Correio B

PLATAFORMAS DIGITAIS

Confira as sugestões de filmes e séries desta semana

A dica da semana é o filme brasileiro "Rio 40 graus"

Continue lendo...

“Rio 40 graus” é considerado um marco do cinema brasileiro, filme de Nelson Pereira mostra o Rio de Janeiro para além do estereótipo e possui críticas ainda muito relevantes para a cidade

Um dos mais importantes filmes do cinema nacional, “Rio 40 graus” (1955) foi o primeiro longa-metragem do cineasta Nélson Pereira dos Santos e um precursor do movimento chamado “Cinema Novo” no Brasil. Ao passo que as grandes companhias cinematográficas do país na época se preocupavam em tentar reproduzir um estilo hollywoodiano de contar histórias, “Rio 40 graus” inaugurou uma nova linguagem ao retratar o Rio de Janeiro – na época, capital do país – de uma forma realista, sem os floreios de “cidade maravilhosa” que povoavam o imaginário das pessoas. Atualmente, o filme está disponível no Globoplay e na Amazon Prime Video.

Uma espécie de drama com documentário, “Rio 40 graus” acompanha a trajetória de 5 meninos de uma favela carioca em um dia de domingo. Juntos, Zeca, Sujinho, Jorge, Paulinho e Xerife saem pelos pontos turísticos da cidade (Maracanã, Quinta da Boa Vista, Copacabana, Corcovado e Pão de Açúcar) para vender amendoim. Além de usarem o dinheiro para ajudar suas famílias, em especial Jorge – cuja mãe está doente e precisando de dinheiro para comprar remédios –, os meninos também desejam usar parte do valor arrecadado para comprar uma bola de futebol. Ao mesmo tempo, o filme aborda um conjunto de tramas paralelas, como a chegada de um coronel para visitar o Corcovado e a gravidez de uma migrante nordestina.

Apesar de, há muito tempo, o filme ser considerado um marco do cinema nacional, nem sempre foi assim. Na realidade, o longa sofreu com a censura na época do lançamento e a sua exibição foi proibida nos cinemas do país. O filme chegou a ser acusado de ser uma grande mentira e espalhar uma visão muito negativa da cidade – que, inclusive, nunca havia chegado aos 40° C de temperatura. Houve uma campanha para liberar a exibição do filme, que teve repercussão internacional entre artistas e intelectuais. A obra conseguiu sair da lista de filmes proibidos apenas no governo de Juscelino Kubitschek, em 1956.

 

A Disney Plus disponibilizará “Under The Bridge”, um original Hulu, no dia 17 de abril

A Hulu é uma plataforma de streaming norte-americana que vem se destacando no mercado por suas produções originais bastante premiadas, como foi o caso de “The Handmaid 's Tale” (2017). O serviço da empresa não está disponível no Brasil, porém, através de parcerias com outras plataformas, é possível assistir esses originais no país. Esse será o caso com o novo original da Hulu, “Under the Bridge”, uma série de “true crime” baseada no livro homônimo da autora canadense Rebecca Godfrey. Dessa vez, a responsabilidade de distribuir o original ficou a cargo da Disney Plus, que disponibilizará a série no Brasil a partir do dia 17 de abril em sua plataforma.

A série acompanha as investigações de um crime real que chocou o Canadá, no ano de 1977.  A história começa com o desaparecimento de uma menina de 14 anos chamada Reena Virk, que saiu para encontrar as amigas em uma festa e nunca mais voltou. Quando a adolescente é encontrada morta de uma forma brutal, a investigação corre para tentar encontrar os responsáveis pelo crime. Dentre os principais suspeitos estão um grupo de 7 meninas e um menino, todos entre 14 e 16 anos de idade.

“Under The Bridge” aborda o caso pelos olhos da escritora Rebecca (Riley Keough) e da policial local Cam (Lily Gladstone), que unem forças para tentar desvendar os acontecimentos que levaram à morte da jovem. Juntas, elas começam a investigar a realidade dos adolescentes acusados e, com diferentes abordagens, conseguem fazer com que a verdade vá se revelando até que o caso seja concluído de forma inesperada. O caso de Reena Virk, na época, escancarou de forma trágica os perigos do bullying e suas consequências desastrosas para os jovens. Ajudou a mostrar o quanto era importante que o assédio moral nas escolas fosse um tópico mais discutido e combatido no país – e no mundo.

 

Nova série da Netflix mergulha mais fundo no universo de “Sandman”, criado por Neil Gaiman, e conta a história de dois meninos que investigam mistérios depois da morte

Um dos escritores mais famosos e bem-sucedidos da literatura contemporânea, o autor britânico Neil Gaiman tem uma obra bastante versátil, que vai desde livros e contos, até histórias em quadrinhos e séries televisivas. Dentre os seus trabalhos mais conhecidos, estão “Sandman” (1989) – que ganhou nove Eisner, importante prêmio da indústria norte americana de quadrinhos –, “Deuses Americanos” (2001), “Coraline” (2020) e “Good Omens” (2019). As histórias criadas por Gaiman são um prato cheio para os amantes de fantasia e do macabro, uma vez que o escritor consegue manipular com maestria o que é conhecido como “o desconhecido”, criando novas realidades a partir de um universo pré-existente.

Sendo assim, todas as vezes que as histórias de Gaiman recebem uma adaptação cinematográfica, elas recebem uma atenção especial. Continuando uma parceria frutífera com a Netflix, no dia 25 de abril chegará à plataforma de streaming mais uma parte do universo criado pelo autor em “Sandman”. Com o título de “Garotos Detetives Mortos”, a primeira temporada do original contará com 8 episódios e dará um espaço narrativo especial para dois personagens que aparecem, de relance, na edição de 1991 de “Sandman”. Depois dessa aparição, a dupla até ganhou uma série de HQs próprias, que compunham o universo de spin-offs de “Sandman”.

Em “Garotos Detetives Mortos”, os protagonistas são os personagens Edwin Paine (George Rexstrew) e Charles Rowland (Jayden Revri), dois jovens britânicos que se conheceram após a morte e se tornaram melhores amigos. Juntos, os dois fantasmas fogem do Inferno e da Morte para solucionar mistérios no plano Mortal. Ao longo das investigações, a dupla ajuda outros fantasmas a solucionar os casos que levaram às suas respectivas mortes. Os protagonistas também irão contar com a ajuda da vidente Crystal Palace (Kassius Nelson) e de sua amiga Niko (Yuyu Kitamura). Juntos, eles vão encarar diversos desafios, como bruxas poderosas e seres sobrenaturais.

FESTIVAL INTERNACIONAL DE QUADRINHOS

Editora de CG lança publicação relâmpago em evento mineiro

O tema do FIQ 2024, que presta uma homenagem a Ziraldo (1932-2024), é "Onde cabem os quadrinhos?"

24/05/2024 17h30

Livro quebra torto

Livro quebra torto Divulgação

Continue Lendo...

Foi tudo meio de última hora, no corre-corre, porém, como disseram os quadrinistas envolvidos na mais recente publicação da Avuá Edições, “tá valendo” – e muito. Trata-se do projeto editorial em pequeno formato “Quebra Torto de Bolso”, em que um grupo de seis artistas do traço da Cidade Morena decidiu fazer prestes a dois deles – Marina Duarte e Fabio Quill – embarcarem para a edição deste ano do Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ), que começou ontem, em Belo Horizonte (MG), e segue até este domingo.


O tema do FIQ 2024, que presta uma homenagem a Ziraldo (1932-2024), é “Onde cabem os quadrinhos?”, certamente o mote inspirador ao qual a turma de artistas reunidos pelo Avuá respondeu com a publicação inédita, produzida no modo expresso e que, como se anuncia já no nome, cabe até no bolso. Quem dá o contexto do projeto é a publisher Mayara Dempsey, parceira de Fabio na Avuá Edições.


“O ‘Quebra Torto de Bolso’ é o desdobramento de uma ideia que nasceu em 2022, quando o [artista, escritor e grafiteiro] Fabio Quill decidiu reunir, por meio de um projeto, talentos de MS que ainda não haviam sido publicados, possibilitando que outros leitores conhecessem seus trabalhos”, diz Mayara – ou simplesmente May, como os amigos a chamam.


“Essa coletânea é uma continuação desse conceito de reunir pessoas em torno de uma mesa ou, nesse caso, em torno de histórias. Para quem não conhece, o quebra-torto é um prato típico da região pantaneira, servido como um desjejum robusto e compartilhado pelos peões antes de iniciarem o trabalho no campo”, explica.


“Esse primeiro volume apresenta seis histórias curtas que, embora inicialmente concebidas com temas livres, acabaram se conectando tematicamente, proporcionando uma experiência de leitura envolvente, engraçada e reflexiva que traz uma sensação de looping 
e de busca”, conta Mayara.


“O formato de bolso foi escolhido justamente na intenção de levar um pouco dos quadrinistas do nosso estado para outros bolsos, para chegar a novos leitores e ser mais acessível financeiramente”, pontua. 


Cada exemplar custa R$ 15. Os outros quadrinistas envolvidos, além de Fabio e Marina, são Dudu Azevedo e Grippho (Jaqueline Cabral), “com quem já tínhamos parceria”, além de Jurubits (Júlia Carriconde) e Miccy Studio (Milena Zarate), “com quem ainda não tínhamos trabalho juntos, mas que admirávamos”.


São talentos de formação e trajetória diversa ao longo da última década, com uma pesquisa com e sobre a imagem que passa pela ilustração, o design, o desenho, a pintura, o grafite e, naturalmente, roteiros e storyboards da arte sequencial das HQs.


Fabio Quill, por exemplo, publicou sete livros, sendo sua HQ “A Casa Baís” (2021) indicada ao HQMix, o Oscar brasileiro dos quadrinhos. O projeto “Quebra Torto”, financiado pelo Rumos Itaú Cultural, foi idealizado pelo próprio artista.


Outro projeto de destaque assinado por ele é o HQ Mural (2020/2021), financiado pela Lei Aldir Blanc, que explora as possibilidades narrativas das HQs utilizando as técnicas do muralismo e do grafite.

“QUEBRA TORTINHO”

Fabio e Marina foram aprovados para participar da 12ª edição do FIQ e estarão na mesa 122 do Minascentro, durante os cinco dias de evento, vendendo o “Quebra Torto de Bolso” e outras publicações. “Existe uma seleção para participar e expor no FIQ. Eles avaliam seu currículo e publicações, dando o parecer de aprovado ou não”, diz Mayara.


A programação do FIQ é totalmente gratuita e terá mesas redondas, debates, conversas, exposição, duelos de HQs, rodada de negócios, oficinas e sessões de cinema. No total, 400 artistas brasileiros e internacionais participam do evento.


“Após o FIQ, vamos distribuir [a edição de bolso] nas principais bancas de revistas e nas livrarias independentes de Campo Grande, mas [interessados] podem entrar em contato com a gente pelo Instagram da editora que enviaremos [uma edição]”, promete Mayara.


“Pretendemos lançar anualmente ou, quem sabe, semestralmente, sempre com rodízio de quadrinistas, pois a intenção é realmente divulgar e promover nossos quadrinistas por aí. E, por fim, o ‘Quebra Tortinho’, que em breve lançaremos, é voltado para o público infantil, ou seja, HQs para crianças”, anuncia a publisher da Avuá.

Receitas

Confira sete receitas para aquecer o estômago neste frio

Do cafézinho à janta, o Correio B separou indicações de pratos especiais para o tempinho de chuva

24/05/2024 16h15

Sopa de Legumes

Sopa de Legumes Reprodução

Continue Lendo...

A frente fria chegou no Mato Grosso do Sul e com ela vieram o frio e uma chuvinha gostosa! Para aproveitar bem o tempinho, separamos sete receitas deliciosas para se aquecer. Confira abaixo:

Chocolate quente cremoso

chocoquente

Tempo de preparo: 15 min

Rendimento: 4 porções

Ingredientes:

  • 500 ml de leite

  • 1 colher (sopa) de amido de milho

  • 4 colheres (sopa) de achocolatado

  • 1/2 caixinha de creme de leite

Modo de preparo:

  1. Em uma panelinha pequena, fora do fogo, coloque metade do leite, amido de milho e misture com um batedor de arame até ficar bem dissolvido.

  2. Despeje o restante do leite, o achocolatado, misture bem e ligue o fogo baixo até ferver. Assim que ferver, continue mexendo e cozinhe por mais 1 minuto.

  3. Depois desligue o fogo, acrescente o creme de leite e mexa bem. Sirva em seguida com canela em pau.

 

Café cremoso

Cafe cremoso 730x365

Tempo de preparo: 20 min

Rendimento: 20 porções

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) cheias de açúcar (400 g)

  • 1 sachê de café solúvel (50 g)

  • 1 xícara (chá) de água fervente (240 ml)

Modo de preparo:

  1. Misture o açúcar com o café na tigela da batedeira.

  2. Adicione a água fervente e bata, em velocidade alta, por uns 10 a 15 minutos ou até ficar cremoso.

  3. Transfira para um pote com tampa e conserve na geladeira ou freezer.

  4. Sirva misturado a bebidas como leite, café, cappuccino ou chocolate quente.

 

Sopa de legumes

Sopa de Legumes

Tempo de preparo: 1h

Rendimento: 4 porções

Ingredientes:

  • 1 peito de frango em cubos

  • Sal a gosto

  • Pimenta-do-reino a gosto

  • 2 colheres de sopa de azeite

  • 2 colheres de sopa de manteiga

  • 1 cebola picada

  • 2 colheres de sopa de molho de tomate

  • 2 batatas em cubos

  • 2 cenouras em rodelas

  • 1 talo de salsão fatiado

  • 2 xícaras de chá de repolho em tiras

  • 1 litro e meio de água quente

  • Salsa picada a gosto

Modo de preparo:

  1. Tempere o peito de frango em cubos com sal, pimenta-do-reino a gosto e reserve.

  2. Em uma panela, coloque 2 colheres de sopa de azeite e 2 colheres de sopa de manteiga. Deixe derreter, acrescente o frango reservado e deixe dourar.

  3. Acrescente 1 cebola picada, 2 colheres de sopa de molho de tomate, 2 batatas em cubos, 2 cenouras em rodelas, 1 talo de salsão fatiado, 2 xícaras de chá de repolho em tiras e refogue por 5 minutos.

  4. Adicione 1 litro e meio de água quente e cozinhe por 1 hora.

  5. Finalize com salsa picada a gosto e sirva em seguida.

 

Bolinho de chuva

bolinho de chuva.webp 825x465

Tempo de preparo: 50 min

Rendimento: 30 unidades

Ingredientes:

  • 2 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo

  • 1 colher (sobremesa) de fermento químico

  • 1 pitada de sal

  • 2 colheres (sopa) de margarina

  • 3/4 de xícara (chá) de açúcar

  • 2 ovos

  • 350 ml de leite

  • óleo para fritar

  • Açúcar com canela para polvilhar

Modo de preparo:

  1. Peneire a farinha com o fermento e o sal. Reserve.

  2. Bata a margarina com o açúcar e os ovos com um batedor de arame (fouet) até obter um creme fofo.

  3. Adicione a mistura de farinha, alternando com o leite, e mexa até obter uma massa lisa.

  4. Despeje pequenas porções da massa (1 colher de sobremesa) em óleo não muito quente abundante e deixe fritar até dourarem.

  5. Deixe escorrer sobre papel absorvente e sirva quentinhos, polvilhados com açúcar e canela.

 

Escondidinho de mandioca com carne seca

035f923c ddaa 49f3 976c dce60828d622

Tempo de preparo: 40 min

Rendimento: 6 porções

Ingredientes:

  • 2 dentes de alho picados

  • 2 colheres (sopa) de óleo

  • 1 cebola média em gomos finos

  • 1 kg de carne-seca dessalgada, cozida e desfiada

  • 2 colheres (sopa) de salsinha picada

  • 2 colheres (sopa) de cebolinha verde picada

  • 1 pimenta dedo-de-moça pequena sem sementes picada

  • Sal

  • 1,5 kg de mandioquinha (batata-baroa) cozida e passada pelo espremedor ainda quente

  • 4 colheres (sopa) de manteiga

  • 1 xícara (chá) de leite fervente

  • 1 xícara (chá) de queijo meia cura ralado

Modo de preparo:

  1. Frite o alho no óleo até começar a dourar. Adicione a cebola e, quando murchar, junte a carne seca e frite por 1 minuto. Fora do fogo, adicione as ervas picadas e a pimenta. Ajuste o sal e reserve.

  2. Leve a mandioquinha espremida ao fogo médio, junte a manteiga e o leite e mexa até aquecer bem. Tempere com sal a gosto.

  3. Espalhe cerca de metade do purê de mandioquinha no fundo de um refratário quadrado (25 cm) untado com manteiga, distribua o recheio de carne seca e cubra com o restante do purê.

  4. Polvilhe o queijo ralado (mantenha as bordas livres) e leve ao forno médio preaquecido (180 °C) por 20 a 30 minutos ou até dourar. Sirva decorado a gosto.

 

Quentão

c8fa7e566082cd32ac33_640x480_1_1_1_1

Tempo de preparo: 1h

Rendimento: 12 porções

Ingredientes:

  • 300 gramas de açúcar

  • 4 cravos-da-índia

  • 1 canela em pau

  • 7 gramas de gengibre picado

  • 90 mililitros de suco de limão

  • 30 mililitros de mel

  • 2 litros de água

  • 1 litro de cachaça

Modo de preparo:

  1. Em uma panela, coloque o açúcar, os cravos-da-índia, a canela em pau, o gengibre picado, o suco de limão, o mel e a água.

  2. Misture bem os ingredientes, ligue o fogo e deixe cozinhar por 15 minutos após levantar fervura.

  3. Desligue o fogo e reserve.

  4. Coe o caldo e adicione toda a cachaça na panela junto com ele.

  5. Acenda novamente o fogo e aqueça por 5 minutos.

  6. Sua receita de quentão está finalizada! Saúde!

 

Torta de liquidificador

sddefault

 

 

Tempo de preparo: 45 min

Rendimento: 6 porções

Ingredientes:

  • 2 ovos

  • 1 e meia xícara de leite

  • Meia xícara de óleo

  • 1 xícara de farinha de trigo

  • 1 colher de sopa de fermento em pó

  • 1 cenoura ralada

  • 1 lata de milho-verde

  • 1 xícara de queijo muçarela ralado

  • Queijo parmesão ralado a gosto

Modo de preparo:

  1. Em um liquidificador, coloque 2 ovos, 1 e meia xícara de leite e meia xícara de óleo. Bata por 2 minutos.

  2. Em seguida, adicione 1 xícara de farinha de trigo e 1 colher de sopa de fermento em pó. Bata até obter uma mistura homogênea.

  3. Despeje metade mistura do liquidificador em uma forma untada e enfarinhada.

  4. Adicione 1 cenoura ralada, 1 lata de milho-verde e 1 xícara de queijo muçarela ralado.

  5. Em seguida, coloque o restante da massa e acrescente queijo parmesão ralado a gosto.

  6. Leve ao forno preaquecido a 180 graus Celsius por aproximadamente 40 minutos ou até ficar dourada.

  7. Sirva em seguida.

Assine o Correio do Estado 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).