Correio B
LITERATURA

Concurso de redação vai premiar aluno com bolsa de graduação

Voltado para alunos da rede pública, concurso da Fundação Manoel de Barros vai premiar vencedor com bolsa em curso de graduação em instituição particular

Marcos Pierry

01/08/2022 10:30

 

São 10 anos, seis edições e muita história para contar sobre o maior nome da literatura de Mato Grosso do Sul. Para incentivar a leitura das obras do poeta Manoel de Barros (1916-2014), assim como a prática da escrita dos estudantes, a Fundação Manoel de Barros (FMB) está realizando, a partir de hoje, as provas do 6º Concurso de Redação – Um Passeio com Manoel.

A iniciativa é voltada para alunos matriculados no último ano do Ensino Médio das escolas públicas de cinco municípios – Jaraguari, Nova Alvorada do Sul, Ribas do Rio Pardo, Sidrolândia e Terenos – e da Capital.

Após uma peneira de quatro etapas, o vencedor será anunciado no dia 20 de outubro e ganhará uma bolsa integral para um dos cursos de graduação oferecidos pela Uniderp, em Campo Grande, que estão indicados no regulamento do concurso, um total de 18 opções.

O vencedor poderá fazer uma economia e tanto com as despesas de mensalidade. Conforme a tabela de preços no site da instituição, a estimativa é de que, para se formar em um dos cursos listados, o estudante tenha de desembolsar, aproximadamente, de R$ 20 mil (Administração) a R$ 45 mil (Engenharia Elétrica). 

O professor do aluno campeão ganha uma bolsa de pós-graduação lato sensu.

As redações deverão ter no mínimo 8 e no máximo 30 linhas. Originalidade e ineditismo estão entre os critérios de avaliação. Para o aluno participar, sua escola deverá encaminhar um termo de adesão para a Secretaria de Estado de Educação (SED). 

O regulamento completo está disponível no site da FMB – www.fmb.org.br. Além da Uniderp, o concurso conta com o apoio da editora Companhia das Letras e da SED.

“Além de estimular a leitura e a escrita e aproximar os jovens das obras de Manoel de Barros, com o concurso buscamos oportunizar o acesso ao Ensino Superior, pois acreditamos que a educação é um mecanismo de transformação e mobilidade social para se construir uma sociedade mais justa e igualitária”, afirma o diretor da FMB, Marcos Henrique Marques.

“Realizamos o concurso desde 2012 e, desde então, temos presenciado o quanto a educação e a graduação têm transformado a vida dos vencedores das cinco edições já realizadas. A vencedora da primeira edição, Ennesli Granjeiro, por exemplo, formou-se em Direito”, diz o gestor da fundação.

QUESTÃO AMBIENTAL

Os candidatos ao prêmio deverão produzir um texto dissertativo-argumentativo “em modalidade escrita formal da língua portuguesa”. 

Conforme o regulamento, será solicitado a produção de um texto sobre o tema “Caminhos para atingir a sustentabilidade em relação à crise ambiental” no caderno oficial para aplicação da redação. Segundo a organização do concurso, a proposta é que os estudantes sejam estimulados a fazer um “verdadeiro passeio” pelas obras do poeta.

O caderno apresenta trechos de obras do poeta Manoel de Barros e outros textos motivadores, no total de seis fragmentos. Da autoria de Barros, constam o poema “O Apanhador de Desperdícios” (confira ao lado), que faz parte das “Memórias Inventadas”, publicadas pelo poeta, em três volumes, de 2005 a 2007, e um fragmento do poema “Retrato do Artista Quando Coisa” (1998).

Os outros textos são: “Poluição”, de Ivana Silva e Cássia Nunes; “O que É Sustentabilidade”, de Jeniffer Fogassa; “O Meio Ambiente Através da Poética Pantaneira de Manoel de Barros em ‘Poesia Completa’”, de Elissandro Santana; e uma publicação de um portal de notícias que apresenta uma ilustração e cinco “grandes ameaças ao planeta” (poluição do ar, desmatamento, extinção de espécies, degradação do solo e superpopulação).

ETAPAS

De hoje até o dia 31, as provas serão aplicadas nas escolas públicas. Cada escola vai definir o melhor dia para a aplicação, conforme calendário escolar. De 12 a 30 de setembro, a comissão organizadora da Fundação Manoel de Barros fará a correção e a seleção das 40 melhores redações.

Depois, ainda durante este período, uma comissão julgadora – formada por professores da Uniderp e da comunidade, representantes da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras e da SED – vai selecionar os 10 melhores textos entre as 40 redações pré-selecionadas. 

A premiação, em 20 de outubro, quando se comemora o Dia do Poeta, será anunciada na Fundação Manoel de Barros, com a participação dos autores dos 40 textos classificados.

“Os estudantes classificados do primeiro ao terceiro lugar receberão bolsas de estudos na modalidade presencial, sendo bolsa de 100% para o primeiro colocado, 70% para o segundo e 50% para o terceiro”, diz Marques.

“Os vencedores poderão escolher entre os cursos de graduação que estão relacionados no regulamento do concurso. Entre as opções estão Direito, Biomedicina, Engenharia Civil, Agronomia, Enfermagem, Administração, Ciência da Computação, Educação Física, entre outros. É uma oportunidade para os jovens ingressarem no Ensino Superior, realizarem o sonho da graduação e transformarem suas vidas”, afirma.

Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre o 6º Concurso de Redação – Um Passeio com Manoel, basta ligar para o telefone (67) 3384-8042.