Colunistas
SAÚDE EM ALTA PERFORMANCE

Saiba o que é neonatologia e qual a diferença entre ela e a pediatria

Médico explica a importância de ter um neonatologista na sala de parto para identificar problemas comuns aos recém nascidos

Cauê Marques

20/06/2022 11:15

Você sabe a diferença entre o médico pediatra e o neonatologista? E qual a área de atuação deste profissional?

Este é o tema do Programa Saúde em Alta Performance desta semana.

O médico neonatologista José Mendes explica que o período neonatal é do nascimento até os 28 dias do bebê recém nascido. 

O neonatologista cuida da criança nesse período, das patologias que comumente surgem no recém nascido, após os 28 dias, os cuidados ficam 28 com o pediatra.

"A área de atuação é na recepção, na sala de parto, na unidade intermediária daquela criança que não está tão grave mas precisa de cuidados, e a UTI", disse Mendes.

O profissional explicou que há alguns problemas, como a falta de leitos de UTI neonatal, mas ressaltou que já há mobilização por parte do Ministério Público, que determinou que o município e prefeitura abram novas unidades.

"Em março, o déficit era de 29 leitos de UTI neonatal e 21 de unidade intermediária no Estado".

Quanto ao atendimento aos recém-nascido, o neonatologista explica que o maior desafio é no caso de prematuros, que nascem com imaturidade nos sistemas respiratórios, digestivo, renal, entre outros.

"No cuidado com o recém nascido tem que tentar reproduzir as condições intra útero, ele [bebê] não gastava energia para respirar, fazer digestão, incorporar substrato para crescer, aqui fora tem que tentar reproduzir, é difícil, mas tem que dar condições dele ter um desenvolvimento semelhante ao que ele tinha dentro do útero", explica.

os cuidados intermediários é a criança que saiu da uti e precisa terminar o tratamento, e tem o canguru, que é a mesma coisa, cuidado intermediário, não está recebendo medicamento.

O médico diz ainda que o melhor presente que uma mãe pode dar ao filho é levar um neonatologista para a sala de parto.

"Porque ele consegue identificar em segundos o problema daquela criança, seja prematura ou não, se tiver intercorrência, se não nasceu respirando, com bom tônus, porque aquela apresentação clinica o neonatologista define em poucos segundo e já age".

José Mendes também tira dúvidas sobre como procurar um neonatologista e quais outras importâncias do profissional e cuidados com o recém nascido.

Confira o programa completo abaixo: