Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DIVERSÃO EM CASA

Aproveite o isolamento para colocar em dia filmes, séries e livros, além de curtir jogos e brincadeiras com a família

Isolamento faz parte das recomendações para conter avanço do coronavírus
20/03/2020 07:00 - Da Redação


 

Com a recomendação do Ministério da Saúde de permanecer em casa por causa da pandemia de coronavírus, o Correio do Estado decidiu preparar uma lista especial de lazer para quem vai curtir o fim de semana no sofá.

Em vez de se arriscar e prejudicar a saúde de outras pessoas nos bares da cidade, aproveite o fim de semana para colocar as séries, filmes e livros em dia.

Para começar, quem tem televisão a cabo pode comemorar. As operadoras Claro, Vivo, Oi TV e Sky anunciaram a abertura de diversos canais, entre eles, todos da rede Telecine, Globo News, GNT, TNT, Cartoon Network, Cinemax, Discovery e BBC. Entre no site oficial de sua operadora para conferir quais canais estão abertos.

O serviço de streaming Globoplay, que conta com mais de 2 mil filmes, também estará disponível para uso gratuito por 30 dias para novos assinantes. Entre os destaques da plataforma estão “Bacurau” e “Turma da Mônica: Laços”.

Na televisão aberta, as novelas inéditas ainda serão exibidas durante o fim de semana. A programação de hoje também terá o filme “Loucas por Amor e Viciadas em Dinheiro”, na “Sessão da Tarde”. 

 
 

Netflix

As novidades do streaming do mês de março incluem a nova temporada da série “Elite”, sucesso entre os jovens, e o reality show “Casamento às Cegas”, que mostra um experimento social em que homens e mulheres conversam e ficam noivos sem se verem. O reality está dando o que falar no exterior e no Brasil.  

Para acompanhar com as crianças e os adolescentes, a série “Anne With An E” é uma das mais indicadas. Queridinha entre os jovens, a produção tem três temporadas comoventes, mostrando a trajetória de uma órfã impetuosa e cheia de vida.  Outra dica que faz sucesso com o público jovem e adulto é “Sex Education”. A produção mostra as alegrias e as dúvidas que cercam o sexo, sempre com bom humor.  

Já para os pequenos as opções são inúmeras, desde a inclusão dos animes “Meu Amigo Totoro”, “A Viagem de Chihiro”, até a chegada de “Harry Potter” e a série “O Chefinho de Volta aos Negócios”.  

Humor e drama

Na Netflix o que não falta é conteúdo para adultos. Vale a pena dar uma chance para os filmes de drama, como “História de um Casamento”, concorrente ao Oscar.  

Já nas séries, para quem gosta de viagem no tempo, aproveite “Outlander”, que tem três temporadas na Netflix e uma que acabou de estrear na Fox Premium. Outro sucesso é “Atlanta”, que, com bom humor, aborda a tensão racial que existe nos Estados Unidos.  

Para os fãs da monarquia britânica, “The Crown” estreou uma nova temporada recentemente, chegando à terceira.  

Como não só de Netflix sobrevive a cultura pop, outros streamings têm várias opções de divertimento. Na Amazon Prime Video, a dica é a série de comédia “Fleabag”, ganhadora de vários prêmios da temporada. Todos os filmes de John Wick estão lá, além de sucessos mais recentes, como “Capitã Marvel”, “Rei Leão”, “Toy Story 4” e “Aladdin”.  

 

 
 

Jogos

Os jogos de tabuleiro, como dama e xadrez, são ótimos para quem deseja aproveitar um tempo com a família e entreter os mais jovens.  

O clássico Imagem e Ação, por exemplo, tem versão gratuita disponível para o celular, o que garante bons momentos de entrosamento entre a família e sem contato pessoal.  

Livros

A jornalista e uma das fundadoras do grupo Leia Mulheres Campo Grande recomenda cinco livros de diferentes nacionalidades para o período. “Para a gente lembrar que as mulheres na literatura estão em todas as partes”, explica.

CONFIRA A LISTA:

1. “As Coisas que Perdemos no Fogo”  – Mariana Enriquez (Argentina);

2. “Sobre os Ossos dos Mortos” – Olga Tokarczuk (Polônia);

3. “Persépolis” – Marjane Satrapi (Irã);

4. “Sejamos Todos Feministas” – Chimamanda Ngozi Adichie (Nigéria);

5. “A Hora da Estrela” – Clarice Lispector (Brasil).

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!