Correio B

Diálogo

Confira a coluna Diálogo na íntegra, desta quarta-feira, 12 de junho de 2024

Por Ester Figueiredo ([email protected])

Continue lendo...

Henry Charles Bukowski escritor alemão

Há pessoas que passam por nós ao longo da nossa 
existência e fazem parte de apenas um capítulo do livro 
da nossa história, mas há outras que são um livro inteiro”.

FELPUDA

Somente neste ano eleitoral, políticos de carteirinha interessados em disputar a Prefeitura de Campo Grande descobriram que a cidade enfrenta problemas de toda ordem. Dessa forma, deitam falação contra a atual administração, dizem que poderia ter sido feito isso e aquilo, apontam soluções e se colocam como “salvadores da pátria”. O interessante – para não dizer outra coisa – é que, nesses quase oito anos e mesmo detentores de mandatos, eles não apareceram para auxiliar e evitar que a situação chegasse ao ponto que hoje afirmam ser de “calamidade pública”. Dá licença, vai!

Antes...

A classe política – seja em nível nacional, seja local – parece ter criado uma fórmula de encontrar válvula de escape para atos em que o dinheiro público se esvai pelo propinoduto em gabinetes de uns e outros por aí.

E depois

Pelo que se vê, se um parlamentar corrupto praticou o ato antes do mandato que exerce atualmente, ele está simplesmente perdoado. Alguns só faltam afirmar que “águas passadas não movem moinho”. Pode?

A expansão do agronegócio será tema da palestra que o ex-ministro Paulo Guedes fará no dia 21, durante a realização da Interagro 2024, que ocorrerá entre os dias 20 e 22, no Centro de Convenções Arq. Rubens Gil de Camillo, promovido pelo Sindicato Rural de Campo Grande. Além de Guedes, outros profissionais de renome nacional serão palestrantes. Inscrições pelo site interagro2024.com.br.

Giuliano Piccinin e seu pai, Dr. Marcos Piccinin Giuliano Piccinin e seu pai, Dr. Marcos Piccinin

 

 Leandro D’Lucca e Cleo Pires

Desempenho

Os pré-candidatos a prefeitos estão se debruçando sobre as pesquisas de intenção de voto, mesmo que sejam as de institutos privados, como as realizadas para o chamado “consumo interno”. Em alguns casos, pelo volume de cabelos arrancados diante dos índices, daria para ser formada uma peruca de tamanho considerável. O problema é que a eleição está logo ali e há postulantes ao cargo que não “passaram daqui”.

Coligados

A determinação de Jair Bolsonaro, líder nacional do PL, de assumir aliança em Campo Grande com o PP da senadora Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias define cenários de “quem é quem” nessa disputa pela prefeitura. Ao que tudo indica, será a primeira chapa majoritária definida. O Progressistas terá Adriane Lopes, candidata à reeleição, e a vaga de vice será indicação do ex-presidente, conforme o Diálogo já publicou há tempos.

Deu bandeira

Mulher que estava prestes a entrar em ônibus de transporte interestadual que passaria pela cidade de Camapuã mostrava extremo cuidado com duas malas – inclusive tirou fotos das ditas-cujas. A cena chamou atenção de um policial civil que embarcava com destino àquela mesma cidade. Lá chegando, ele avisou um colega e ambos abordaram a passageira. Ela transportava 12 quilos de maconha e disse que levaria a droga para o Pará. Foi presa em flagrante.

ANIVERSARIANTES

Melissa de Andrade Ayache,
Dr. Alessandro Araújo Falchembak,
Dra. Heda Maria Medeiros Rodrigues,
Manoel Pires Bezerra,
Dra. Irma Vieira de Santana e Anzoategui,
Leandro Torres Martins,
Akira Yamada,
André Stuart Santos,
Antonio Francisco dos Santos,
Ricieri Zanella Gnoato,
Valdenice Maria de Oliveira Celeri,
Tonia Regina de Melo,
José Arlei Dias Cristaldo,
Paulo Henrique Piaia,
Marcio Juliano Centurião Torres,
Maria Antonia Martins de Ulhoa Cintra,
Alcindo Souza Almeida,
Maria Eduarda Ferraz Rodrigues,
Raquel de Oliveira Branco Dantas,
Antônia Pinto de Araújo,
Ernesto Antônio Figueiró,
Antônio Saldanha Derzi,
Flávio Castelão,
Maria Sandra Bezerra,
Antonio Carlos do Nascimento Osório,
Marcia Cristina Barbosa dos Santos,
Henrique Holsback Alves,
Marisa Veiga,
Raíra Gomes Camargo,
Alberto Barbosa Teixeira,
Regina Márcia de Queiroz Nunes,
Karin Kollon Massulo,
Antonia Maria Ferreira,
Marco Antônio Silveira,
Walfrido Salvi,
Antônio Teixeira Barros,
Antônio Norberto de Almeida Couto,
Antonio Francisco do Nascimento,
Marco Antonio Jacob,
Douglas Veratti Campos,
Celso Antônio de Campos,
Antônio Carlos Salomão (Tony), Jorge Manuel Moreira Martins,
Antônio Alves Gomes,
Marlene Vieira de Carvalho,
Antônio Barrios de Souza,
Marco Antônio Alves Barbosa,
Antonia Dias Cabral,
Marcos Antonio Rolon Romero,
Antonio Ramão Marcondes Carvalho,
Elisabete Romero Nobre Leal,
Antônio Paulo Ramos,
Marco Antônio Martins,
Antonia Anaurelina Nogueira,
Manoel Roberto Ovídio,
Marcos Asper,
Jary Ramos de Souza,
Cláudia Oliveira Dias,
Antônio Mazeica,
Márcia Regina Uehara,
Antônio João Vilalba Gutierrez,
Lydia Maria de Brito,
Dr. Antonino de Oliveira Paredes,
Maria Helena Simões Corrêa Maymone,
Antônio Coelho Neto,
Alcides Patussi,
Sandra Silvia Barbosa,
Carlos Alberto Salim Duailibi,
Antônio Hazino Oyadomari,
Maria Jerusa Pithan Rodrigues,
Pe. José Winkler,
Alessandra Cavalcanti Flôres,
Maria Araújo Medeiros,
Michele Corrêa,
Ronner Loubet da Rosa,
Marco Antônio Nunes,
Rodrigo Alves Chaves,
Eva Mariza Nogueira do Amaral,
Maria José Fernandes Barbosa,
Edilberto Celestino de Oliveira,
Antônio Nogueira Neto,
Eliane Costa Leite Novaes,
Gilda Pires Mendes,
Antônio Sebastião de Rezende,
Railda Antonia Azambuja,
Dr. José Aêdo Camilo,
Dra.Cristina Cespedes Borges,
Angela Stoffel,
Aracy Antunes Bakargi,
Pe. Paulo Fernando Vendrani,
Patrícia Inacio do Amaral Scapin,
Wellington Albuquerque Assis Ton,
Jeferson Antônio Baqueti,
Eugênio Berbert Mariano,
Ena Brandão Marroni,
Daniel Stello,
Alice de Jesus Souza,
Mariana Colamarino,
Alex Maidana,
Antonio Carlos Toffoli,
Carlos Alberto Baldasso,
Antonio Carlos Klein,
Cláudia Midori Nakasse Mori,
Andrea Carla Franchini Melani,
Hudson Parra Miranda.

*Colaborou Tatyane Gameiro

Inclusão social

Inclusiva, escola de teatro tem professora com deficiência intelectual e múltipla

Aluna da Escola de Teatro Adote há 5 anos, Evelyn recebeu a oportunidade de ministrar aulas na instituição

12/07/2024 15h30

Evelyn Machado Soares durante apresentação do espetáculo

Evelyn Machado Soares durante apresentação do espetáculo "Filhos do Pantanal" Divulgação

Continue Lendo...

A Escola de Teatro Adote abriu inscrições para nova turma da oficina de Iniciação Teatral. A novidade do curso, com duração de três meses e voltado para atores e não atores acima de 14 anos, é a presença de Evelyn Machado Soares, uma professora de teatro com deficiência intelectual e múltipla, que liderará as aulas com o apoio de Daniel Smidt e Beth Terras, responsáveis pela escola que já conta com mais de 100 alunos.

Evelyn, com mais de cinco anos de experiência na Adote, tem se destacado tanto nos espetáculos da escola quanto em sua atuação na companhia de teatro da APAE. Recentemente, a companhia conquistou o primeiro lugar com o espetáculo "Filhos do Pantanal" no Festival Nossa Arte, vencendo também as etapas regional e estadual. Em dezembro de 2024, o grupo disputará a etapa nacional no Rio de Janeiro, sob a direção de Daniel Smidt.

Além da presença de Evelyn à frente da turma, a escola também está em novo endereço na Av. Tamandaré, nº 356, sala 11, Bairro Vila Planalto, que proporciona maior acessibilidade aos alunos pela amplitude e preparação do espaço para receber pessoas diversas.

Inclusão 

Evelyn Machado Soares enfatiza a importância desta oportunidade. "Estou sendo inserida no mercado de trabalho das artes cênicas, o que representa uma oportunidade muito grande. A visão das dificuldades que as pessoas com deficiência enfrentam para entrar no mercado de trabalho das artes cênicas é complicada, e ter a oportunidade que o grupo Adote está me dando, abrindo as portas para ministrar aulas, é algo rico e grandioso."

Daniel Smidt e Beth Terras, coordenadores da Escola de Teatro Adote, destacam o impacto transformador da arte e a importância da inclusão. "A oficina de Iniciação Teatral é uma oportunidade única para os participantes explorarem o mundo da arte cênica, desenvolvendo suas habilidades e potencialidades", comenta Beth.

"O teatro tem o poder de transformar vidas, e essa oficina é uma porta de entrada para aqueles que desejam se aventurar nesse universo. Estamos empenhados em proporcionar uma experiência enriquecedora e acolhedora para todos os participantes, promovendo a arte e a inclusão de forma cada vez mais ampla e significativa", complementa Daniel.

"Ela [Evelyn] está com a gente há muitos anos e tem um potencial muito grande. Eu sinto que ela tem pouca oportunidade, né? Ela sente isso também. Então a gente queria proporcionar algo diferente para ela. Então ela vai receber por isso como os outros professores", explica Daniel.

Escola de Teatro Adote

Para jovens e adultos, a Escola de Teatro Adote oferece cursos específicos para atores aos sábados e domingos, com técnicas de renomados mestres como Meisner, Chekov e Stella Adler. O curso para atores e não atores, disponível em horários variados, explora temas como comunicação, criatividade, estudo de cena e conceitos de Stanislavski. Para as crianças de 7 a 12 anos, a escola oferece um curso de iniciação às quartas-feiras.

Além dos cursos, a Adote proporciona oportunidades de casting para curtas-metragens, como o longa "Me Deixe Ficar". Sob a liderança de Daniel Smidt e Beth Terras, a escola é conhecida por espetáculos de sucesso, como "Boca de Ouro" e "O Beijo no Asfalto", e pelo sarau beneficente SARAGUÁ.

Com professores como Beatriz Bergler, Iago Arimura e Giovanna Zottino, a Adote oferece certificação de conclusão, portal do aluno e um portfólio diversificado de atividades, tornando-se o local ideal para desenvolver talento e paixão pela arte teatral.

As aulas da oficina estão previstas para começar em agosto de 2024 e ocorrerão todas as terças-feiras, das 19h às 20h30. O curso abordará técnicas de expressão corporal, voz, improvisação e interpretação, fundamentais para o desenvolvimento artístico dos participantes.

Para mais informações entre em contato pelo WhatsApp (67) 98117-9379

Assine o Correio do Estado

 

AGENDA CULTURAL

Viva o Rock!

No fim de semana do Dia do Rock, a celebração vai além da data oficial, neste sábado, e já começa hoje, com Coquetel Blue e Leca Harper no novo endereço da Cervejaria Canalhas; samba, reggae e filme com Scarlett Johansson também são opções

12/07/2024 10h00

A banda de thrash metal toca, de graça, na Plataforma Cultural, neste sábado, logo após a projeção de estreia do documentário

A banda de thrash metal toca, de graça, na Plataforma Cultural, neste sábado, logo após a projeção de estreia do documentário "Barulho do Mato" Foto: Divulgação

Continue Lendo...

Tem festival, tem filme inédito e lançamento de videoclipe, tem exposição e tem bandas de diversos estilos do gênero na agenda da Capital para celebrar o Dia do Rock. A data oficial é amanhã, mas a sonzeira dos roqueiros já ocupa vários espaços de Campo Grande a partir de hoje.

Na Cervejaria Canalhas, por exemplo, são duas atrações nesta sexta-feira, marcando a estreia do novo endereço da casa especializada em cervejas artesanais.

A Canalhas passa a funcionar na Rua Oceano Atlântico, nº 99, Chácara Cachoeira, e recebe hoje os shows da banda Coquetel Blue e de Leca Harper, acompanhada da banda Cozinha Cabeluda, com entrada franca até as 20h. Leca também está lançando hoje o videoclipe da canção “Feriados”, que é produzido pela RedBurn e traz, na gravação da faixa, feras como Gabriel de Andrade, Zé Fiúza e Renan Nonato. Quem toca por lá amanhã é o grupo Codinome Winchester, com ingressos pelo Sympla.

METAL NA PLATAFORMA

Na Plataforma Cultural, a banda de thrash metal Katastrofe faz show grauito, amanhã, marcando o lançamento do média-metragem “Barulho do Mato”, de Lucas Arruda e Mariana Sena, com projeção no mesmo local, a partir das 19h.

O documentário investiga as origens do heavy metal em Campo Grande e traz preciosos depoimentos de membros de bandas pioneiras, como Alta Tensão, Necroterium e Sacrament, além do Kastastrofe.

Outra banda veterana do rock é tema de “Noites em Claro – Palavras do Bando do Velho Jack”, de Gabriela Dias. A pré-estreia para convidados é hoje, no Espaço Energia (Av. Afonso Pena, nº 3.901, Jardim dos Estados). Amanhã, o documentário será lançado para o público no Shopping Bosque dos Ipês, às 19h, com direito à exposição Rock Cine.

PEDRADA

Neste sábado também acontecerá o Pedrada Sunset Rock Festival, no Sunset Growler Station, nos Altos da Afonso Pena, com abertura dos portões ao meio-dia e participação de cinco bandas: Haiwanna (rock nacional); Ana & Mais (indie rock); Hellora, com um rock clássico “lado B”; Lowdown (grunge); e a paulista Manchester Oasis Cover, revisitando o grupo britânico do irmãos Liam e Noel Gallagher, extinto em 2009. Ingressos por R$ 55 no terceiro lote pelo Sympla.

DIOGO E TON

Com sua mistura de black music e MPB, que já o fez dividir o palco com Milton Nascimento e Marina Peralta, entre outros nomes, Ton Alves faz o show de abertura de mais uma edição do MS ao Vivo, neste domingo, no Parque das Nações Indígenas, a partir das 17h. O EP “Bad in House” (2021) e o single “Nada em Comum” (2019), que o artista divide com Marina, são alguns dos destaques do repertório de Ton, conhecido tanto pelo vozeirão quanto como instrumentista.

“Pé na Areia”, “Alma Boêmia”, “Clareou” e “Sou Eu”, do seu repertório autoral, somam-se a canções do samba de roda da Bahia e outras de Arlindo Cruz, Chico Buarque, Zeca Pagodinho e Tim Maia no show de Diogo Nogueira, que entra em cena após Ton Alves.

O sambista carioca rende, ainda, homenagens ao pai, com “Espelho” (João Nogueira e Paulo Cesar Pinheiro), Cassiano (“Primavera”, de Cassiano e Silvio Rochael), Beth Carvalho (“Andança”, de Danilo Caymmi, Paulinho Tapajós e Edmundo Souto) e Gilberto Gil (“Aquele Abraço”). Faixas de “Sagrado”, mais recente álbum de inéditas do cantor, também estão previstas para a apresentação, que terá uma superbanda de 11 músicos.

REGGAE

Em Três Lagoas, a música de origem jamaicana é o destaque neste sábado, com a festa Fóreggae na Casa do Vô João, que marca a inauguração do Hostel Loft 67 House (Rua João Carrato, nº 1.122) e terá atrações locais – a banda Resistência e o DJ Roots – e de Campo Grande – o reggaeman Sandim e o Rockers Sound System – das 16h21min às 23h.

O espaço conta com uma minirrampa de skate e patins e os ingressos – R$ 25 no primeiro lote – estão disponíveis pelo site www.diango.com.br.

Quem não tiver como pegar a estrada, pode ainda tentar uma vaga na “van oficial” da produção do evento, que sai de Campo Grande neste sábado: R$ 200 por pessoa, com direito a hospedagem, ingresso, café da manhã e retorno à Capital no domingo. Mais informações: (67) 99239-6078/99154-9029.

PRAÇA BOLÍVIA

No domingo, em mais uma edição do Praça Bolívia, também tem rock, com mais um show da Coquetel Blue, de Lua e os Cometas e de Os Walkírias, além de outras atrações musicais: bandas Canela, Barganhas, O Tal do Forró, Brisa do Mato, Beca e Gaia; a cantora Lucy; e a dança de Lisa Lima. Das 9h até as 14h. Na Vila Nova Ipanema, bairro Santa Fé, entre as ruas das Garças, Barão da Torre, Aníbal de Mendonça e Dias Ferreira. Grátis.

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).