Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NUTRIÇÃO E BOA FORMA

Tem diferença correr na esteira ou na rua?

Profissional de educação física esclarece dúvidas comuns sobre a atividade física
27/04/2020 08:30 - Naiane Mesquita


Todo mundo que pensou em começar uma atividade física já se questionou se é melhor encarar o desafio na rua ou na esteira. Apesar de semelhantes, os exercícios têm diferenças, que aparecem principalmente na força e equilíbrio.

De acordo com o profissional de educação física, professor e personal trainer, Geovany Rafael Bisol, a primeira diferença entre às duas práticas é o ambiente. “No ambiente outdoor você tem sol, chuva, frio e todas as condições climáticas que podem jogar a favor ou contra o seu rendimento. Já na esteira não existe essa diferença. Outra questão é que na rua você tem a opção de mudança de paisagem e vários tipos de terrenos”, explica Bisol.

Enquanto na rua o terreno nem sempre é o mesmo, na esteira ele é e pode diminuir impactos. “Dependendo do modelo da esteira, algumas são mais modernas e desenvolvidas para serem mais flexíveis, diminuindo o impacto da prática”, ressalta. 

Esse efeito de diminuir o impacto é importante para as articulações, portanto, cuidado na hora de escolher o calçado para a corrida, na esteira ou na rua. 

 

 
 
 

Condicionamento físico

Segundo Bisol, enquanto na rua o praticante precisa de força para empurrar o chão, na esteira a palavra-chave é equilíbrio. “Nesse ponto a principal diferença é essa. Na rua você faz o movimento, mas o piso está móvel, então é preciso uma força maior no outdoor, enquanto no indoor a adaptação neural é diferente e a pessoa necessita de equilíbrio para se adaptar e realizar o movimento corretamente”, frisa. 

Na hora de contabilizar as calorias, o profissional diz que não é tão fácil chegar a um consenso. “O gasto calórico está em função da respiração cardiorrespiratória. Quanto maior a sua capacidade cardiorrespiratória, maior sua capacidade de produzir energia durante o exercício”, indica.

De qualquer forma, as duas opções são boas. “Atividade aeróbica é muito importante para o condicionamento cardiorrespiratório, para a prevenção de doenças metabólicas, como a hipertensão. Um fator interessante para quem gosta de fazer caminhada ou corrida na rua é manter um fortalecimento muscular, por meio do treinamento de musculação ou funcional”, ressalta.

Segundo o profissional, fortalecer a musculatura auxilia na absorção do impacto da atividade física para o corpo. 

 

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.