Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TURISMO

Com isolamento, canais mostram beleza de Veneza

Com redução da visitação em massa, águas da cidade italiana ficam mais limpas e mostram novo caminho
14/04/2020 07:00 - Naiane Mesquita


 

Muito antes de a Itália ocupar os noticiários por conta dos casos de coronavírus, Veneza se tornou o sonho de destino ideal para muita gente. Não se sabe quando o local estará aberto a visitantes novamente, mas a beleza dos canais talvez encantarão ainda mais.  

Localizada a nordeste da Itália, em uma região pantanosa denominada de Lagoa de Veneza, a cidade é formada por 117 pequenas ilhas, separadas por canais e ligadas por ao menos 400 pontes.  

Reduto de artistas, de prédios repletos de história e até de uma festa luxuosa de Carnaval, a cidade é perfeita para uma experiência única.  

O ideal é permanecer no destino ao menos três dias para aproveitar o momento. A cidade tem fama de não ser muito cheirosa, mas no inverno os odores são menores. Com a diminuição de visitantes por causa do novo coronavírus, os moradores chegaram a registrar uma limpeza nos canais, com águas mais cristalinas e peixes nadando tranquilamente. Quem sabe após a pandemia o cuidado ambiental não continua por lá.

Os melhores hotéis estão na parte do continente, em Mestre, mas custam ao menos R$ 400 por noite. Nas ilhas, a experiência é aproveitar uma das hospedagens menores, localizadas em ruelas.  

Pontos turísticos

O principal ponto turístico de Veneza é a Praça de São Marcos. Nela estão localizadas a Basílica de São Marcos, o Campanário e a Torre do Relógio. Para curtir o momento, o ideal é fugir de julho e de agosto e visitar a região pela manhã ou à noite, quando os turistas vão embora.  

Palácio Ducal

Construído em estilo gótico, o Palácio Ducal foi concluído em 1424 e é a mais antiga moradia do Doge, magistrado que governava Veneza. Entre os destaques da construção estão os mosaicos da fachada, os afrescos e as obras de arte de seu interior, assinados por mestres como Tintoretto e Ticiano.

Coleção Peggy Guggenheim  

Quem é apaixonado por arte não pode deixar de visitar um dos museus mais importantes da Itália, o Peggy Guggenheim. O local reúne arte moderna europeia e americana da primeira metade do século 20.  

O museu fica no Palácio Venier dei Leoni, Grande Canal. Lá tem obras de Dalí, Picasso, Miró, Mondrian, Chagall e Magritte, além de mostras temporárias.

Carnaval

O Carnaval na cidade turística acontecerá de 30 de janeiro de 2021 até 16 de fevereiro. A tradição na cidade se popularizou entre a nobreza a partir do século 16, que se disfarçava com máscaras para se divertir ao lado dos plebeus. 

Felpuda


Alguns pré-candidatos que estão de olho em uma cadeira de vereador vêm apostando apenas nas redes sociais, esperançosos na conquistados votos suficientes para se elegerem. A maioria pede apoio financeiro para continuar mantendo suas respectivas páginas, frisando que não aceita dinheiro público ou de político, fazendo com que alguns se lembrem daquela famosa marchinha de carnaval: “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me dá um dinheiro aí...”. Como diria vovó: “Essa gente perdeu o rumo e o prumo”.