Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Terra dos Cânions fica no Brasil e é perfeita para quem deseja um pouco de aventura

Cambará do Sul fica a 200km de Porto Alegre, entre a divisa do Rio Grande do Sul e Santa Catarina
14/10/2020 09:30 - Naiane Mesquita


Já pensou conhecer um cânion sem precisar sair do Brasil – e na verdade nem ir muito longe?

A cidade de Cambará do Sul é perfeita para realizar esse sonho. Conhecido como a Terra dos Cânions, o município tem em sua extensão um conjunto de montanhas que formam grandiosos cânions. Ao todo são 250 quilômetros de bordas, entre os Campos de Cima da Serra e o litoral, na divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Localizada a menos de 200km de Porto Alegre, para os sul-mato-grossenses o melhor caminho é ir de avião. A não ser que a ideia seja realizar uma road trip. Nos dois casos, o ponto de partida pode ser Porto Alegre, então a BR-290, conhecida como Freeway, é uma ótima opção. Outra alternativa, com menos tráfego e pista dupla, é pela BR-290 até Osório e depois opte pela BR-101, que vai em direção ao litoral. 

Se a preferência for pelo ônibus, o destino é direto e são cinco horas de viagem. 

Natureza

O grande atrativo da cidade é a natureza exuberante, no melhor sentido da palavra. Em Cambará do Sul há cânions e montanhas que integram o Parque Nacional de Aparados da Serra e o Parque Nacional da Serra Geral. 

Os principais cânions são o Itaimbezinho e Fortaleza, sendo que a melhor forma de os conhecer é por meio das trilhas.  A região também possui alguns outros cânions, como o Corujão, Malacara, Rio-Leão e Churriado.. 

 

 
 

Cânion Itaimbezinho: Localizado no Parque Nacional dos Aparados da Serra, esse cânion é um dos mais preparados para receber turistas. No local há diversas trilhas, com níveis diferentes de dificuldade. A mais simples é a do Cotovelo, com baixa dificuldade e apenas 6km de extensão, enquanto a do Rio do Boi é a mais longa, com 12 km e com direito a mata fechada. 

 
 

Cânion Fortaleza: Esse fica no Parque Nacional da Serra Geral e é o mais profundo, com cerca de 900 metros de altura. A trilha do Mirante é bem curtinha, tem 3,5 km e é de fácil realização.  Já a Trilha do Tigre Preto é longa, com 18 quilômetros de extensão, em uma mata fechada e com pouca sinalização. Nada de fazer sem guia!

 
 

Além disso, a cidade tem várias cachoeiras e paisagens dignas de um álbum completo nas redes sociais.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...