Clique aqui e veja as últimas notícias!

TURISMO

Reduto de vários impérios, Istambul é destino perfeito para quem deseja mergulhar na história

Uma das principais cidades da Turquia tem museus a céu aberto e palácio de Sultão
09/12/2020 15:20 - Naiane Mesquita


Maior cidade da Turquia, Istambul acaba de entrar em lockdown novamente, mas não para os turistas. O setor é um dos mais importante para a economia do país, que encanta os visitantes que gostam principalmente de cultura, gastronomia e arquitetura, três grandes pilares da região.

Istambul tem milhares de anos de história. Está em pé desde 667 a.C e esteve sob domínio da Grécia, Roma e do império Otomano. Toda essa trajetória faz com que ela tenha tanto influências da Europa quanto da Ásia na cultura, gastronomia e arquitetura. Apesar de histórica, a cidade também é moderna e encantadora.

A Cidade Velha reflete as influências culturais dos impérios que passaram pelo local. O grande destaque vai para o distrito de Sultanahmet, que combina perfeitamente com um passeio a pé e ao ar livre.

Hipódromo

O Hipódromo pode ser o ponto de partida. O museu a céu aberto foi um centro cultural na época do Império Romano, onde aconteciam vários eventos da época. 

No local estão monumentos importantes, como o Obelisco Egípcio e a Coluna de Serpente.

 
 

Mesquita Azul

Bem em frente ao Hipódromo está a mesquita azul. Mais importante da cidade e querida pelos muçulmanos, a mesquita é a única da cidade onde é possível ouvir o Adhan, citação deo Alcorão cantada em um alto falante. A entrada é de graça e eles fornecem os acessórios necessários, como o véu. 

 
 

Museu de arte turca e islâmica

É neste museu que estão as primeiras cópias do Alcorão. O local reúne, como o próprio nome indica, peças da arte turca e islâmica. São peças em cerâmica, castiçais, luminárias e esculturas. Para completar, o local tem uma coleção de tapetes incrível. 


 

 
 

Hagia Sofia

No início ela era uma catedral, mas foi transformada em uma mesquita pelos otomanos. Posteriormente, o local virou um museu que guarda tanto mosaicos de figuras cristãs, como painéis com escritos islâmicos. 

 
 

Palácio Topkapi

Construído entre 1460 e 1478, o Palácio Topkapi era a sede do Império Otomano e residência do Sultão e de suas famílias. Virou museu e tem um acervo incrível, com 300 mil documentos otomanos, tapetes, cristais, pratarias, cerâmicas e joias, como um diamante de 86 quilates.