Culinária e Receitas

festa junina

A+ A-

Aprenda a fazer três receitas de doces típicos

Aprenda a fazer três receitas de doces típicos

Continue lendo...

Mês de junho é época de festa junina. As festas são regadas a música, fogos, quadrilhas e muita comida gostosa. E muitos desses pratos são tradicionais em todo o Brasil. Aprenda agora três receitas de doces típicos das festas juninas.

(obs: para fazer a receita tradicional de pé de moleque com rapadura, troque o doce de leite pela rapadura e o leite por 50 ml de água. O modo de preparo é o mesmo)

Pé de Moleque

Ingredientes
700g de doce de leite em barra picado em cubos
70 ml de leite
½ kg de amendoim torrado e sem pele

Preparo
Coloque o doce de leite e o leite em uma panela. Leve ao fogo e misture até o doce dissolver por completo. Cozinhe até o doce soltar do fundo da panela – “ponto do brigadeiro” –. Quando atingir o ponto, desligue o fogo e deixe o doce esfriar um pouco, mas não pare de misturar. Acrescente o amendoim na panela e misture.

Para enformar, você pode colocar o doce no tabuleiro e depois fazer o recorte ou fazer os docinhos com colher. Unte o tabuleiro com manteiga. Com uma colher, pegue uma porção e use outra colher para colocar o doce no tabuleiro.

Para o doce ficar mais “puxento”, espere cerca de uma hora e meia para comer. Para ele ficar mais firme o tempo é de pelo menos quatro horas.

Maçã do Amor

Ingredientes
2 xícaras de açúcar cristal
½ xícara de água
½ xícara de glucose ou glicose de milho
1 colher de café de cremor de tártaro ou 2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
Corante vermelho líquido ou em gel
Maçãs

Preparo
Coloque o açúcar, a água, a glucose e o vinagre, leve ao fogo e misture. Pare de misturar quando a calda levantar fervura. Depois, deixe ferver por aproximadamente 5 minutos até chegar no ponto. Para saber o ponto, retire a panela do fogo e com um palito ou uma colher, pegue um pouco da calda e jogue em um copinho com água. Se a calda virar uma bolinha que você bate e escuta barulho de vidro, este é o ponto.

Com a calda no ponto, adicione corante vermelho líquido ou em gel e misture.
Lave bem a maça, retire o cabinho, passe álcool de cereais em toda a maçã e espere secar.

Espete as maçãs em palitinhos de churrasco.

Com a calda pronta na panela, mergulhe as maçãs, uma de cada vez, e deixe as secar em um tapete de silicone ou um tabuleiro.

Curau de milho verde

Ingredientes
8 espigas de milho
600 ml de leite
1 colher de sopa de manteiga
2 xícaras de açúcar refinado
Canela a gosto

Preparo
Retire a casca e todos os cabelos do milho use um ralador ou faca para raspar. Com o milho todo picado, jogue no liquidificador. Acrescente o leite e bata. Após bater, penere todo o creme em uma panela. Acrescente a manteiga e o açúcar e uma pitada de canela em pó. Veja no vídeo uma dica para aproveitar a borra do milho que fica na peneira.

Leve ao fogo até o curau chegar no ponto, quando ele engrossa, sempre mexendo para o caldo dissolver por completo e não grudar na panela. Quando ficar pronto, retire do fogo e sirva.

NATAL

Dez dicas para a Ceia de Natal

Você que ainda está na duvida separamos 10 receitas fácil e tradicional para o Natal

18/12/2023 11h44

Peru é tradicional no Natal

Continue Lendo...

A ceia de Natal é repleta de pratos tradicionais e deliciosos que variam de acordo com as tradições culturais e familiares.

Separamos algumas opções para você que ainda está em dúvida para a Ceia. 

Alguns dos pratos mais típicos e populares incluem:

  1. Peru: Uma ave festiva que se tornou um clássico natalino. Tradicionalmente, é servido assado e pode ser recheado de diversas maneiras.

  2. Bacalhau: Muito popular em países de tradição portuguesa, o bacalhau é normalmente servido em postas ou na forma de bolinho. Sua tradição remonta à Idade Média, quando era consumido durante o jejum natalino por ser o peixe mais acessível na época.

  3. Farofa Natalina: Pode ser feita com frutas secas, nozes, amêndoas e outros ingredientes saborosos, diferenciando-se da farofa servida nas refeições cotidianas. Esta iguaria tem raízes na gastronomia indígena brasileira, adaptada para as festividades natalinas.

  4. Arroz de Natal: Geralmente preparado com uvas-passas, cenoura, ervilha, cheiro verde e outros ingredientes coloridos, trazendo um toque festivo à mesa.

  5. Salpicão: Uma receita brasileira que combina frango ou peru com temperos e frutas diversas, misturados em um molho cremoso. Existem várias versões, incluindo variações com atum, frango, bacalhau e outros ingredientes.

  6. Panetone: Um doce tradicional de origem italiana, com variações que incluem frutas cristalizadas, chocolate e doce de leite.

  7. Rabanada: Um prato doce feito com pão, leite e ovos, com origem na Península Ibérica e que se tornou um clássico natalino no Brasil.

  8. Biscoitos Natalinos: Biscoitos de mel e gengibre, muitas vezes decorados em formato de bonecos, são uma tradição que vem de monges europeus ou da realeza da Inglaterra.

  9. Tender: Um prato norte-americano que consiste em um pedaço de pernil de porco cozido e defumado, normalmente preparado com mel, abacaxi e cravos-da-índia.

  10. Pernil: Em muitas famílias brasileiras, o pernil assado é um prato tradicional de Natal, muitas vezes escolhido devido à sua acessibilidade em comparação com outras carnes.

Geralmente preparado com uvas-passas, cenoura, ervilha, cheiro verde e outros ingredientes coloridos, trazendo um toque festivo à mesa.Arroz de Natal é preparado com uvas-passas, cenoura, ervilha, cheiro verde e outros ingredientes coloridos

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).