Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Com a pandemia, Bonito estuda selo de qualidade sanitária para reabrir

Principal destino turístico de MS está com atrativos fechados
14/05/2020 07:00 - Naiane Mesquita


 

Principal destino turístico de Mato Grosso do Sul, Bonito está com portas fechadas para turistas após os recentes casos do novo coronavírus. Até a última atualização da Prefeitura Municipal de Bonito, seis pessoas haviam sido contaminadas pela Covid-19, o que aumenta a preocupação em relação à disseminação do vírus.  

Em decreto publicado na segunda-feira, foram impostas algumas restrições à população, como toque de recolher a partir das 20h e obrigatoriedade no uso de máscaras.  

Em relação ao turismo, o setor desacelerou como era previsto. A prefeitura foi uma das primeiras a fechar os atrativos turísticos que estão sob sua responsabilidade, como a Gruta do Lago Azul e o Balneário Municipal.  

Por enquanto, não há uma estimativa de quando o setor voltará ao normal. De acordo com o secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Augusto Mariano, as restrições às atividades seguem até 20 de maio, mas os representantes privados do turismo indicaram o desejo de permanecerem fechados ao menos até o dia 31. “O turismo é a atividade que mais emprega trabalhadores em Bonito: é o que mais investe e o maior empregador. São sete mil empregos diretos e dois mil indiretos. Durante a alta temporada, o turismo movimenta na cidade R$ 1 milhão por dia, na baixa temporada, 40% a 50% disso. Esse valor diz respeito a toda a cadeia produtiva do turismo”, frisa.  

Selo sanitário

Buscando se reinventarem, em vez de abrir às pressas para os visitantes, os representantes do turismo na região buscam um selo de biossegurança, uma tendência observada em todo o mundo.  

“Estamos trabalhando em um selo de qualidade de saúde, um selo sanitário. Buscamos soluções para questões de higiene para receber os turistas. Somos um destino de vanguarda, referência em atendimento para todo o Brasil e o mundo”, afirma o secretário.  

Segundo Mariano, o Instituto de Desenvolvimento de Bonito, em parceria com o Sebrae e outras entidades, está concentrado nesta questão. “Quando vai reabrir eu não sei te falar, depende da evolução dos quadros de coronavírus em Bonito. Por enquanto, temos esses seis casos positivos. Se aumentar, todo o planejamento vai ser reavaliado”, indica.  

O secretário explica que ainda há questões a serem levadas em conta. “Tudo é resolvido democraticamente com os representantes turísticos. Não sabemos ainda qual é a melhor forma de reabrir, se de uma vez ou gradativamente”, completa.  

Enquanto as decisões não vem, Bonito, eleito diversas vezes o melhor destino de ecoturismo do País, continua de portas fechadas. 

 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...