Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SEM APROPRIAÇÃO

Cacique Raoni libera fantasia de índio no carnaval: "Nós usamos os objetos de vocês, é uma troca"

"Não é por mal", disse o líder da luta dos povos indígenas
21/02/2020 17:34 - Eduardo Miranda


 

Porta-voz da luta pelos indígenas, e cotado para receber o prêmio Nobel da Paz em 2019, o cacique Raoni Metuktire falou sobre a polêmica envolvendo fantasias de índio no carnaval. Da etnia caiapó, o líder está em Salvador (BA) para participar da 1ª Mostra de Interação do Artesanato Indígena, e não vê problemas com o uso da indumentária indígena nos dias de folia.  

“Não é por mal quem está fazendo. Quem está fazendo, faz porque quer se enfeitar, adquirindo nossas vestimentas, nosso cocar, nossas coisas. Nós usamos objetos de vocês também, então é uma troca. Ele gosta e fica contente e alegre [Raoni não fala português e teve ajuda de um intérprete durante entrevista]”.

Na semana passada, durante os blocos de pré-Carnaval, atriz Alessandra Negrini foi alvo de críticas após usar fantasia de indígena. Ela foi criticada por estar supostamente cometendo um tipo de apropriação cultural.

O cacique participará do carnaval de Salvador pela primeira vez no domingo (22) e segunda (23), no Circuito Osmar (Campo Grande).Porta-voz da luta pelos indígenas, e cotado para receber o prêmio Nobel da Paz em 2019, o cacique Raoni Metuktire falou sobre a polêmica envolvendo fantasias de índio no carnaval. Da etnia caiapó, o líder está em Salvador (BA) para participar da 1ª Mostra de Interação do Artesanato Indígena, e não vê problemas com o uso da indumentária indígena nos dias de folia.  

“Não é por mal quem está fazendo. Quem está fazendo, faz porque quer se enfeitar, adquirindo nossas vestimentas, nosso cocar, nossas coisas. Nós usamos objetos de vocês também, então é uma troca. Ele gosta e fica contente e alegre [Raoni não fala português e teve ajuda de um intérprete durante entrevista]”.

Na semana passada, durante os blocos de pré-Carnaval, atriz Alessandra Negrini foi alvo de críticas após usar fantasia de indígena. Ela foi criticada por estar supostamente cometendo um tipo de apropriação cultural.

O cacique participará do carnaval de Salvador pela primeira vez no domingo (22) e segunda (23), no Circuito Osmar (Campo Grande).

  • Com Agências
 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.