Clique aqui e veja as últimas notícias!

PREVISÕES

Em artigo, vice-presidente Mourão pede união e otimismo para 2021

Segundo o vice, é necessário unir forças para conseguir avanços
11/12/2020 23:34 - Agência Brasil


O vice-presidente Hamilton Mourão publicou hoje (11) um artigo em que pede união, esforço e otimismo para o final deste ano e para 2021.

O próximo ano, segundo o vice-presidente, deverá ser caracterizado por “otimismo e crença na vitória, abandonando os sentimentos negativos de que tudo está perdido. Não está!”, afirma.

Acompanhe as últimas notícias do Correio do Estado

Mourão reconhece as dificuldades atravessadas por famílias brasileiras durante a pandemia de covid-19, principalmente aquelas que perderam membros e amigos por causa da doença.

“Enfrentamos um período de incomparáveis desafios, notadamente no campo da luta pela vida contra a pandemia do coronavírus. Período de luto, sofrimento e dor para milhares de famílias que perderam seus entes queridos, seus amigos, nossos irmãos brasileiros, apesar de toda a nossa participação, empenho e vontade de vencer esta doença.”

Em tom de otimismo, o vice-presidente afirma que é necessário potencializar o lado promissor do Brasil com união.

Assim, haverá “fonte de energia para aumentar nossa disposição e para cada vez mais construir (ou reconstruir) o nosso Brasil”.

Mourão cita ainda Fábio Faria, ministro das Comunicações, cuja frase o vice-presidente toma a liberdade de parafrasear: “É oportuno e necessário um armistício patriótico”.

Mourão fala ainda sobre a questão do desmatamento na Amazônia, e afirma que houve uma campanha internacional equivocada sobre a "forma como cuidamos do nosso verde."

Sobre divergências políticas e conflitos, Mourão assegura que são características fundamentais de uma democracia, e que também é possível avançar mesmo com opiniões divergentes.

“Posicionamentos e ressalvas sempre haverá, pois esses são importantes traços de nossa democracia. No entanto, a flexibilidade e o diálogo são a regra. O benefício final é inegável.”

O vice-presidente encerra o artigo com um apelo à união e à soma de esforços para o país.

“Cabe a nós, brasileiros, nos unirmos neste objetivo: ajudar o nosso País, de mãos dadas e, principalmente, com pensamentos e ações positivas”, conclui.