Correio B

Séries

'CSI' e 'Glee' estão entre séries que não terão novas temporadas

Entre os percalços de 2015 estão o fim de 'Mad Men', 'Downton Abbey' e 'Two and a Half Men'

FOLHAPRESS

28/12/2015 - 14h34
Continue lendo...

Entre todos os percalços proporcionados por 2015, alguns deixaram especialmente abalados os aficionados por séries: os fins de "Mad Men", "'Downton Abbey" e "Two and a Half Men".

As três ficaram, respectivamente, nove, seis e 13 temporadas no ar, se consolidaram como fenômenos da TV e terminaram após o número programado de episódios -há ressalva sobre a última, que nunca se recuperou do baque da saída de Charlie Sheen, em 2011.

Mas, se para esses programas o fim foi cercado pela curiosidade de milhões, outros viram seus cancelamentos sucederem quedas vertiginosas de audiência.

O embrião da franquia "CSI" -que deu origem a versões em Miami e Nova York (ambas já extintas), além de uma edição moderna com a vencedora do Oscar Patricia Arquette, "CSI: Cyber"- foi assistido por 26 milhões de pessoas nos EUA em seu auge, na quinta temporada, segundo o site "TVLine". Na 16ª e última, foram 8 milhões de espectadores, diz a publicação.

Após 15 anos no ar e 335 episódios, a série que estabeleceu um estilo para o gênero investigativo chegou ao fim em setembro, com um telefilme de duas horas. O ator George Eads, que interpretou o agente Nick Stokes em 15 temporadas, não apareceu no final -ele não aceitou renovar o contrato.

A comédia musical "Glee" também deixou órfãos milhões de adolescentes após acumular três Globos de Ouro e quatro prêmios Emmy em seis edições. Em seu melhor momento, na segunda temporada, foi vista por por 13,5 milhões de pessoas. O episódio final, em março deste ano, teve 2,6 milhões de espectadores, segundo o "The Hollywood Reporter".

Trama à lá novela mexicana sobre a saga de vingança de Amanda Clarke, "Revenge" teve seu desfecho em maio, após quatro temporadas. O fim, é claro, foi dramático: o episódio "Two Graves" (dois túmulos) teve duas mortes.
Entre as que não passaram de ano, estão ainda a comédia "The Mindy Project", "Parks and Recreation", protagonizada por Amy Poehler, e "The Following", com Kevin Bacon (veja lista na galeria abaixo).

AS APROVADAS

Mas, calma, nem tudo foi tragédia. O ano de 2015 consolidou o sucesso de algumas tramas, que já têm suas renovações confirmadas para 2016.

É o caso de "House of Cards", que teve sua volta anunciada em meio ao quinto debate republicano de pré-candidatos à presidência dos EUA, no último dia 15. A série que explora os jogos de poder da política americana ganha quarta temporada em 4 de março.

Em um teaser, o ambicioso Frank Underwood ressurge em um vídeo de sua campanha à presidência -uma típica propaganda eleitoral americana, com belas paisagens, crianças felizes segurando a bandeira e imagens de pessoas contentes trabalhando.

Sucessos do passado também voltam em versões repaginadas: "Arquivo X", que marcou época nos anos 90, reestreia em 25 de janeiro, 14 anos depois do fim da nona temporada.

Os agentes Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson) serão mais uma vez atraídos a investigações paranormais, mas desta vez com tom menos sombrio e foco em espionagem.

Também retornam "Demolidor", baseada no personagem da Marvel, o "spin-off" (história derivada) de "Breaking Bad", "Better Call Saul" e "Sherlock", inspirada no famoso investigador criado por Arthur Conan Doyle.

Saúde

Marrone perde parte da visão após cirurgia de emergência para tratar glaucoma

Devido à natureza silenciosa, o glaucoma muitas vezes progride sem sintomas visíveis, como coceira ou vermelhidão nos olhos

19/06/2024 22h00

Marrone durante show

Marrone durante show Reprodução

Continue Lendo...

O cantor Marrone, da dupla Bruno & Marrone, passou por uma cirurgia de emergência para tratar um glaucoma em estágio avançado. Dois dias após a operação, ele se recupera e enfrenta as consequências da doença que afetou sua visão periférica.

Marrone foi diagnosticado com glaucoma avançado em ambos os olhos, necessitando de uma intervenção cirúrgica imediata. Francisco Eduardo Lima, um dos médicos responsáveis pelo tratamento, revelou que o cantor perdeu parte do campo visual periférico. Apesar dessa perda, Lima assegurou que Marrone poderá continuar sua carreira normalmente, desde que siga o tratamento adequado.

"Houve uma certa perda de campo visual, mas é compatível com ele levar uma vida normal, fazendo sua profissão e seus shows, desde que não haja progressão desta doença," afirmou Francisco Eduardo Lima em entrevista à TV Anhanguera, em Goiás.

Natureza Silenciosa do Glaucoma

Outro especialista envolvido no caso, José Beniz Neto, destacou a natureza silenciosa do glaucoma, que muitas vezes progride sem sintomas visíveis, como coceira ou vermelhidão nos olhos.

"É uma doença sorrateira e assintomática que, ao longo dos anos, rouba a visão sem que a pessoa perceba. Esse é o glaucoma mais perigoso, pois ele progride silenciosamente e, uma vez que a visão é perdida, não pode ser recuperada," explicou José Beniz Neto.

Em um comunicado nas redes sociais, Marrone anunciou que se afastará dos compromissos profissionais por duas semanas para se recuperar. No entanto, garantiu que nenhum show será cancelado, com Bruno cumprindo a agenda da dupla durante sua ausência.

*Com informações de Folhapress

Assine o Correio do Estado

Diversão

Parque dos Dinossauros chega ao Shopping Campo Grande neste final de semana

Apesar de ter como foco as crianças, toda a família pode entrar na brincadeira

19/06/2024 18h30

Estrutura do Parque dos Dinossauros no Shopping Campo Grande

Estrutura do Parque dos Dinossauros no Shopping Campo Grande Divulgação

Continue Lendo...

O Shopping Campo Grande lança uma nova atração que promete aventura e diversão para toda a família: o Parque dos Dinossauros. Com inauguração marcada para este fim de semana, o parque oferece um circuito repleto de desafios na praça central, ideal para crianças e adultos.

O Parque dos Dinossauros é uma modalidade desportiva ecológica, composta por cabos de aço suspensos em árvores e postes, divididos em cinco travessias que interligam diferentes plataformas. As atividades disponíveis incluem arvorismo, Eurobungy, escalada, tirolesa e oficinas criativas, promovendo o desenvolvimento cognitivo e a coordenação motora.

"A nova atração oferece uma oportunidade única para crianças, adolescentes e adultos interagirem e se divertirem juntos, especialmente com a proximidade das férias escolares," afirma Gabriella Alves, gerente de Marketing do Shopping Campo Grande. "É uma opção de entretenimento que contempla toda a família, proporcionando momentos de lazer e exercício."

Atividades

O parque é democrático, permitindo que pessoas de todas as idades se divirtam e se exercitem com segurança. Entre as atividades, destacam-se:

  • Arvorismo Indoor: Para crianças a partir dos 3 anos até adultos com peso até 100 kg. Crianças menores de 14 anos devem estar acompanhadas pelos pais ou responsáveis.
  • Eurobungy: A partir dos 2 anos até adultos com peso até 100 kg. Crianças menores de 14 anos devem estar acompanhadas pelos pais ou responsáveis.
  • Combo Adventure: Inclui cinco pontes e tirolesa, por R$ 50.
  • Combo Radical: Inclui cinco pontes, tirolesa e escalada, por R$ 65.
  • Combo Extreme: Inclui cinco pontes, tirolesa, escalada e Eurobungy, por R$ 90.
  • Dino Oficina: Para crianças a partir dos 2 anos. Custa R$ 30 por 20 minutos, com acréscimo de R$ 1 por minuto excedente. Crianças menores de 4 anos devem estar acompanhadas pelos pais em qualquer atividade.

Horários de Funcionamento

Segunda a sábado: das 10h às 22h.

Domingos e feriados: das 12h às 20h.

Assine o Correio do Estado

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).