a vacina. Só não explicaram como isso será possível se não haverá vacina para todos.
  • O PRESIDENTE Bolsonaro vai mandar reforços para Marcelo Crivella, ameaçado de não ir para o segundo turno em disputa no Rio de Janeiro. Flávio e Eduardo Bolsonaro participarão de eventos ao lado do prefeito na reta final da campanha.
  • CONDENADO a sete anos pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-deputado Pedro Henry corre o risco de voltar à prisão. Da multa de R$ 930 mil aplicada pela Justiça, o ex-parlamentar pagou apenas a primeira prestação. O restante está atrasado há meses. O calote pode lhe custar a perda do regime semiaberto.  
  • EM meio ao embate entre o presidente e governadores sobre a compra da vacina contra o novo coronavírus, o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, garante que dificilmente o Brasil vacinará toda a população antes de 2022 e indica que o governo federal não deverá manter o auxílio emergencial se a crise econômica devido à pandemia se estender.
  • O ISOLAMENTO prolongado tem mexido com o psicológico das pessoas e ninguém aguenta mais ficar em casa. Prova disso é a busca de viagens que cresceu 32% na semana antes do Dia das Crianças.

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!